Foto de indígena sobre o Kuarup vence prêmio de fotografia

O prêmio Brasília Photo Show é o maior festival de fotografia popular do Brasil. Na edição deste ano, na categoria Foto Jornalística/Documental, ganhou a premiação o fotógrafo Edgar Corrêa Kanaykõ.

Kanaykõ é um indígena de 28 anos morador da terra Xakriabá, no norte de Minas Gerais. Em agosto de 2015, ele participou do ritual Kuarup e registrou a chegada de vários povos à aldeia Ipatsé. A imagem “Entardecer do Kuarup” fez o fotógrafo ganhar o prêmio e tê-la publicada no livro Brasil Photo Show 2018/2018, além de ser estampada na edição do Jornal de Brasília.

Esta é a quarta edição do concurso, que teve como tema “Fotografia sem amarras, arte sem fronteiras”. Kanaykõ não pôde comparecer ao evento de premiação, mas disse que esse prêmio não é apenas seu, mas de toda a população indígena: “É uma honra representar a mim e a outros indígenas também, porque esse prêmio é uma forma de garantir a preservação dos nossos costumes e valores”.

A fotografia etnográfica de Kanaykõ busca registrar quem são os indígenas a partir do próprio ponto de vista deles.

Kuarup

O Kuarup é um ritual realizado pelo povo Kuikuro, no Alto Xingu (MT), e representa a “despedida do luto” como homenagem aos mortos. A cerimônia é celebrada pelo povo Xingu e outros povos convidados. No ritual são entoados cantos e realizadas danças. Ao final, os demais povos chegam para celebrar a despedida.

Kanaykõ conta que foi como convidado e não tinha, a princípio, a intenção de fotografar o ritual. Mas a chegada dos povos o motivou a fazer o registro.

O fotógrafo, que é mestrando em Antropologia na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), inscreveu-se no concurso graças à indicação de uma amiga. “Essa vitória tem um grande significado para nós, indígenas”, celebra.

E para todo o Brasil!

Talvez te interesse ler também:

A TERRA VISTA DO CÉU: AS FOTOGRAFIAS DE YANN ARTHUS-BERTRAND

PLÁSTICO SHOCK: 10 IMAGENS DA NATIONAL GEOGRAPHIC QUE TODO MUNDO TEM QUE VER

FOTÓGRAFOS FAZEM ENSAIOS COMPLETOS E GRATUITOS PARA CRIANÇAS COM DEFICIÊNCIAS

É doutora em Estudos de Linguagem, já foi professora de português e espanhol, adora ler e escrever, interessa-se pela temática ambiental e, por isso, escreve para o GreenMe desde 2015.
Você está no Instagram?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

Siga no Instagram
Siga no Facebook