Agave americana: uma surpreendente planta medicinal

  • atualizado: 
Agave americana

A Agave americana é conhecida como pita ou piteira aqui no nosso canto do mundo. Em algumas regiões também é chamada de gravatá-açu ou caroatá-açu (açu, porque é grande, imensa). A pita era abundante aqui no litoral, agora vemos uma aqui, outra além, mas é preciso que se saiba o bem que esta planta pode nos trazer.

Agave americana é uma planta suculenta da família das Amarilidaceae, um arbusto com folhas enormes, azuladas, dispostas em roseta, com um grande espinho na ponta.

Essa planta cresce durante 4 a 8 anos e, só depois é que floresce - uma haste floral que atinge os 6 metros de altura, explode em flores cheirosas, brancas, cria seus frutos, que espalha ao vento e seca, recomeçando o ciclo.

O gênero Agave possui uma grande variedade de espécies que também são conhecidas como pita ou piteira (veja aqui a lista com fotos) e é importante não se confundir umas com outras pois, a planta estudada é, somente, a Agave americana.

agave americana florida

Foto: Agave americana florida

O que se usa da agave?

Tudo se usa. Da haste floral, seca, extrai-se a medula, rica em fibras e sílica, que é usada para afiar instrumentos de corte. Das folhas se extrai fibra que serve para tecer cestos e até roupas.

A seiva é usada, no México de onde esta planta é originária, para preparar o pulche e outras bebidas fermentadas de uso nacional. No México a agave é usada em muitas coisas pois é uma planta alimentar, que recupera o solo, que gera açúcar e medicamentos.

Usos medicinais

Usam-se suas folhas na medicina popular de diversas regiões da América Latina, em formulações próprias que correspondem às experiência empíricas dos ancestrais. Na homeopatia, a Agave americana foi estudada nos EUA, onde abunda no deserto do Texas, por Hale e Boericke. Para a homeopatia, com a tintura de agave pode-se tratar doenças estomacais, gonorreia, hidrofobia e escorbuto, varizes, hemorróidas e úlceras, dentre outras.

Na medicina popular brasileira indica-se a agave para tratar anemia, blefarite, catarros bronquiais, feridas, problemas no fígado, hemorragia, icterícia, inchaços das pernas, intestino (inflamação), irritações na pele, lavar os olhos (irritações, inflamação), lepra, queda de cabelo, problemas nos rins, sacudidelas nos testículos e cordões espermáticos, seborreia, sífilis e tosses.

A agave tem propriedades curativas específicas. Esta planta é antiescorbútica, antissifilítica, antisséptica, depurativa do sangue, digestiva, diurética, estomáquica, expectorante, hemostática, hepática, laxante, resolutiva, vulnerária.

Na sua composição foram encontrados glicosídeos e saponinas, um açúcar chamado agavose que é usado como diurético e laxante. Também contém hecogenina, um composto natural com diversas funções terapêuticas, que tem aplicação na produção industrial de hormônios esteroidais.

Formas de uso

Pode-se fazer o chá das folhas, a decocção das raízes, usar o suco do seu miolo, produzir tintura-mãe ou mesmo, usar a folha seca e moída.

O chá das folhas é usado como depurativo, para tratar diversas doenças gástricas e também para lavar olhos irritados. O mesmo uso se dá ao suco fresco das folhas que, por outro lado, tem a capacidade de curar feridas e reduzir o inchaço das pernas.

A recomendação é de que se tome somente uma xícara de chá ao dia. Para cada xícara de água fervente, usar 2 gr da planta.

Especialmente indicado para você:

setaGENGIBRE: PROPRIEDADES MEDICINAIS COMPROVADAS

setaJABUTICABA: PROPRIEDADES MEDICINAIS E USO POPULAR

setaABIU: FRUTA NATIVA MEDICINAL. MAS, PARA QUE SERVE?