Plantas tóxicas perigosas para nossos pet’s

plantas toxicas animais

Muitas das plantas que o brasileiro costuma ter em casa são potencialmente tóxicas para cães e gatos. Para ajudar àqueles que têm pet’s e crianças, em casas com plantas, a ensinarem seus filhos e também, a reconhecerem sintomas de intoxicação e envenenamento, publicamos este artigo em base às informações técnicas produzidas pelo Engenheiro Agrônomo José Adauto Olimpio do EMATER-PI e a médica veterinária, Dra. Laila Massad Ribas.

Na prática veterinária, verifica-se que gatos ingerem plantas com menor freqüência do que os cães. Apesar de cães e gatos terem o hábito de buscarem na natureza alguns alívios para seus incômodos de saúde, razão pela qual ingerem algumas plantas que lhes fazem bem, também podem se enganar, ou então, sofrerem reações alérgicas, ou ferimentos, ao brincarem em jardins onde essas plantas tóxicas existem. Cães são mais freqüentemente levados ao veterinário em conseqüência de envenenamento por plantas, mas também isso ocorre com gatos. Como afirma o texto, muitas vezes o diagnóstico é impreciso por não se saber que tipo de planta ocasionou a intoxicação.

Leia também: Saiba como proceder em caso de envenenamento de cães e gatos

No caso de que seu pet apresente sintomas de intoxicação (veja os detalhes junto à lista de plantas, abaixo), leve-o imediatamente a um veterinário. Não tente induzir o vômito pois o animal poderá aspirar o material expelido e desenvolver uma pneumonia, agravando seu quadro clínico. Também não dê leite ao animal intoxicado ou envenenado já que o leite não é antídoto para esse tipo de envenenamento.

Todas as plantas da listagem abaixo, são igualmente tóxicas para os seres humanos portanto, se as tiver em casa, ensine as crianças e adultos sobre os perigos que vêm delas. Não comer pedaços (às crianças é importante ensinar que não se deve comer qualquer planta sem supervisão), não tocar em plantas leitosas, não passar as mãos nos olhos se tocou em plantas desconhecidas ou sabidamente tóxicas.

20 plantas tóxicas mais comuns em casas e parques

1. Antúrio (Anthurium andraeanum) – toda a planta é tóxica, irritante para as mucosas. Sintomas da intoxicação: salivação, prurido (coceira) intenso na face, edema na região da face, vômitos, paralisia de língua.

2. Azaleia (Rhododendron spp) - toda a planta é tóxica, principalmente a folha. Causa depressão do sistema nervoso central (SNC) e respiratório. Sintomas da intoxicação: vômitos prolongados, arritmias, convulsões, ataxia (perda do controle muscular durante movimentos voluntários, como andar ou pegar objetos), fraqueza, depressão e morte.

3. Babosa (Aloe spp) - a seiva da planta é tóxica (líquido branco) e causa irritação de mucosas e pele. Sintomas da intoxicação: bolhas na pele e mucosa oral, salivação, vômitos, diarréia, dor abdominal, pulso fraco, conjuntivite (quando em contato com os olhos).

4. Banana-de-macaco ( Philodendron bipinnatifidum) - toda a planta é tóxica. Produz irritação das mucosas. Sintomas da intoxicação: irritação oral, prurido severo (coceira), irritação ocular, dificuldade de deglutição e até de respiração, em casos mais graves. Pode ocorrer alteração da função renal e alterações neurológicas.

5. Bico-de-papagaio (Euphorbia pulcherrima) - a seiva da planta é tóxica (líquido branco), irritante para as mucosas e pele. Sintomas da intoxicação: bolhas na pele e mucosa oral, salivação, vômitos, diarréia, dor abdominal, pulso fraco, conjuntivite (quando em contato com os olhos).

6. Comigo-ninguém-pode (Dieffenbachia spp) -  toda a planta é tóxica. Produz irritação das mucosas. Sintomas da intoxicação: irritação oral, prurido severo (coceira), irritação ocular, dificuldade de deglutição e até de respiração, em casos mais graves. Pode ocorrer alteração da função renal e alterações neurológicas.

