GROSELHA - Tipos, Benefícios e Usos

  • atualizado: 
groselha

A gente sabe que groselha é uma frutinha vermelha, transparente e brilhante, uma das bagas silvestres que vem da Europa - sim, é com ela que se faz o xarope de groselha, de cor vermelho-vivo, que tomamos quando crianças, tão gostoso. Bom, mas você sabe para que serve essa fruta silvestre?

A groselheira, planta que dá a groselha, pertence ao gênero Ribes sp, da família das Saxifragaceae (ou Grossulariaceae, como também se conhece). Plantas arbustivas, perenes, de clima temperado, que aguentam bem os fortes invernos europeus, se dão melhor no norte da Europa onde são usadas como cercas vivas nas ruas e parques. E, veja bem, são espinhosas, muito espinhosas - até os frutos, quando verdes, têm pelos que picam, e os ramos possuem espinhos grandes.

TRÊS TIPOS DE GROSELHA EUROPEIA

A groselha vermelha pode ser Ribes rubrum, groselha preta se chama Ribes nigrum e, groselha verde, Ribes uva crispa.

groselha vermelha

Groselha vermelha, Ribes rubrum

groselha verde

Groselha verde, Ribes uva crispa

Qualquer delas gosta de frio, solos profundos e ricos e se propagam por estaquia, alporquia ou enxertia, que são técnicas agronômicas de reprodução vegetativa.

Qualquer uma das groselhas europeias é usada, nas culturas de origem, para fazer conservas, doces, xaropes e como condimento de pratos típicos para além de serem usadas pela medicina popular.

As groselhas negras são mais aromáticas (e seu óleo também é usado para cura), já as vermelhas são ácidas e as verdes são facilmente confundíveis com a groselha branca, indiana, que é outra planta, de outra família.

No nosso continente também existem groselheiras diversas onde a espécie Ribes punctatum, chilena e andina, é uma das representantes mas, vamos falar aqui somente das que têm mercado (a negra e a vermelha) e que são de origem europeia.

ribes punctatum

Ribes punctatum, groselha chilena dos Andes

USOS CURATIVOS DAS GROSELHAS

A baga e as folhas das groselhas europeias são reconhecidas por suas propriedades de ação antiinflamatória, aperitiva, digestiva, depurativa, diurética, laxante, béquica, antihemorrágica, eupéptica, antirreumática e estomáquica.

A fruta da groselheira, a groselha é tónica, desobstrutiva, laxativa, diurética e depurativa, excelente para a desintoxicação do fígado e vesícula, purifica o sangue e combate as deficiências de vitamina C.

Outra boa ação das groselhas é serem antibacterianas.

O QUE AS GROSELHAS TÊM?

Estas frutinhas pequenas são extremamente ricas em vitaminas C, B2, B6 e E, ferro, cálcio, enxofre, cloro, magnésio e sódio.

São indicadas para:

  • diabéticos: pois mantém a elasticidade e resistência dos vasos sanguíneos, ajuda a prevenir constipações e infecções intestinais. O suco das groselhas é diurético e tem bons resultados em problemas intestinais, de pele e das gengivas.
  • dores reumáticas, artrite, inflamações reumáticas dos dedos, gota, tumores, hidropisia, rouquidão, amígdalas hipertrofiadas, dor e sequidão da garganta, coqueluche, dores gástricas, inapetência, fortificante do estômago, afecções do fígado, icterícia, transtornos da bexiga, obstruções do baço, maleita.
  • problemas cardíacos e vasculares se beneficiam do consumo de groselhas pelo aumento da elasticidade e resistência dos vasos e pelas antocianinas que contêm.
  • na dermatologia, são usadas como tônico capilar pois fortalece o crescimento do cabelo e a raiz. Também é usado como tônico para a pele.
  • seu consumo frequente tem tanta importância para a saúde dos olhos quanto o consumo de mirtilos e outras bagas azuis.

AS GROSELHAS PRETAS, EM PARTICULAR

ribes nigrum

Ribes nigrum

As groselhas pretas são mais ricas em nutrientes, mais aromáticas e mais gostosas do que as groselhas vermelhas.

O seu conteúdo em antocianinas as torna especialmente adequadas para o combate a processos inflamatórios e seu efeito é semelhante ao da aspirina ou ibuprofeno, em casos de dores artríticas, por exemplo.

Seu suco é indicado contra os escarros de sangue (comuns em tuberculose, por exemplo).

Seu doce é um fortificante estomacal.

O suco das groselhas pretas, a fruta e até o chá das folhas é usado nos tratamentos de gota e hidropsia, no combate às tosses espasmódicas, a dor e ressequidão da garganta, rouquidão e hipertrofia das amígdalas (em gargarejos e não ingerido).

O xarope da groselha preta é indicado no tratamento da coqueluche.

Também se usa o decocto das folhas (fervem-se as folhas por alguns minutos para extrair outros princípios ativos que não são extraídos na infusão) para tratar dores gástricas e inapetência.

É também o decocto de folhas da groselheira preta que se usa no tratamento de icterícia e outras afecções do fígado e contra as obstruções do baço.

Externamente podem ser aplicados cataplasmas das folhas trituradas sobre tumores inflamações reumáticas dos dedos.

E a infusão das folhas da groselheira preta é indicada em problemas da bexiga.

A groselha preta também é mais rica do que a groselha vermelha (ou qualquer outra) quanto à quantidade de vitamina C, Ômega-6 e potássio. Parece ser que a groselha preta possui duas vezes mais potássio do que as bananas, quatro vezes a vitamina C da laranja, e duas vezes os antioxidantes do mirtilo.

COMO USAR O CHÁ DAS FOLHAS DE GROSELHA

Se você for usar as folhas em chá ou tintura, se indica de tomar de 3 a 4 vezes ao dia. Coloque na água fervente (1 litro) um punhado de folhas frescas, ou metade dessa medida caso as folhas sejam secas, apague o fogo, abafe. Tome frio ou quente, como preferir.

O chá é usado para combater:

  • coqueluche
  • faringite
  • asma
  • bronquite
  • artrite
  • dispepsias
  • problemas renais
  • inapetência
  • problemas de fígado

PARA FAZER O SUCO DE GROSELHA

Lave bem as bagas separando-as dos cachos. Bata as bagas com água de rosas (2 colheres de sopa de água de rosas para cada copo de água pura) e use em caso de problemas de amígdalas, dores de garganta e inflamações da região, em gargarejo.

Os usos indicados acima são aqueles comuns às medicinas locais de origem popular, sem qualquer comprovação científica mas com muita comprovação empírica que vem desde a antiguidade. Porém, cada vez mais a fitoterapia vem buscando usar a groselha e suas propriedades curativas e hoje já se encontra, inclusive, em cápsulas.

Algumas dicas culinárias para uso da groselha:

  • use para temperar saladas (a mistura com abacate é deliciosa)
  • misturada ao iogurte, a sucos de frutas
  • em doce - reduza as bagas, em fogo lento (com açúcar ou não) para fazer geleia, doce ou xarope
  • em chá, licores ou sucos da fruta fresca.

A GROSELHA BRASILEIRA, BAIANA, É INDIANA

groselha brasileira

E, por último, as groselhas e seus efeitos curativos de que trato aqui neste artigo não têm nada a ver com a groselha baiana, pois que abunda por lá já que é planta tropical, indiana de origem, a Phyllanthus acidus L. Na Bahia, segundo Dona Canô, essa groselha branca ou verde clarinha é muito usada em doces, geleias e xaropes. Também dizem que esta é medicinal porém, esse será assunto de outro momento.