sal preto
sal preto

Sal preto: Como usar, onde comprar e 1 receita fácil

Falamos há pouco sobre os diferentes tipos de sal e quais as finalidades de cada um deles na culinária e os benefícios para a saúde. Hoje falaremos sobre mais sobre um desses tipo de sal, o Sal Preto, você conhece?

O que torna o sal preto e determina o seu sabor é a forma como ele foi extraído e o local onde foi produzido. Os dois tipos mais conhecidos são o Sal Preto do Himalaia (Kala Namak) e o Sal Preto do Hawaí.

Por essa razão se faz necessário aprender um pouco mais sobre essa especiaria, uma vez que possui propriedades naturais benéficas para o corpo e também confere sabor e aroma diferentes aos pratos.

Aroma? Sim! Aroma! Embora o sal não tenha cheiro, algumas pesquisas mostraram que o Sal Preto possui um aroma defumado, além de sabor de ovo. Será mesmo? Cabe a nós estudar um pouco mais e experimentar para conferir.

Neste artigo vamos falar sobre:

{index}

O que é sal preto?

O nome é dado pela sua cor embora o sal preto do Himalaia (Kala Namak) não seja propriamente negro e tenha nuances de rosa e violeta.

Origem do sal preto

O sal preto provém de duas regiões. Uma é a Ilha Malokai no Hawaí, onde o sal preto é produzido de forma artesanal misturando as pedras de sal com lava vulcânica. E a outra é o Sul da Ásia, de onde vem o nome do sal preto do Himalaia, ou, Kala Namak, um sal não refinado com um forte sabor de enxofre devido aos compostos contidos neste mineral (uma halita, a forma natural do cloreto de sódio).

O Kala Namak, que também recebe o nome de Sanchal, é originário das minas vulcânicas do norte da Índia, do Paquistão e dos lagos salgados de Sambhar ou Didwana no Rajastão (Índia). O sal preto é uma variação do sal rosa do Himalaia, o qual é aquecido a uma temperatura de 900º e cozido por 36 a 48 horas e quando começa a ferver é adicionado 1% de salsola stockissi (arbusto que contém carbonato de cálcio) para aumentar o PH deste sal.

Durante o processo de cozimento, são retiradas amostras e adicionadas especiarias que darão o sabor equilibrado ao sal preto. Devido a todo esse processo, sua coloração muda passando do rosa ao violeta. Por isso o nome “sal preto”.

Benefícios e propriedades nutricionais

O sal preto tem se tornado bastante popular nos últimos tempos em virtude dos benefícios que confere para a saúde e a capacidade de armazenar alimentos. Devido à presença de ferro e outros nutrientes, dentre eles um componente sulfuroso comparado às gemas de ovos cozidas, o sal preto é considerado por muitos nutricionistas e especialistas em alimentação como o tipo de sal mais saudável de todos.

Além de ser considerado a melhor alternativa ao sal marinho comum, o sal preto vem sendo bastante testado no tratamento de alguns problemas simples de saúde, mas claro, essas informações são apenas pesquisas e não devem ser adotadas como tratamentos substitutos aos que o médico especialista indicar.

No entanto, é importante saber que os benefícios que o sal preto possui podem ajudar a amenizar alguns sintomas como:

  • Hipertensão
  • Azia
  • Constipação
  • Prisão de ventre
  • Problemas nas articulações
  • Problemas respiratórios
  • Colesterol
  • Osteoporose
  • Diabetes
  • Espasmos musculares
  • Cólicas
  • Depressão

Segundo a medicina Ayurveda, o sal preto possui propriedades terapêuticas e, ao contrário do sal comum, ele não aumenta o teor de sódio no sangue. Apesar dos benefícios para o estômago, se consumido em excesso poderá baixar demais a acidez do suco gástrico e atrapalhar a digestão, devido ao alto teor de enxofre.

Apenas uma pitada de sal preto é capaz de evitar problemas gástricos e digestivos, principalmente para bebês.

Além dos benefícios para a saúde, o sal preto também é utilizado como um complemento para a beleza, sendo uma alternativa a ser considerada para cuidar da pele e dos cabelos.

Seja no banho ou na alimentação, o sal preto pode conferir benefícios como:

  • Relaxamento
  • Limpeza de pele
  • Fortalecimento dos cabelos
  • Anticaspa

Diferenças em relação aos outros tipos de sal

Complementando um dos nossos artigos, existem diversos tipos de sal e, apesar da indicação de consumo moderado, todos eles têm a finalidade de regular a quantidade de água em nosso organismo, além de dar sabor aos alimentos que consumimos.

O problema está não só na quantidade consumida, mas na produção de cada um deles. O sal refinado por exemplo, é o mais utilizado e passa por um processo de industrialização que envolve a utilização de soda cáustica e hidróxido de alumínio na composição.