7. Copo-de-leite (Zantedeschia aethiopica) -  toda a planta é tóxica, irritante para as mucosas. Sintomas da intoxicação: salivação, prurido (coceira) intenso na face, edema na região da face, vômitos, paralisia de língua.

8. Coroa-de-cristo (Euphorbia milii) – a seiva da planta é tóxica (líquido branco), irritante para as mucosas e pele. Sintomas da intoxicação: bolhas na pele e mucosa oral, salivação, vômitos, diarréia, dor abdominal, pulso fraco, conjuntivite (quando em contato com os olhos).

9. Costela-de-adão (Monstera deliciosa) - toda a planta é tóxica, irritante para as mucosas. Sintomas da intoxicação: salivação, prurido (coceira) intenso na face, edema na região da face, vômitos, paralisia de língua.

10. Dedaleira (Digitalis purpúrea) - toda a planta é tóxica, principalmente as flores e os frutos, afetando diretamente o coração. Sintomas da intoxicação: vômitos, diarréia, bradicardia (coração bate devagar) e arritmias.

11. Erva-moura (Solanum nigrum) - toda a planta é tóxica, afetando o sistema nervoso (neurotóxica). Sintomas da intoxicação: vômitos, diarréia, pupilas dilatadas, ataxia, fraqueza e sonolência.

12. Espirradeira (Nerium oleander) - toda a planta é tóxica e tem essa ação potencializada na planta seca e nas folhas mortas. Sua toxicidade afeta o coração. Sintomas da intoxicação: vômitos, diarréia (com ou sem sangue) e arritmias.

13. Folha-da-fortuna (Kalanchoe spp) - toda a planta é tóxica, principalmente suas flores. Sua toxicidade afeta o coração. Sintomas da intoxicação: vômito, diarréia, ataxia, tremores e morte súbita.

14. Hera (Hedera helix) - toda a planta é tóxica, produzindo irritação nas mucosas. Sintomas da intoxicação: irritação oral, prurido severo (coceira), irritação ocular, dificuldade de deglutição e até de respiração em casos mais graves. Pode ocorrer alteração da função renal e alterações neurológicas.

15. Hortênsia (Hydrangea macrophylla) - toda a planta é tóxica, causando alterações no sistema nervoso central e transporte de oxigênio. Sintomas da intoxicação: cianose (mucosas arroxeadas), convulsões, dor abdominal, flacidez muscular, letargia, vômitos e coma.

16. Lírio (Lilium spp) - toda a planta é tóxica, causando falência renal aguda. Sintomas da intoxicação: vômitos, depressão, letargia e anorexia.

17. Lírio-da-paz (Spathiphyllum wallisii) - toda a planta é tóxica, irritativa para as mucosas. Sintomas da intoxicação: irritação oral, prurido severo (coceira), irritação ocular, dificuldade de deglutição e até de respiração em casos mais graves. Pode ocorrer alteração da função renal e alterações neurológicas.

18. Lírio-do-vale (Convullaria majalis) -  toda a planta é tóxica, principalmente as raízes, afetando o coração. Sintomas da intoxicação: salivação, vômitos, bradicardia (coração bate devagar), arritmia, convulsões e até morte súbita.

19. Maconha (Cannabis sativa) - toda a planta é neurotóxica, especialmente as folhas secas. Sintomas da intoxicação: depressão, ataxia, bradicardia (coração bate devagar), vocalização, salivação, vômitos, pupilas dilatadas, alterações de comportamento

20. Mamona ou mamoneira (Ricinus communis) - toda a planta é tóxica, principalmente as sementes. Sua toxicidade ocasiona morte celular por bloqueio da síntese de proteínas. Sintomas da intoxicação: vômitos, diarréia, mucosas arroxeadas (cianose), ataxia, convulsões e fraqueza. Os sinais aparecem apenas 3 dias após a ingestão.

Leia também: O seu gato ou cachorro encosta a cabeça contra a parede? Corra para o veterinário!

Fonte foto: dail.com.ua