Fruta-pão: benefícios, propriedades medicinais e 1 receita saborosa

  • atualizado: 
fruta-pão

A fruta-pão é o fruto de árvores da espécie Astocarpus altilis, da família botânica das Moraceae das quais se conhecem, e se usam, duas variedades, apyrena, que não possui sementes e a seminífera, com sementes. Esta é uma das mais importantes frutas alimentares do mundo. É parente da jaca, Astocarpus heterophyllus e, como ela, grande e carnuda.

No nordeste brasileiro a fruta-pão é presente no café da manhã, servida cozida, ainda quente, com manteiga. Não é à toa pois, sua consistência e características permitem que esta fruta substitua, com vantagens, ao pão de cereais e qualquer outro carboidrato. Na Bahia, no entanto, também se come fruta-pão em mingau, com leite de coco e mais uma série de receitas.

A fruta-pão vem de uma árvore alta (atinge mais de 20 metros) e frondosa, originária da indo-malásia, especialmente das Ilhas de Java e Sumatra. É cultivada, e usada como alimento, pelas populações insulares asiáticas e, a partir de lá, se espalhou pelo mundo.

No Brasil é abundante no Norte e Nordeste, especialmente em regiões mais chuvosas. É exótica porém, pertence à cultura brasileira há, pelo menos, 2 séculos, estando inserida na culinária nacional.

As frutas-pão e suas características

O Artocarpus altilis var. apyrena é mais conhecido como fruta-pão de massa pois seu fruto não contêm sementes, pode atingir até 3 kg de peso. As populações que a consomem costumam colocá-la, inteira, no forno, para assar, ou na panela, em pedaços, para cozinhar. Também é do uso tradicional cortar a fruta pão em fatias e fritá-la, ou amassada em purê, temperada com manteiga, mel ou melado. Fatias finas podem ser secas ao sol (ou no forno) e moídas. A farinha da fruta-pão pode ser misturada ao trigo e milho para a confecção de pães caseiros. A sua polpa também é usada na fabricação de doces.

A Artocarpus altilis var. seminífera é bastante semelhante em tamanho mas, sua casca assemelha a das pinhas e contêm de 50 a 60 sementes graúdas, na massa. Porém, sua polpa não tem valor alimentício - são consumidas as sementes, assadas, fervidas em água e sal, ou torradas que lembram o formato e sabor da castanha portuguesa. Das sementes também se faz uma farinha muito nutritiva. Em algumas regiões estas sementes são usadas em substituição ao feijão.

Propriedades medicinais da fruta-pão

fruta pao

círculo verde A raiz desta planta tem propriedades antidiarréicas e seu cozimento é útil contra o reumatismo, beribéri e entorpecimento das pernas.

círculo verde As flores novas (frescas) são consideradas emolientes e formam a base de uma conserva acidulada e comestível.

círculo verde Os frutos, são depurativos, como cataplasma quente, para tratamento de tumores e furúnculos.

círculo verde As sementes são um bom tônico para o estômago e rins. Em emulsão, são usadas no tratamento de corrimentos do aparelho geniturinário.

círculo verde O látex da planta é usado como cicatrizante. Nas crianças que têm hérnia umbilical costuma ser aplicado como emplastro e fixado com uma cinta apropriada.

Outros usos comuns

círculo verde Casca - da maceração dos ramos novos e dos caules de plantas jovens se extrai fibras para a confecção de cordas e esteiras.

círculo verde Madeira - bastante resistente aos insetos e de fácil manuseio, usada para forros, portas, marcenaria, certos instrumentos musicais, etc. Também é usada para fabricação de carvão destinado à produção de pólvora.

círculo verde Látex - pela sua elevada viscosidade serve para calafetagem de barcos.

Receita com fruta pão. Gnocchi de fruta-pão

Uma receita com fruta pão, o Gnocchi, eu recolhi aqui e vale a pena você experimentar, substituindo a margarina por manteiga, claro.

INGREDIENTES

* 1kg de fruta-pão
* 1 ovo
* 1 gema
* 250g de farinha de trigo
* 1 colher de sopa de margarina

PREPARO

* Descasque a fruta-pão e cozinhe até ficar macio em água e sal.

* Escorra e espere esfriar. Junte o ovo, a gema, 1 colher de sopa de margarina.

* Amasse bem e vá incorporando a farinha de trigo aos poucos até obter uma massa uniforme.

* Abra a massa em uma mesa enfarinhada e faça rolinhos compridos, com cerca de 1cm de diâmetro.

* Corte os pedaços de 2cm de comprimento. Cozinhe o gnocchi em água abundante.

* Coloque um punhado de cada vez evitando que grude. Quando boiar, está no ponto certo de cozimento.

* Sirva com o molho de sua preferência.

Especialmente indicado para você:

setaJABUTICABA: PROPRIEDADES MEDICINAIS E USO POPULAR

seta16 FRUTAS BRASILEIRAS EM RISCO DE EXTINÇÃO SEGUNDO A SLOW FOOD BRASIL

setaFRUTAS DO CERRADO: CONHEÇA E PRESERVE!