Ao longo da vida, o consumo de sal refinado, mesmo que não seja em excesso, pode resultar em problemas graves de saúde como hipertensão, osteoporose e retenção de líquidos. Por isso, é importante analisarmos a qualidade dos alimentos que consumimos, principalmente dos condimentos adicionados a eles.

Como o sal é o condimento mais utilizado para dar sabor aos nossos pratos, o ideal é optar por versões mais “integrais” que conferem ao produto a preservação dos nutrientes e minerais essenciais para o bom funcionamento do organismo. Como é o caso do sal preto que além de ferro e minerais, o enxofre em sua composição faz com que seu PH seja elevado, o que ajuda a tratar os problemas relacionados ao estômago.

De acordo com químicos e especialistas, o cloreto de sódio é um componente químico que está presente em todos os tipos de sais. A diferença entre os tipos de sal está na forma como são preparados, com a fusão de argila, lavas vulcânicas, algas, ervas e especiarias na preparação, o que garante sabores diferenciados e aromas sofisticados a eles.

Sugestões de uso

Além do convencional, que é substituir o sal comum no preparo dos alimentos, existem outras utilidades do sal “vulcânico” para nossas vidas. Uma delas como já mencionamos é a utilização desta especiaria como um aliado para a beleza.

Seja no banho, no lugar do sabonete por exemplo, também é possível colocar uma dose de sal preto em óleos e cremes hidratantes para fazer uma esfoliação de pele ou para limpar a pele de dentro para fora.

Esfoliante de Pele

INGREDIENTES

  • 4 xícaras de sal preto não refinado
  • 1 xícara de bicarbonato de sódio
  • 1 sal de base de copo (azeitona / coco / jojoba)
  • 10 a 12 gotas de óleo essencial de sua preferência

MODO DE PREPARO

  • Misture todos os ingredientes e está pronto. Importante lembrar que a dosagem de bicarbonato de sódio e do sal varia de acordo com o tipo de pele, portanto fique atento e faça os devidos testes.
  • Depois de pronto é só utilizar no banho fazendo movimentos circulares, evitando regiões genitais e não usar sabonete após a esfoliação.

Solução para limpeza de pele

INGREDIENTES

  • 1 xícara de sal preto
  • 1 colher de madeira ou cerâmica
  • 1 frasco de vidro
  • 2 xícaras de água destilada

MODO DE PREPARO

  • Coloque o sal no frasco e cubra com água destilada.
  • Misture e deixe a mistura descansar durante a noite. Pela manhã, certifique-se que o sal foi diluído na água.
  • Consuma 1 colher de chá diluída em um copo de água morna logo pela manhã em jejum.
  • Essa medida ajudará na desintoxicação do corpo, limpando intestinos e rins.

Devido à carga energética que lhe confere, o sal preto também é muito utilizado por especialistas em magias, banhos de descarrego e práticas relacionadas.

Onde comprar e quanto custa o sal preto

Por se tratar de um produto natural, o sal preto é facilmente encontrado em sites como Mercado Livre e varia na faixa de R$ 18,00 a R$ 25,00 o quilo. No entanto, é importante estar atento ao laudo, pois hoje em dia existe muita fraude de lojas que comercializam produtos de baixa qualidade, onde o sal preto pode vir com impurezas e não ter as propriedades originais.

Receita com sal preto

Por fim, separamos uma receita muito sofisticada e bastante apetitosa de Ovo Mollet com Shiitake, Azeite trufado e Sal Negro do Hawaii, em que o gastrônomo e sommelier Flávio Fischer ensina e explica mais sobre como utilizar o sal preto, suas propriedades, dicas de consumo e muito mais!

Veja aqui o vídeo, acompanhar o preparo e anotar os ingredientes. Reparem que o sal preto é colocado no final do preparo, como ingrediente principal, para que se possa apreciar melhor o sabor.

Esperamos que tenham gostado das dicas, seja para consumo, seja como sugestão de banho relaxante, aproveite os benefícios do sal preto para energizar e purificar a sua saúde!

Veja aqui mais sobre sal:

SAL AMARGO: DESCUBRA TODOS OS USOS E BENEFÍCIOS

O QUE ACONTECE AO NOSSO CORPO SE COMERMOS SAL ROSA DO HIMALAYA EM VEZ DE SAL COMUM?

SAL, ASSASSINO SILENCIOSO: 5 ALIMENTOS INSUSPEITOS QUE MAIS CONTÊM SAL

Sobre Eliane A Oliveira

Eliane A Oliveira
Formada em Administração de Empresas e apaixonada pela arte de escrever, criou o blog Metamorfose Ambulante e escreve para GreenMe desde 2018.

Veja Também

Farinha de caroço de abacate: alto potencial nutritivo. Benefícios e como fazer

O caroço, ou semente, de abacate possui alta concentração de compostos fenólicos, principalmente ácido oleico, …