Açucenas - as tulipas tropicais. Benefícios, usos medicinais e cultivo

  • atualizado: 
Açucena

Açucenas é o nome que damos a diversas plantas das famílias botânicas Amaryllidaceae e Liliaceae - todas lindas, exuberantes, de cores fortes e aromáticas. Estas flores são também chamadas de tulipas tropicais pois, como suas primas do frio, seus bulbos podem ser incentivados a florescer fora de época caso passem um tempo no escuro e em baixa temperatura.

São gêneros de açucenas as Amaryllis, Hippeastrum, Worsleya e Zephyranthes, da família Amaryllidaceae e de muitas espécies de lírios (família Liliaceae).

Lilium candidum

Mas, a açucena primeira é só uma, a Lilium candidum, também conhecida como cajado-de-são-José, cebola-cecem, copo-de-leite, lírio-branco, lírio-dos-poetas, uma planta relacionada com o sagrado e com a cura.

Cada flor tem seu significado e, a Lillium candidum representa a candura, a pureza.

Na cura, a Lillium candidum tem propriedades diuréticas e emolientes e, costuma ser indicada para tratar contusões, dor de ouvido, espasmo, mancha cutânea, queimadura e úlcera.

Seu uso ínterno deve ser cuidadoso pois a planta tem toxicidade (ELLENHORN, M. J., & BARCELOUX, D. G. (1988) “Medical toxicology: diagnosis and treatment of human poisoning”, New York, Elsevier) e pode causar distúrbios gastrointestinais, convulsões, calafrios, hipotensão, tremores musculares e arritmias cardíacas, sintomas que podem inclusive levar a pessoa à morte.

Seu uso tópico, externo, para pessoas mais sensíveis, pode causar dermatites e reações alérgicas (Plantamed).

liriosbrancos

Fonte foto


lilium
Fonte foto

lilium speciosum

Jardim de açucena - Fonte foto

Açucenas de qualquer gênero são plantas floríferas de 6 pétalas, cores fortes, estames longos e flores grandes, que floram na ponta da haste floral e, dependendo das condições climáticas, poderá florir mais de uma vez ao ano. A folhagem é bastante ornamental, os caules podem chegar a 40 cm de altura.

Mas, para florir, a açucena precisa de um período de repouso, sem água, alimento, luz ou calor. Isto porque esta é uma planta de clima frio, cujos bulbos repousam dentro da terra, debaixo da neve, durante toda a época de temperaturas baixas, surgindo em brotos florais durante a primavera.

Usos energéticos

As açucenas são consideradas flores que ajudam na limpeza e liberação dos centros nervosos e chakras, expandindo-os.

No tratamento emocional, esta flor afasta a timidez daqueles que precisam aprender a mostrar sua verdadeira essência. Afeta, especialmente, ao chakra laríngeo, da comunicabilidade, proporcionando autoconfiança e capacidade de verbalizarmos o que somos e pensamos.

setaLeia mais: OS 7 CHAKRAS PRINCIPAIS: EXERCÍCIOS E TÉCNICAS PARA REEQUILIBRÁ-LOS

Cultivos da açucena

São conhecidas cerca de 50 espécies de açucenas e muitos híbridos onde se misturam as cores originais.

Estas plantas têm adaptação fácil, mesmo em espaços pequenos. O único cuidado é que seus bulbos devem ser retirados da terra, limpos, secos e acondicionados em ambiente escuro e frio, caso se queira uma nova floração no mesmo ano. É neste aspecto que as açucenas são chamadas de tulipas tropicais pois, necessitam do frio e do repouso para serem incentivadas a florescer.

Açucenas são originárias de regiões tão distantes quanto a Síria, a Pérsia e nosso continente,a América do Sul.

Uso medicinal da Hippeastrum puniceum

hippeastrum puniceum

Hippeastrum puniceum - Fonte foto

Algumas açucenas, especialmente do gênero Hippeastrum, especificamente da espécie H. puniceum (Amaryllis punicea, Amaryllis equestris, Hippeastrum equestre), nativa latinoamericana que tem uso medicinal nas medicinas populares.

Usa-se o suco de folhas e bulbos, para curar dores de ouvido e lesões cancerosas diversas no reto, boca e pulmão.

O bulbo também tem ação emética e purgante, é usado macerado em água, cozido e torrado, para tratamento de dores de estômago. As raízes são eméticas e laxantes e são usadas para tratar asma, biliosidades e induzir ao vômito. As flores têm ação antiespasmódica e é recomendada na tosse convulsa.

Porém, o uso medicinal é empírico, no entanto, não havendo comprovação científica e sequer, estudos toxicológicos de segurança. É preciso lembrar que os bulbos de açucenas também contêm substâncias tóxicas, em dependendo da dosagem de uso e sensibilidade da pessoa.

Especialmente indicado para você:

setaLÍRIO-DO-BREJO: BENEFÍCIOS, PARA QUE SERVE E COMO USAR

setaTULIPA: SIGNIFICADO DAS CORES E GUIA COMPLETO PARA O CULTIVO

seta10 PLANTAS TÓXICAS QUE O BRASILEIRO TEM EM CASA