Pratos auto-laváveis para reduzir o desperdício de água e detergentes

Pratos auto-laváveis

Ao usá-los seria possível economizar milhares de litros d'água a cada ano. São os pratos auto-laváveis projetados pelo estúdio sueco de design Tomorrow Machine. Uma solução dupla: de um lado poupa a pessoa da tarefa de lavar pratos e da outra ajuda a reduzir o consumo de água e detergentes utilizados para este fim.

Os pratos são dotados de um revestimento especial projetado para imitar as folhas da planta de lótus. Desta forma, qualquer sujeira ou líquido simplesmente "escorrega" do prato. Em vez de usar litros d'água para lavar a louça depois das refeições, basta jogar fora os resíduos de alimento diretamente do prato para a composteira ou para o lixo orgânico.

Qual é o material "secreto" que permite tudo isso? Trata-se de um revestimento constituído de uma cera dissolvida à elevadas pressão e temperatura, que repele a água, o óleo e a sujeira.

O protótipo deste prato foi feito para demonstrar a qualidade deste novo material à base de celulose desenvolvido por Innventia, leve mas forte, e que pode ser moldado em superfícies duplamente curvadas.

"O produto não só poupa os recursos durante o processo de produção, mas também em todo o seu ciclo de vida, sem necessidade de água e produtos químicos para mantê-lo limpo", dizem os designers.

A polpa da celulose vem primeiramente dividida em folhas, depois prensada em um molde quente. Daí o material se torna como uma cerâmica mas com algumas vantagens: é leve e não se quebra caso caia ou se bata, assegura Hanna Billqvist, uma das idealizadoras. Mas é uma tecnologia ainda em fase de desenvolvimento, e não está pronta para ser colocada no mercado. A equipe sustenta que o revestimento é bom para o ambiente também porque reduziria a emissão gerada pelo aquecimento da água utilizada para lavagem além do uso do detergente.

Fonte foto: TomorrowMachine Facebook