A poeira de casa engorda: a hipótese vem de um novo estudo

  • atualizado: 
poeira de casa

Você engordou alguns quilos sem que esteja comendo mais ou fazendo menos atividade física? A culpa pode ser da poeira que se acumula em casa e que tem um impacto negativo sobre o nosso sistema endócrino.

Esta é a nova hipótese avançada por um estudo apresentado na Assembléia Anual da Endocrine Society da Nicholas School of the Environment da Duke University, segundo a qual algumas substâncias químicas presentes na poeira doméstica promovem o desenvolvimento de células adiposas.

As substâncias químicas que alteram o sistema endócrino, presentes no pó doméstico, em prática, levam à formação de células adiposas e contribuem para o sobrepeso também em crianças. O grupo de cientistas chegou a essa conclusão depois de examinarem o efeito de misturas químicas isoladas da poeira doméstica, seguindo o rastro de pesquisas anteriores, realizadas em 2017 pela própria Duke University, que mostraram como as exposições químicas podem favorecer o acúmulo de triglicérides, um tipo de gordura presente no sangue, e um aumento na obesidade.

O estudo

Depois de coletar 194 amostras de poeira de algumas casas no centro da Carolina do Norte, os pesquisadores extraíram e examinaram os produtos químicos nelas presentes. O resultado foi surpreendente: mesmo concentrações muito baixas de extratos de pó já poderiam promover a proliferação e o desenvolvimento de células adiposas.

"Descobrimos que dois terços dos extratos de pó foram capazes de promover o desenvolvimento de células de gordura e metade foi capaz de promover a proliferação de precursores de células adiposas", disse Christopher Kassotis, que liderou a pesquisa.

Posteriormente, a relação com o grau de desenvolvimento de células adiposas foi analisada a partir de 100 produtos químicos em pó. Cerca de 70 dos produtos químicos, incluindo os ftalatos, tiveram uma relação positiva com o desenvolvimento de células de gordura induzida pela poeira, e cerca de 40 foram relacionados ao desenvolvimento de células precursoras de gordura.

O principal problema reside no fato de que muitas vezes são produtos químicos presentes em todos os lugares, das tintas aos brinquedos, passando pelos detergentes e outros produtos de limpeza. É por isso que, dizem os especialistas, o próximo passo é o estudo desses produtos químicos, incluindo sabão para lavar roupas, detergentes, tintas e cosméticos, para determinar quais deles estão relacionados à obesidade.

O estudo não especifica se o impacto desses produtos químicos é o mesmo em adultos, mas combatê-los pode ser uma boa maneira de prevenir a obesidade infantil. A solução? Continue com o hábito saudável de aspirar o pó de casa pelo menos uma vez por dia para evitar que a poeira torne tudo mais complicado, e usar produtos para limpeza o mais naturais possíveis como sal, limão, bicarbonato e vinagre.

Talvez te interesse ler também:

POEIRA DOMÉSTICA: CONHEÇA AS SUBSTÂNCIAS TÓXICAS QUE RESPIRAMOS TODOS OS DIAS

DESREGULADORES ENDÓCRINOS: A QUÍMICA DO DIA A DIA QUE ENGORDA E FAZ MAL

CRIANÇAS BRASILEIRAS ESTÃO ENTRE AS MAIS EXPOSTAS A DESREGULADORES HORMONAIS

siga brasile pinterest

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

siga brasile instagram

Você está no Instagram?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!