Damiana: erva boa para tratar ansiedade

Damiana-capa

Você já ouviu falar da damiana? Esta é uma planta mexicana conhecida como "Chá do México" usada para tratar vários problemas nervosos e como afrodisíaco. Seu uso empírico é consagrado na América Central e já existem alguns estudos interessantes que comprovam algumas das suas características medicinais.

A damiana é uma planta nativa do México, natural das encostas ensolaradas do sul do Texas (que era México) e muito usada pelos povos originários, para vários tratamentos de sistema nervoso, para aliviar a ansiedade, nervosismo e angústia, com suave efeito antidepressivo, sedativo em doses mais altas e, usado como afrodisíaco pois, tem o efeito de melhorar o desempenho sexual (este efeito não foi demonstrado em seres humanos mas sim, em ratos porém, com seu potencial relaxante e tranquilizador, facilita). Basicamente, esta erva é usada como tônico geral propiciador de maior sensação de bem-estar.

Outros usos também são documentados: em processos digestivos, para melhorar a digestão, tratar a obstipação e como laxante suave. No entanto, essa planta vem sendo recomendada como afrodisíaco, ou propiciador de melhor desempenho sexual, tanto em mulheres como em homens, por ervanários e naturopatas da região de origem. O efeito tido como afrodisiaco como ser resultante, como se explica, do estímulo que a damiana promove no trato intestinal aumentando a oxigenação da região genital humana e, consequentemente, os níveis de energia, restaurando a libido e o desejo.

Este é um arbusto com flores amarelas, aromáticas e duas espécies conhecidas e usadas pela medicina popular centro americana, Turnera diffusa ou T. aphrodisiaca, sobre o qual já existem vários estudos que justificam seus benefícios curativos e já conhecidos da medicina popular.

Alguns estudos que comprovam o valor medicinal da damiana

Um dos componentes da damiana, a apigenina, é a responsável pelas propriedades ansiolíticas e, em doses maiores, sedativas desta planta tornando-a também uma boa opção em tratamentos contra os efeitos do estresse. Como regulador da ansiedade a damiana também é usada na homeopatia, com bons resultados comprovados.

Também é a apigenina que favorece a redução de peso em pessoas obesas. A ingestão de damiana antes das principais refeições aumenta a sensação de saciedade favorecendo a menor ingestão de alimentos o que, ao final, resultará no emagrecimento.

Óleo essencial de damiana

O óleo essencial de damiana, rico em terpenos, é usado como bactericida e muito útil no tratamento de tosses, gripes e bronquites. Na aromaterapia, seu uso é consagrado quando se busca a regulagem hormonal porém, é contraindicado para pessoas que tenham qualquer problema de origem psicótica, como a esquizofrenia, bipolaridade ou semelhante pois seu uso pode aumentar os sintomas maníacos.

No entanto, alguns estudos (leia aqui e aqui) não comprovaram que a damiana seja uma planta adaptogênica, ou que tenha efeitos contra o estresse, ou alguma excepcional atividade antioxidante, ou estimulante, efeitos que também são relatados pelo seu uso popular.

Mas, como todas as coisa, a damiana também tem suas contraindicações. O seu uso está contraindicado para pessoas que tenham:

  • Síndrome do intestino irritável
    Taquicardias
    Arritmias
    Insuficiência cardíaca
    Transtornos do sono
  •  
  • Doses recomendadas

Quanto às doses recomendadas, é bastante controverso já que alguns artigos apontam que não se deve ultrapassar uma xícara de chá de damiana ao dia (2 colheres de chá de erva em uma xícara de água quente) e outros dizem que o uso consagrado indica de 2 a 3 xícaras do chá, ao dia. Portanto, quanto a isso, não recomendo nem indico. Procure um bom fitoterapeuta que conheça os efeitos desta planta e peça que defina a dose para você.

Leia também:

O USO DA KAVA-KAVA CONTRA ANSIEDADE, SEUS BENEFÍCIOS E RISCOS

ALCAÇUZ, RAIZ DOCE QUE CURA DE ANSIEDADE A PROBLEMAS DE MENOPAUSA

CASTANHA DE CAJU: UM ANTIDEPRESSIVO NATURAL

Fonte: Herwisdom, Fitospazio e Plantas Medicinais e Fitoterapia