Alcaçuz, raiz doce que cura de ansiedade a problemas de menopausa

alcaçuz

O alcaçuz, planta de origem mediterrânica amplamente usada como medicinal, aromática e cosmética em todo o mundo, tem uma infinidade de bons resultados em situações “chatas” da nossa vida. A planta alcaçuz é conhecida como Glycyrrhiza glabra, que quer dizer “raiz doce de folhas lisas” e seu nome é de origem árabe. A raiz do alcaçuz também é amplamente usada na medicina tradicional chinesa onde se lhe conhece como “gan zao”.

As qualidades medicinais mais conhecidas do alcaçuz são a ação anti-inflamatória, antiespasmódica, expectorante, mucolítica, antitússico, antimicrobiana, antioxidante, antisséptica, diurética, emoliente, laxante e tônica e tem uso comprovado no reequilíbrio das funções de glândulas como as suprarrenais e as adrenais. Também é usada em tratamentos para úlceras pépticas, hepatite e em bronquites.

Mas aqui neste artigo quero falar do seu uso para casos de ansiedade e estresse e na menopausa

Algumas pesquisas demonstraram que um componente da raiz de alcaçuz, o ácido glicirrizínico, atua positivamente em casos de depressão, ansiedade e estresse através da estimulação da função da glândula adrenal pois ajudam na regulagem do cortisol, hormônio que quando se desequilibra nos tras sintomas como fadiga crônica, depressão, ansiedade e a menor resistência aos alérgenos e infecções. Esta desregulagem é um dos resultados do estresse do nosso tipo de vida corrido das cidades, com variadas pressões e competições. Mas, este ácido tem algumas interações negativas sendo contraindicado para pessoas com problemas cardíacos ou que tenham pressão alta. Outro fator interessante descoberto é que a raiz do alcaçuz contêm um aminoácido fundamental para a manutenção do equilíbrio do nosso sistema nervoso. Veja aqui também, se for do seu interesse aprofundar esse assunto.

Um dos modos de se tomar o alcaçuz

A melhor maneira de se usar o alcaçuz para estes problemas é tomando o chá da sua raiz, uma a duas vezes ao dia. Para fazer o seu chá ferva um litro e meio de água e misture a esta duas colheres de sopa de raiz de alcaçuz picada. Abafe por dez minutos, coe e beba.

Também pode ser usado o extrato seco da raiz, que se encontra em cápsulas ou em pó, nas lojas de produtos naturais. As cápsulas podem ser tomadas com algum líquido e o extrato seco pode ser adicionado a sucos, sempre mantendo a dosagem de segurança. Em alguns locais você poderá encontrar o extrato de alcaçuz do qual foi extraído o ácido glicirrizínico, que é conhecido como DGL. No caso, pela falta do ácido, esse alcaçuz não terá efeito na ansiedade e estresse mas, em troca, é muito melhor para casos de gastrite e úlceras pépticas, para cardíacos e hipertensos, que poderão se beneficiar da planta sem os seus efeitos colaterais negativos.

A dosagem segura recomendada é a seguinte:

Raiz seca : 1 a 5g fervidos em água, até 3 vezes/dia
Extracto: 250 a 500 mg, 3 vezes ao dia, contendo 20% de ácido glicirrizínico
DGL extracto: 0,4 a 1,6 g, 3 vezes ao dia, para a úlcera péptica (não contêm ácido glicirrizínico)

Esta é mais uma planta, das muitas que a natureza nos ofertou, que pode ajudar no nosso processo de cura. Tome nas suas mãos o seu processo de cura e seja feliz fazendo bem a você mesma e à Terra.

Leia também:

setaEFEITOS DO ESTRESSE NO CORPO HUMANO

setaMULHER DE 40 QUE TOMA CHÁ DE AMORA É MAIS FELIZ

setaANSIEDADE E ESTRESSE: 3 SIMPLES (MAS PODEROSOS) TRUQUES PARA COMBATÊ-LOS