Jericoacoara: 10 motivos para conhecer esse lugar incrível

  • atualizado: 
Jericoacoara

Jijoca de Jericoacoara, é JERI para o íntimos e olha que esse pedacinho de terra localizado no noroeste do Ceará, a 287 km de Fortaleza, tem "íntimos" por todo o mundo. E não é para menos, afinal, Jericoacoara é um dos cartões-postais mais lindos do litoral brasileiro.

 O clima em Jeri é quente durante todo o ano, mas costuma chover de janeiro a maio. A melhor época para conhecer o lugar é entre agosto e janeiro. A vegetação local é composta de floresta à retaguarda das famosas dunas, com espécies da caatinga mescladas com espécies de mata serrana.

Jericoacoara se converteu em um lugar queridinho de turistas de todo o mundo e do Brasil porque é um vilarejo cheio de charme que atende a todos os bolsos. Lá você encontra restaurantes que servem frutos-do-mar, bares que proporcionam uma vida noturna animada, bailes de forró e prática de esportes, além, claro, das paisagens paradisíacas de suas praias.

Como chegar

Há dois caminhos que levam a Jeri. Você pode pagar por um motorista para levá-lo diretamente ao seu hotel em um carro 4x4. A necessidade de se pagar por esse serviço deve-se ao fato de a estrada ser bastante perigosa, já que há dunas de areia para serem atravessadas.

O bom dessa opção é o conforto e a duração: são 4h de viagem. Tente negociar com o motorista o valor do trajeto, sobretudo, se você for na baixa temporada. O preço médio do trecho é R$ 400,00, segundo o site Viva o mundo.

A outra possibilidade é de busão mesmo – uma viagem para quem gosta de viver uma aventura! Da rodoviária de Fortaleza, há ônibus saindo em dois horários, às 13h e às 18h30. O trajeto custa R$ 58,00 e a viagem é realizada pela empresa Fretcar. Ou seja, é uma opção bem mais econômica do que a anterior. O ônibus, que é bastante confortável, vai até Jijoca, que fica fora das Dunas que cercam Jericoacoara, e de lá o veículo para em um posto da empresa Fretcar. Você terá de esperar um caminhão 4x4, conhecido como Jardineira, para levá-lo a Jeri. A viagem toda dura cerca de 6 horas, considerando uma parada no caminho.

Onde ficar

Claro que isso depende de quanto você quer e pode gastar. Jericoacoara é uma vila pequena que tem praticamente 5 ruas perpendiculares à praia. A dica é se hospedar não muito longe da praia para não ter de caminhar muito sob o sol rumo às dunas.

Quanto mais perto da praia, mais caras são as hospedagens, mas sempre tem aquelas com um precinho mais camarada. Há quem não goste de ficar hospedado na rua Principal por causa do barulho à noite, já que a animação noturna por lá é grande.

O site Viaje na Viagem fez um roteiro de pousadas de Jeri pela localização delas na vila. Vale a pena conferir!

Motivos para conhecer

jericoacoara3

1. Segurança

Como se trata de uma vila pequena, é um lugar seguro de visitar.

2. Peculiaridade

Jericoacoara é uma vila na areia, ou seja, é como se você estivesse o tempo todo na praia. A sensação de férias "full time" não larga do seu pé.

3. Esportes

jericoacoara2

Em Jeri você vai poder aprender kite e windsurf, já que por lá o vento sopra o ano todo. A melhor época para a prática desses esportes é entre julho e janeiro.

4. Pôr-do-sol

Ver o pôr-do-sol das dunas é uma das experiências mais bonitas de praia que você pode ter!

5. Parque Nacional dos Cavalos Marinhos

Cavalos marinhos são uma lindeza! Se você quiser ver esses bichos fofos, pague aos pescadores locais para levá-lo aos mangues onde os animais habitam. Vale destacar que a viagem é feita em uma canoa. Beleza e consciência ambiental são a tônica desse passeio.

6. Dunas Secas

O ponto alto de Jeri são as dunas. Que tal conhecê-las em um buggy? Depois de você passar por dunas comuns, vai perceber que as Dunas Secas não saem do lugar, mesmo com ventos constantes. São praticamente obras de arte naturais feitas em rochas.

7. Sandboard

Depois de conhecer as Dunas Secas, que tal fazem um Skibunda ou um Sandboard? Após o passeio de buggy, você vai receber várias propostas para alugar pranchas feitas para descer as dunas. Se você optar por alugar uma prancha, vai fazer o Sandboard, já se optar pelo método “natural”, vai sentado deslizando pela areia. Cuidado para não se queimar!

8. Lagoa Tatajuba

Depois de um dia cheio de aventuras, bate aquela fome, certo? A dica é pegar o buggy em direção à Lagoa de Tatajuba, onde há um restaurante com um único prato: peixe recém-pescado acompanhado de arroz, feijão e farofa. Embora a lagoa não seja a mais bonita da região, a água é limpa e você pode descansar, depois do rango, em redes que ficam sobre a água. Quer coisa melhor para (não) fazer?

lagoa tatajuba

9. Pedra Furada

A Pedra Furada é um dos cartões-postais de Jericoacoara. Vale a pena ir lá no fim da tarde para contemplar o pôr-do-sol. Você pode ir de buggy ou a pé mesmo. Da vila são 2 km de caminhada por pedras e praias.

10. Vida noturna

Em Jeri, sempre tem alguma diversão noturna, sejam festas na praia, sejam em locais privados. Por determinação de autoridades locais, as festas têm de acabar às 2h da manhã. O curioso é que a padaria abre nesse horário. Será que é desculpa para a noite não acabar e já emendar com o café da manhã? rs

Dicas importantes

Segundo o site Jack on the track, leve dinheiro em espécie, já que em Jeri não há caixas eletrônicos nem bancos. Geralmente, pousadas e restaurantes aceitam cartões de crédito e débito.

Evite ir em carro próprio, já que há vários trechos de areia que exigem tração nas 4 rodas.

Que tal já começar a organizar as malas para conhecer esse paraíso e um dos points do ecoturismo brasileiro?