©Daniel Eledut/Unsplash

Amazon sufoca o meio ambiente: 270 mil toneladas de lixo em 2020

Amazon sufoca o meio ambiente: 270 mil toneladas de lixo em 2020

Em virtude da pandemia, o comércio online aumentou vertiginosamente. E paralelo a isso,  intensificou-se o uso das embalagens, inclusive plásticas, o que não é nada bom para o meio ambiente, já que esse material é um dos maiores resíduos poluentes em nosso planeta.

Para se ter uma dimensão de como o comércio online contribuiu para o aumento das embalagens plásticas, temos o exemplo da gigante Amazon, que só em 2020 gerou 270 mil toneladas de plástico, usado para embalar seus produtos.

Relatório sobre aumento do plástico

De acordo com a análise da Oceana, uma ONG de conservação dos oceanos, a Amazon produziu 29% a mais de plástico em um ano, em comparação com a estimativa de 2019.

A Amazon ultrapassou as vendas totais, em comparação ao Walmart, outro maior varejista do mundo, depois da China. Por isso, é de vital importância que a Amazon reduza as embalagens plásticas.

Para acessar o relatório completo da Oceana, entre ->AQUI

Prejuízos para toda a biodiversidade

Esses dados são alarmantes pois as embalagens de plástico prejudicam toda a vida marinha e a biodiversidade da Terra.

Os animais confundem plástico com comida porque simplesmente o lixo na água acaba ficando com o  cheiro de mar. Mas não é somente os animais marinhos que são prejudicados ao se alimentarem e se sufocarem com o plástico.

Aves e outros animais terrestres acabam entrando nesse ciclo tóxico, inclusive o homem ao comer peixe e sal marinho.

O problema tampouco acaba aqui. Os resíduos químicos do plástico ficam no ambiente e prejudicam toda a biodiversidade. Só não se sabe o quanto mas, por exemplo, acredita-se que o microplástico presente nas areias das praias ajudem a esquentar a areia, e faz com que nasçam mais tartarugas-marinhas fêmeas que macho.

Campanha para Amazon reduzir o lixo plástico

Embora a Amazon tenha implementado iniciativas para reduzir o impacto de suas atividades no meio ambiente e as emissões de gases de efeito estufa, o tipo de embalagem usado por esta empresa, o filme plástico, é pouco aceito pelos principais programas de reciclagem.

Com isso, esse material acaba indo para os aterros de lixo; sendo incinerado, gerando poluição na atmosfera; ou  levados pelo vento, chegando aos oceanos. Dessa forma, para evitar tudo isso, é necessário mais ações por parte desta empresa.

Para que a Amazon considere reduzir o plástico de suas embalagens, a Oceana está fazendo uma campanha com uma mensagem direcionada a Andrew R. Jassy, empresário americano e CEO desta empresa, a fim de que ele tome as devidas providências para reduzir o uso do plástico em suas embalagens.

Para apoiar a campanha: “Diga a Amazon: Dê-me uma opção de embalagem sem plásticos para nossos oceanos”, entre ->AQUI e envie essa mensagem, também.

Vídeo sobre a poluição do plástico

Este vídeo do canal Oceana, mostra o enorme problema da poluição por plástico causado pela Amazon.

Observação: para ver as legendas em português, clique no botão de configuração e ative tradução automática.

A cada minuto, 1 caminhão com plástico no oceano

É extremamente necessário encontrar alternativas ecológicas ao plástico, pois a cada minuto, vai parar no oceano, o equivalente a um caminhão de lixo cheio de plástico!

É preciso agir antes que a Terra seja sufocada por esse material, se é que já não está!

Conheça as alternativas ao plástico, em:

Caroço de abacate vira plástico biodegradável que se degrada em 240 dias  

Estes canudos ecológicos feitos de cana se decompõem em apenas 15 dias

Primeira bicicleta ecológica, feita de plástico reciclado, é inventada no Brasil

O fim do lixo: um plástico vegetal resistente para embalar bebidas e alimentos

Supermercado substitui embalagens plásticas por folhas de bananeira

USP cria plástico biodegradável, transparente, permeável e resistente, feito de mandioca

Este supermercado tem um departamento totalmente sem plástico. O primeiro do Reino Unido

Gostou? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on tumblr
Share on reddit
Share on pinterest

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *