Ceará não é apenas sertão: tem frio, serras e muita vegetação. Viaje bem!

  • atualizado: 
Viajar Ceará

O estado do Ceará é extraordinário! Uma região com lindas praias e de um povo cheio de histórias, com uma cultura rica, constituída de folclore, literatura, arte e artesanato e grandes personalidades que se tornaram destaques no cenário brasileiro, seja como escritores, atores, cantores ou humoristas. Além de tudo isso, pasmem, o Ceará é marcado por uma grande diversidade composta por serras, picos, chapadas, cavernas, cachoeiras, bicas d'águas naturais e temperaturas amenas.

As Serras do Ceará são formadas por regiões montanhosas, com altitudes aproximadas de mil metros ou mais.
O clima das cidades serranas do Ceará variam entre 17ºC a 22ºC, e muitos turistas viajam para estes lugares em busca de tranquilidade, ar puro e proximidade com a natureza.

Neste conteúdo serão contados mais detalhes da região serrana do Ceará.
Confiram o roteiro da viagem nesta matéria!

 

1. Viçosa

vicosa ceara

Fonte foto

A cidade de Viçosa, a 348 km de Fortaleza, é entrada para trilhas e grutas localizadas em uma área de reserva natural, o Parque Nacional de Ubajara. Viçosa foi o primeiro município criado, em 1882 na Serra da Ibiapaba e um dos mais antigos do Ceará. 

Com uma temperatura média de 22°, Viçosa é uma a cidade pacata e aconchegante que conserva características em sua arquitetura e cultura das colonizações francesa e portuguesa, que se fundem com forte presença dos nativos indígenas que viveram na região.

No século XVII, neste local foi criado o aldeamento indígena coordenado pelos padres jesuítas e foi moradia, por 6 anos, do Padre Antônio Vieira.

A Igreja Nossa Senhora da Assunção, a primeira do Estado do Ceará, foi fundada em 1700, e construída por índios e jesuítas.
Em 2002, a igreja foi tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e, ainda, conserva as características originais.

No interior desta igreja de estilo barroco, há painéis pintados no período colonial. O Centro Histórico da cidade é formado por casarões, também tombados pelo Instituto do Patrimônio Artístico e Nacional (Iphan).

Um destes casarões é o Sobrado da Marcela, construído em 1890, com recursos enviados por Dom Pedro II, e o Casarão dos Pinhos, com 186 portas e janelas, da época que a cidade era a Vila Viçosa Real da América.

2. Ubajara

Ubajara fica a 212 km de Fortaleza e é um lugar maravilhoso para fazer ecoturismo.
O Parque Nacional de Ubajara, a 3 km do centro da cidade, com 563 hectares, é formado por grutas, trilhas, cachoeiras e o famoso bondinho que leva os visitantes para apreciarem a belezas das serras.

Em Ubajara existem 11 cavernas.

A Gruta de Ubajara é a única aberta à visitação ao público e possui várias galerias naturais e espaços com formações de estalactites e estalagmites de remotos tempos, como:

  • Pedra do Sino
  • Sala das Rosas
  • Sala das Sete Maravilhas.

Para fazer o roteiro a pé, é necessário percorrer 7 km de trilhas até a Gruta. Essa caminhada tem duração aproximada de três horas e meia, passando pelo mirante da Gameleira, onde se pode contemplar um lindo panorama natural de Ubajara, e seguindo mais adiante pode-se apreciar e tomar um banho na cachoeira do Cafundó, com quedas d'água de mais de 70 m de altura.

Ao retorno pode-se optar por voltar com o teleférico.

No pé da Serra da Ibiapaba, encontra-se a Bica do Ipu, localizada a 294 km de Fortaleza, e que figura na obra literária de Iracema, do escritor José de Alencar.

Este autor cearense conta neste romance que, a “índia dos lábios de mel” saía todos os dias de Fortaleza para se banhar nas águas da bica. Em tupi, Ipu significa água que cai do alto.

A queda d'água de 180 metros de altura que cai da bica de Ipu, é um dos locais mais apropriados para a prática de rapel.

Em Ipu, fica a Igreja Nossa Senhora do Desterro, conhecida como a Igrejinha do Quadro, que foi construída em 1765.

Outro monumento antigo, mas bem conservado é a Estação Ferroviária de 1894, que pertencia ao conjunto arquitetônico da Estrada de Ferro do município de Sobral.

O local da Estação ferroviária foi restaurado e, atualmente, é a sede da Secretaria de Cultura de Ipu, aberto à visitação.

Neste vídeo são mostradas paisagens das Serras, de Ubajara e Ibiapaba, mostrando os seguintes lugares:

  • Bica do Ipu é uma queda d'água de 130 metros de altura do Riacho Ipuçaba, que despenca da Serra da Ibiapaba, no município brasileiro de Ipu no estado do Ceará
  • Cachoeira da Pinguruta, Ubajara CE
  • Serra da Ibiapaba
  • Cachoeira da barragem do Boi Morto, Ubajara CE

3. Tianguá

Na divisa com o estado do Piauí, se localiza a cidade de Tianguá, situada a 335 km de Fortaleza.
A cidade é uma boa opção de hospedagem da região cearense e está a uma distância pequena de Viçosa do Ceará e Ubajara.
Tianguá conta com muitos atrativos:

  • cachoeiras
  • trilhas
  • mirantes
  • parque Ecológico da Floresta,com a Bica do Pinga, a 5 km da sede do município cachoeira de Sete Quedas, a 3 km da sede, que é um encontro de cachoeiras com a formação em degraus.
  • pista de decolagem de voo livre com uma altura de 600 metros no Sítio do Bosco, a 8 km do Centro da cidade
  • piscina natural
  • restaurante
  • área para camping
  • chalés
  • produtos artesanais vindo de toda a região do Ceará

Em Tianguá pode-se encontrar as seguintes iguarias e peças de artesanato, respectivamente:

  • rapadura e doces de fruta.
  • artesanatos de renda e palha que são vendidos como lembranças da Serra da Ibiapaba e do Ceará.

Os locais onde podem ser encontrados são:

Centro de Artesanato do Terminal Rodoviário Governador Virgílio Távora, que fica no km 310 da BR-222 e,

Sítio Córrego, no km 309 do BR-222, próximo ao posto Ibiapaba

4. Serra da Meruoca

meruoca

Fonte foto

O município de Meruoca, fica a 248 km de Fortaleza, situado na região semiárida, ao norte do estado do Ceará, na Serra da Meruoca que abrange outros municípios, como: Alcântaras, Massapê e Sobral.

Em 2008 toda essa região serrana foi transformada numa APA (Área de Proteção Ambiental), visando proteger a fauna e flora da invasão imobiliária.

Meruoca, tem origem da língua tupi significa “morada das moscas”, esse nome se deve ao fato que no passado existiam muitas moscas na região.

É uma cidade centenária, fundada por volta de 1727, pelos missionários portugueses que vieram catequizar os indígenas, que povoavam a região ao longo do Rio Acaraú.

A cidade é constituída por muitas edificações históricas bem conservadas, como a Igreja de Nossa Senhora da Conceição, que é o marco inicial da sua fundação.

Meruoca possui uma população aproximada de 14 mil habitantes e sua economia está baseada na produção agrícola familiar (agricultura de subsistência).

Formada por grandes áreas verdes da Mata Atlântica, com uma altitude média de 670 metros, a cidade de Meruoca possui temperatura bastante amena durante o dia, em torno de 22 graus e à noite fica mais baixa,com um friozinho gostoso.

A Serra de Meruoca é um oásis em pleno sertão, lugar ideal para o turismo ecológico, pois tem muitas áreas verdes para fazer trilhas em contato direto com a Natureza, composta por cachoeiras, paredões para prática de rapel, voos de asa delta ou parapente.

No mês de junho, anualmente, acontece o Festival de Inverno da Serra da Meruoca, no qual acontecem várias atrações:

  • manifestações artístico-culturais da cultura popular
  • comidas típicas da região
  • apresentações musicais e teatrais
  • danças folclóricas

5. Chapada do Araripe

chapada araripe

Fonte Foto

Chapada do Araripe é uma reserva ecológica no Sul do Ceará, na região do Cariri, e se encontra na divisa entre o Ceará e Pernambuco e que reúne fontes naturais, grutas e sítios paleontológicos.

E uma região constituída por serras, formadas por florestas com árvores de até 30 metros de altura e plantas, como samambaia e orquídeas.

As fontes de água do Cariri surgem na chapada a 700 metros de altitude.

A Floresta Nacional do Araripe data de 120 milhões de anos, possui mil metros de altitude e abriga fósseis de dinossauros e peixes de outras eras.

Os fósseis que já foram encontrados estão guardados no Museu de Paleontologia, em Santana do Cariri, cidade a cerca de 60 km do Crato. A Floresta de Araripe tem enorme diversidade de pássaros, animais e vegetais, até poucos anos atrás era possível encontrar onça pintada, infelizmente, extinta por caça ilegal.

Em 1946, essa região passou a ser considerada reserva ecológica.

6. Serra de Maranguape

A cidade de Maranguape se situa 30 km de Fortaleza, com aproximadamente 103 mil habitantes e berço de grandes personalidades nacionais, como: Chico Anísio, Manassés e Capistrano de Abreu.

Em Maranguape se encontra o Complexo Turístico Ypióca, onde se tem acesso ao lazer, entretenimento, culinária, e regionalismo.

A cidade conta com uma região de serras, trilhas, diversidade de paisagens, fauna e flora.

7. Serra de Baturité

serra baturite

A Serra de Baturité fica a 106 km de Fortaleza, constituída por paisagem verde, de clima úmido, com temperatura média variando entre de 20ºC e 22ºC e mínima chegando a 17ºC.

Formada por uma faixa de Mata Atlântica transformada em Área de Proteção Ambiental, ideal para o ecoturismo.

O sopé do maciço de Baturité tem uma estrada de ferro que no passado transportava produtos hortifrúti para Fortaleza.

O maciço de Baturité foi importante pólo da cultura do café.

Localizada sobre o maciço de Baturité, encontramos Guaramiranga, 123 km de Fortaleza, com uma altitude de 865 metros.

Guaramiranga tem temperatura média anual entre 14ºC e 25ºC e é conhecida pelo cultivo de flores. Tem, como atrações culturais, festivais de teatro e de jazz & blues.

A cidade é formada por 80% de flora com espécies da Mata Atlântica e Floresta Amazônica.

Em Guaramiranga, encontra-se o Pico Alto, com 1.114 metros de altitude, um dos locais mais altos do Estado e que possui uma vista deslumbrante de toda a região.

Guaramiranga, até a segunda metade do século XIX, era um povoado chamado Conceição, que tinha como principal produto econômico, o café. A partir de 1890 o povoado passou a ser chamado de Guaramiranga, palavra indígena que significa Pássaro Vermelho.

8. Pacoti

A cidade de Pacoti se situa a 118 km de Fortaleza e 6 km de Guaramiranga. A cidade é parecida com Guaramiranga: clima ameno, rica em diversidade de frutas e flores, um paraíso terrestre! Possui uma estrada bastante sinuosa para chegar a cidade das flores.

Pacoti é marcada pela simplicidade, natureza e tranquilidade.

Há poucos atrações turísticas na cidade. O centrinho de Pacoti é muito pequeno e circunda a praça principal.

A cidade tem ar interiorano, muito aconchegante, com gente simples e acolhedora.  Há ruas que são identificadas a moda antiga, com nomes escritos em azulejo.

A Igreja Matriz Nossa Senhora da Conceição, construída em 1885, é uma das mais antigas edificações da cidade, que nasceu e se formou ao redor dela. O Arco Nossa Senhora de Fátima (Arco do Triunfo) foi erguido em Pacoti, em comemoração a passagem da imagem peregrina de Nossa Senhora de Fátima, em 1953, sendo também marco de entrada dessa cidade.

Agora apreciem, neste vídeo, as paisagens da região serrana do Nordeste, entre os estados do Ceará, Piauí e Maranhão, com a narração do ambientalista Alcide Filho:

Ah, para aqueles que dizem que não têm vontade de conhecer o Ceará, por causa do calor, não existe mais desculpa para não fazer turismo neste estado, pois, para quem gosta de um friozinho, opções não irão faltar!

Boa viagem e levem o agasalho!

Sobre VIAJAR, talvez te interesse ler também:

O LÍBANO E SUAS RIQUEZAS, ATRATIVOS E BELEZAS

OS MELHORES DESTINOS PARA QUEM AMA A NATUREZA

COSTA RICA DE INCRÍVEIS BELEZAS NATURAIS: ONDE FICA, QUANTO CUSTA E O QUE VISITAR

siga brasile pinterest

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

siga brasile instagram

Você está no Instagram?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!