Aspargos - curativos e muito fáceis de se plantar

aspargos

O aspargo (Asparagus officinalis) é da família das Liliáceas, uma planta nativa dos países mediterrânicos e parte da Asia que tem boas condições de cultivo no Brasil, especialmente nas regiões menos úmidas. Esta planta é muito saudável e tem fortes propriedades curativas. Veja aqui:

 Você planta aspargo, cuida de que não haja muito calor nem umidade excessiva, e colhe seus brotes por longos anos. Esta é uma planta perene (mais de 13 anos) cujas raízes rebrotam de tempos em tempos. Os brotes se chamam turiões, que são sua parte mais consumida, são verde escuro se a planta cresce sem cobertura, ou branco leitoso, se cresce coberta, no escuro. Os turiões verde escuro são mais rijos, mais fibrosos e mais cheios de vitaminas que os outros (que a gente compra enlatados) mas, ambos são deliciosos e saudáveis.

Aspargo tem baixa caloria, para cada 100 g de turiões frescos você terá algo entre 18 e 22 calorias e, por isso, são ideais para dietas de emagrecimento. Mas tem fartura de vitaminas (A, B1, B2 e C) e sais minerais (ferro, cálcio, fósforo, zinco, manganês e selênio) além de proteínas. É preciso ressaltar aqui o conteúdo de ácido fólico (folatos) do complexo de vitaminas B, betacaroteno, a provitamina A e glutationa, um antioxidante com forte ação anticancerígena.

Ação medicinal dos aspargos

Aspargos são benéficos na renovação celular e no combate ao envelhecimento precoce devido ao conteúdo de glutationa e, suas vitaminas são benéficas para fortalecer o sistema imunológico e aumentar a resistência à doenças oculares associadas à idade, como degeneração muscular e catarata. Também têm ação anti-inflamatória que, somada à ação antioxidante, atuam positivamente na prevenção contra diversos tipos de câncer no pulmão, bexiga, próstata e cólon.

Aspargos também são benéficos à saúde do coração pelo seu conteúdo em folatos (vitamina B9) que regula a atividade de aminoácidos específicos que, se em níveis elevados, podem acarretar doenças cardíacas. Outras vitaminas do complexo B ajudam a equilibrar os níveis de açúcar no sangue e a metabolizar amidos.

Aspargos têm ação diurética, sedativa e digestiva. São ideais para dietas de baixa caloria e podem ser integrados em uma variedade de pratos gostosos (sopas, cremes, refogados). Mas, principalmente, tem ação desintoxicante do organismo - esta se deve à elevada diurese que provocam que ajuda a expulsar toxinas do corpo mais rapidamente, além de diminuir o inchaço e aliviar a retenção de líquidos. Também é um alimento rico em fibras, que ajuda a combater a prisão de ventre e regula o funcionamento do intestino, fator essencial para o emagrecimento.

Mas, como tudo, ou quase tudo, também tem suas contraindicações

Não se deve consumir aspargos em caso de inflamação das vias urinárias, pois este alimento irrita as membranas da mucosa; também deve ser evitado por pessoas que sofrem de blenorragia, que sofrem qualquer tipo de problema nas vias urinárias como cálculos (pedras), gota litíase ou reumatismo.

Leia também: INFECÇÃO URINÁRIA: REMÉDIOS E TRATAMENTOS NATURAIS

A ingestão de aspargo pode precipitar uma crise de gota, tenha cuidado. Pessoas com o sistema nervoso muito instável podem sofrer de agitação e insônia caso comam aspargos. Não se deve ingerir seus frutos crus pois contêm saponinas tóxicas e são potencialmente alergênicos.

Como plantar aspargos

como plantar aspargos

As mudas de aspargos devem ser feitas a partir das melhores sementes, as maiores, de plantas de mais de 5 anos e bem produtivas - essa é a dica para você ter sua planta saudável. Você também pode comprar sementes certificadas.

Semeie as sementes de aspargo com espaçamento de 5 cm entre sementes (se for semear muitas, faça linhas de semeadura distantes 30 cm umas das outras). Mantenha o solo limpo de outras ervas para que não haja competição pelos nutrientes. O solo bom para o aspargo deve ter um pH ao redor de 6,5, bem drenado (aspargo não suporta falta de água e nem seu excesso) e, o melhor é você já comprar uma terra de boa qualidade, preparada e adubada, ou então, preparar a terra 3 meses antes, medindo acidez, regulando com calagem (adição de cal) e adubos orgânicos.

A adubação deverá ser repetida anualmente, em torno das plantas (se cava uma trincheira, se coloca o adubo orgânico e se cobre com terra ou palhada) mas sem encostar nessas.

Colheita do seu aspargo

A partir do 3º ano de plantio, o seu aspargo estará apto a ser colhido (você pode colher após o 2º ano também mas, isso enfraquece a planta). A época boa de colher aspargos é setembro, final do inverno e começo da primavera. Colha os turiões com cuidado, cortando-os rente, para não machucar a planta.

Durante a primavera você poderá ter aspargos frescos na sua mesa. É colher e comer no período de até 3 dias. Mas, para conservar o excedente você também poderá fazer conservas ou até congelar os turiões embalados em filme plástico.

Especialmente indicados para você:

12 RECEITAS DE ESPETINHO VEGETARIANO PARA O CHURRASCO

15 RECEITAS VEGANAS: DA ENTRADA À SOBREMESA

14 ALIMENTOS LIMPADORES DO SISTEMA CIRCULATÓRIO

COMO PLANTAR ALFACE EM CASA: DICAS FÁCEIS E PRÁTICAS

Fonte: Plantas que curam