Animação brasileira concorre ao Oscar de melhor longa-metragem de animação

"O Menino e o Mundo", filme de animação brasileiro do diretor paulista Alê Abreu, vai representar o Brasil no Oscar 2016, que será realizado em 28 de fevereiro.

Em cerimônia promovida pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas, o filme foi indicado a concorrer ao prêmio de melhor longa-metragem de animação junto com os filmes "Anomalisa", "Divertida Mente" (Inside Out), "Shaun, O Carneiro" (Shaun the Sheep Movie) e "Quando Marnie estava lá" (When Marnie was there).

O filme conta a história de um garoto que, sofrendo com a ausência do pai, deixa sua aldeia e acaba descobrindo um mundo fantástico que é dominado por máquinas e seres estranhos, onde seu pai for morar em busca de trabalho.

A animação foi realizada usando técnicas que representam questões do mundo contemporâneo pelo olhar de uma criança.

O filme, que quase não tem diálogos, conta com música do rapper Emicida e do percussionista Naná Vasconcelos.

O diretor Alê Abreu, que tem 44 anos, estreou no cinema com a animação "Garoto Cósmico", em 2007. Seu mais novo filme, "O Menino e o Mundo", foi o vencedor, em 2014, na França, do Festival Inernacional de Animação de Annecy, um dos mais tradicionais festivais dedicados ao gênero.

A animação desbancou filmes como "O Bom Dinossauro", "Home" e "Minions" com a sua indicação ao Oscar.

Assista abaixo o trailer do filme:

Leia também:

É PRECISO MESMO SABER “QUE HORAS ELA VOLTA”: O FILME DE ANNA MUYLAERTE

FILME BRASILEIRO MOSTRA QUE BRINCANDO SE APRENDE A VIVER