"Pessoa" dentro de um saco de lixo causa comoção nas ruas de Londres

Left Out Maxwell Rushton

Enquanto hoje ficamos sabendo que 52% dos ingleses votaram no plebiscito a favor da saída do Reino Unido da União Europeia, vamos mostrar um vídeo que conta sobre a reação dos londrinos diante de uma obra de arte muito inusitada.

Dizem os especialistas que o Reino Unido votou pelo Brexit (Britain exit) por várias razões, econômias mas também sociais. A Europa vive uma crise causada pela imigração de refugiados de guerras, e de outras situações de calamidade, principalmente vindos da Síria.

Como sabemos, o velho continente é berço dos direitos humanos e não se pode voltar atrás das grandes conquistas que se conseguiu neste campo até aqui mas, pelo que se pode interpretar com o resultado do plebiscito, o povo britânico estaria muito incomodado com os imigrantes, pessoas que, no imaginário coletivo, tirariam postos de trabalho do povo britânico ou acabaria mesmo pelas ruas das cidades se o governo pudesse deixá-los às suas próprias sortes.

Mas será mesmo que ninguém se importa com a vida humana e que o egoísmo agora tende a vencer?

Pelo que se vê no vídeo abaixo, não é bem assim.

Na Left Out Project de Maxwell Rushton o que se vê é muita comoção. Trata-se de uma instalação onde sacos de lixos parecem conter uma pessoa dentro. “Me faz pensar sobre a situação dos sem teto” diz um transeunte. Mas claro, muita gente passa pelo saco e nem liga, devem ter pensado que se trataria apenas de mais um desgraçado no mundo, enquanto tantas outras pessoas tentam ajudar e se abaixam para tocar a “pessoa”, que é na verdade uma estátua.

No fundo no fundo todos entendem a mensagem: nós vemos as pessoas em condição de rua como lixos, diz outro transeunte, pessoas que enfeiam e sujam a cidade.

O que você achou dessa obra? Saiba mais sobre este artista clicando aqui.

Leia também:

PROJETO VISA OFERECER TRABALHO ÀS PESSOAS EM SITUAÇÃO DE RUA

À MESA COM DIGNIDADE: UM RESTAURANTE QUE OFERECE REFEIÇÃO ÀS PESSOAS EM SITUAÇÃO DE RUA

DIA MUNDIAL DO REFUGIADO 2016: MOSTRE SEU APOIO

Fonte e foto: Maxwell Rushton