'Comigo-ninguém-pode' → Bonita, Resistente e Perigosa!

  • atualizado: 
comigo-ninguém-pode-pode

Dieffenbachia ou "Comigo-ninguém-pode": esta é uma planta bastante comum nos quintais brasileiros - ela é uma das plantas consideradas protetoras contra o mau-olhado e, por isso, bastante querida. Bonita, a dieffenbachia também é, em qualquer das suas espécies - resistente e extremamente perigosa.

Afinal, a Dieffenbachia é uma planta da família das Araceae que não se incomoda nem com a secura do tempo nem com a falta de sol - habita áreas sombrias da mata e se dá muito bem dentro de ambientes menos iluminados.

Algumas são as Dieffenbachia comuns no Brasil, plantas originárias da Amazônia e, em geral, todas são conhecidas como “Comigo-ninguém-pode” tanto pelo seu poder protetor (barra as energias ruins, pesadas, e afasta os portadores de más intenções, os que jogam “olho-gordo” enfim, protege seu dono) mas, muito também pela sua toxicidade. Também é conhecida como cana-de-imbé ou cana-marona.

Leia também: ESPADA DE SÃO JORGE - A MELHOR PROTEÇÃO ASTRAL PARA A SUA CASA

Todas as partes desta planta são tóxicas pois a mesma é riquíssima em cristais de oxalato de cálcio (agulhas ou ráfides) que podem provocar urticária na pele, ingurgitamento das mucosas e até choque anafilático com estreitamento da glote e dificuldade de respirar. Esta ação violenta das Dieffenbachia se deve às enzimas proteolíticas que contêm em seus tecidos - se estes são mastigados (por crianças ou animais) a reação do organismo será a de aumentar a produção de histamina o que resultará em uma reação alérgica bastante perigosa.

O gênero botânico Dieffenbachia Schott tem origem tropical e engloba cerca de 51 espécies. As folhas, de um verde lustroso, são variegadas - manchadas. A espécie mais utilizada em ambiente doméstico é a Dieffenbachia picta Schott (sinônimo de Dieffenbachia seguine (Jacq.) Schott).

dieffenbachia picta

Fonte: Dieffenbachia picta

E como a Dieffenbachia está em todo lado, recomendo a leitura desta Etnobotânica de Dieffenbachia spp. que traz muitas informações interessantes, e específicas, sobre esta folhagem tão comum em nossas casas.

Na proteção e na cura

O uso ritualístico das Dieffenbachia ssp. está vinculado às práticas litúrgicas da Umbanda e do Candomblé.

A recomendação é de que esta planta esteja na frente da casa pois, segundo se crê, ela barrará toda energia negativa que tentar entrar na casa. Também por este motivo é que se coloca no saguão e área de entrada, em edifícios de escritórios, hotéis e até locais públicos.

Também conheço seu uso em banho de ervas, para fins muito específicos que não caberiam nesta publicação mas, como a curiosidade matou o gato, adianto que a Dieffenbachia pode ser tóxica topicamente - ou seja, do banho com esta erva poderosa poderá resultar uma forte reação alérgica inesperada em sua pele - vermelhidão e coceira - razão pela qual se costuma indicar que o banho seja feito com leite.

Mas, na ritualística afrobrasileira, você talvez saiba, é bom se ter a “cobertura de uma entidade”, quer dizer, fazer o banho só com indicação explícita de um espírito protetor que ampare seus efeitos e a crise de cura.

Cuidado!

Entretanto, se você tem crianças pequenas em casa, e tem Dieffenbachia pelas proximidades, ensine seus filhos, desde muito pequenos, a não colocarem na boca as partes vegetais desta planta, por nenhum motivo.

Bebês poderão ser levados a óbito ao ingerirem pequenas porções das folhas da “comigo-ninguém-pode”, saiba disso.