Roer as unhas...STOP! Veja o que fazer

Roer as unhas

Embora o hábito de roer as unhas possa parecer inofensivo, sua execução constante pode ocasionar problemas emocionais e físicos. Somente quem rói a unha sabe o quão incômodo e incontrolável este hábito pode ser, tido muitas vezes como incurável. Hoje veremos que não há nada de saudável ou inócuo em persistir nesta mania. Roer as unhas... STOP! Veja como parar já com isso!

Por quê roemos as unhas

Estima-se que cerca de 45% dos adolescentes roem as unhas. Dentre as crianças, a constatação é que ao menos 60% delas roam as unhas. Embora estes dados possam parecer assustadores, são considerados normais dentro do processo de desenvolvimento de todos. Muito normalmente, o hábito de roer unhas cessará por volta dos 18 anos de idade.

No entanto, nem todos são capazes de abandonar este comportamento em vida adulta. Roer unhas acaba se tornando uma prática substituta para momentos de estresse e ansiedade, onde a mente não encontra nada para se focar, praticamente obrigando o corpo a executar o hábito de roer unha. Este processo também é impulsionado por quadros de solidão e até mesmo frustração.

"setaLeia também: REMÉDIOS CASEIROS SIMPLES E EFICAZES CONTRA A ANSIEDADE

Algumas análises também sugerem que o ato de roer unha esteja submetido a condições genéticas. Portanto, o hábito de roer unhas será muito mais comum em crianças cujos pais roam unhas também. Dentro desta análise, é possível abordar aspectos sociais, uma vez que o convívio das crianças com os pais ou cuidadores será o suficiente para que haja observação e aprendizagem do hábito.

O que pode acontecer com quem rói as unhas

Mesmo que não existam consequências fatais, roer unhas pode ocasionar diversos cenários incômodos. Comumente, quem rói unha, rói até que a unha não possa ser mais roída, ou seja, até não haver mais unha para roer. Isso faz com que a unha não tenha condições adequadas de crescimento, causando irritação, inflamação e dores profundas nas pontas dos dedos.

Além disso, o constante leva e traz dos dedos à boca é o suficiente para que o corpo todo seja inundado com os mais variados tipos de bactérias que irão fragilizar o sistema imunológico, abrindo as portas do organismo para uma ampla gama de doenças dessa natureza.

Há também os prejuízos estéticos. Quem rói unha acaba por deformar as pontas dos dedos, dando aspecto de fragilidade e enfermidade. Nas crianças, roer unhas traz consequências sérias para a dentição, deixando normalmente os dentes tortos.

Como parar de roer unhas

Assim como para tudo na vida, não existe fórmula mágica para parar de roer as unhas. Existem, no entanto, diversas técnicas que foram adotadas com sucesso por quem conseguiu abandonar este hábito prejudicial:

círculo verde A primeira dica consiste em passar uma base que tenha sabor amargo. Aos poucos, conforme se tenta roer as unhas, se sentirá um sabor desagradável que ajudará a abandonar o hábito.

círculo verde Procure manter as unhas aparadas. Caso estejam roídas demais para serem aparadas, lixe-as gentilmente, dando aspecto uniforme. Isso inconscientemente desestimula a vontade de roê-las.

círculo verde Visitar manicure, pedicure e outros profissionais da área. O investimento num tratamento adequado para o aspecto das unhas é um grande incentivo para não roê-las mais

círculo verde Pratique atividades que impulsionem a calma e a paz, tais como yoga, respiração e meditação. Controlar o estresse e a ansiedade é o ponto fundamental;

círculo verde Se a situação for crítica demais e nada disso estiver funcionando, você pode também utilizar luvas emborrachadas para evitar que roa as unhas.

Importante: nunca aplique castigos às crianças, tais como passar pimenta na ponta dos dedos e unhas para que elas não sejam roídas. Este tipo de punição é cruel e estará colaborando para a formação de um caráter que repetirá os mesmos atos com outras pessoas em outros níveis de grandeza ainda mais inaceitáveis.

Recomendações gerais para parar de roer unha

A maior dica para parar de roer unha é encontrar um ponto de controle para o estresse e para a ansiedade. Caso perceba que este ponto de equilíbrio não está sendo alcançado, busque a orientação de um médico ou profissional de saúde que saberá como ajudar.

Especialmente indicado para você:

"setaESTUDO AFIRMA QUE RISCO DE ALERGIA CAI EM CRIANÇAS QUE CHUPAM DEDO E ROEM UNHAS

"setaVINHO TINTO, O REMÉDIO NATURAL CONTRA O ESTRESSE