Vídeo muito legal protagoniza campanha para deixar o carro em casa

Está na internet um vídeo excelente, de grande criatividade, feito pelo Ministério do Interior da Espanha, buscando incentivar a população espanhola a deixar seus veículos em casa. Mesmo sendo na Espanha, a realidade exibida no vídeo é totalmente similar ao que acontece nas grandes metrópoles brasileiras. Começamos a semana de mente leve por conta do descanso do final de semana, mas, com o passar dos dias, as coisas vão ficando feias.

O estresse, porém, não acontece por conta de um dia ruim no trabalho ou na escola, mas sim por conta de fatores que ocorrem no trânsito, quando optamos por nos deslocar de carro.

O trajeto

Tudo começa, literalmente, no início. Assim que o protagonista, um senhor de meia idade que acorda cedo para trabalhar, retira o carro da garagem e quase bate no automóvel do vizinho que faz o mesmo. Em seguida espera um senhor de idade atravessar na faixa, como é de seu direito, para depois prosseguir.

Quer dizer, prosseguir é força de expressão, pois o trânsito nas vias principais está completamente parado (alguma semelhança com as vias daqui?), e, por fim, encara a luta de sempre para conseguir uma vaga para estacionar. Tudo na paz e na calma.

Mas a rotina se repete todos os dias e o homem paciente dá lugar a uma pessoa estressada, briguenta e infeliz. Até que, no clímax do vídeo, com o protagonista “brigando” com o motorista que sempre lhe rouba a vaga do estacionamento no trabalho, surge um ciclista que passa tranquilamente por todo o caos urbano que o protagonista enfrenta todos os dias.

A campanha encerra com a seguinte mensagem: “Todos os dias é o mesmo dia. É hora de mudar. Ande de bicicleta, a pé ou com transporte público e use o carro somente quando realmente necessário”.

O protagonista fica espantado e com inveja da cena em que o ciclista segue com caminho livre rumo ao seu destino.

O exemplo

Aqui no Brasil, o brilhante escritor Nelson Rodrigues criou a expressão “complexo de vira-lata”. Isso porque ele acreditava, corretamente, que o brasileiro pensa que tudo o que é feito lá fora é melhor do que o que é feito por aqui.

É até costumeiro observar brasileiros usando exemplos lá de fora para criticar os políticos principalmente.

Agora, algumas políticas públicas surgem no país em concordância com o que é feito lá fora, nos países de primeiro mundo, e muitos reclamam afirmando uma incompatibilidade com a “cultura brasileira” e a topografia do Brasil. Uma vergonha e demonstração total de conveniência. Escolho o que me apetece e descarto o restante.

Tomara que este vídeo ajude a mudar o Brasil e o mundo a deixar o carro em casa para trabalhar e na hora de ir à padaria a poucos metros de casa, como acontece em alguns lugares onde o cidadão não consegue sair de casa para comprar pão sem utilizar o automóvel.

Leia também:

COMO SERIA O MUNDO SEM CARROS?

USP REVELA COMO O DESLOCAR-SE NAS CIDADES IMPACTA NA SAÚDE

COM FRAUDE, VOLKSWAGEN PODE TER CONTRIBUÍDO COM 1 MI DE TONELADAS EM POLUIÇÃO ATMOSFÉRICA

Fonte foto: youtube