Revoltante: Visitantes de zoológico que jogam cigarro para Chimpanzés fumarem

Zoológicos são como prisões para os animais. Nesses locais, além dos animais ficarem confinados, serem explorados e perderem o contato com sua essência natural, também são forçados a servir de diversão para aqueles que frequentam o zoológico.

Longe de seu habitat natural, estes animais não têm a mesma vivacidade e liberdade. Em cativeiro, muitos animais desenvolvem comportamentos compulsivos, depressivos e até neuroses.

Por vezes, para servir ao entretenimento humano, estes animais são submetidos à tortura e treinamentos cruéis. 

Quem frequenta zoológicos contribui com o sofrimento e com a exploração desses animais.

Agora veja um exemplo do prejuízo que os zoológicos trazem ao animais, com um fato que ocorreu há alguns anos, na Coréia do Norte, como relatou o ANDA, no Hefei Wildlife Zoo, na província de Anhui, leste da China, que tem cerca de 2.000 animais, como pássaros, pandas, elefantes indianos e leopardos, além de outros. 

Os visitantes do Hefei Park podem alimentar os animais, além de assistir a shows e apresentações com atrações que envolvem o adestramento deles, ou seja, os animais servem de diversão diária para o público que frequenta o zoológico.  

Neste contexto, um visitante do zoológico jogou um cigarro no recinto de uma chimpanzé fêmea, e ela pegou o cigarro e ficou fumando.

O acontecimento serviu de atração para o público, que encarou o fato como diversão, e até gargalhava da cena.

Fazendo parte dos expectadores desta cena, além de adultos, haviam crianças vendo este péssimo exemplo de desrespeito à vida animal.  

A cena foi filmada e o vídeo foi publicado nas redes sociais, causando revolta e indignação dos que defendem os animais.

Um funcionário do zoológico, que não quis ser identificado à época, declarou que tem visitantes que costumam jogar cigarros no cativeiro do animal e que é difícil controlar isso, devido ao grande número de frequentadores do zoológico.

O zoológico recebe milhares de turistas todos os dias e só existem cerca de 100 funcionários trabalhando no local.

A chimpanzé que foi filmada fumando, tem por volta de 15 anos e se chama Wan Xing. Ela vive com seu pai e o seu “marido”. Inclusive, o “marido” de Wan Xing, que se chama Yang Yang, tentou desesperadamente fugir do zoológico usando um bambu de uma árvore, mas foi apreendido.

Mas infelizmente esse é só um exemplo

Mais recentemente, o Daily Mail publicou um vídeo chocante relatando a triste situação de uma primata de 28 anos, chamada Jiaku. A chimpanzé é viciada em cigarro há cerca de 16 anos, depois de ter aprendido a tragar em um circo de animais em Pequim. Depois de ter sido transferida a um zoo, ela continuou com o vício.

E não é só na China que absurdos como este acontecem. Esse ano, no Brasil, em Sorocaba, interior de São Paulo, um jovem foi flagrado dando cigarro a um chimpanzé em um santuário de primatas.

Deu para perceber com esses exemplos, as vicissitudes e adversidades que os animais passam nesses locais. Não tem nada de divertido assistir animais em circos ou ver animais confinados em zoos! Boicote! Não contribua para a continuidade de qualquer tipo de exploração animal.

No caso do santuário, faltou consciência do jovem, mas até mesmo os santuários são questionáveis em termos de bem-estar animal. É preciso ver cada caso em particular: como são tratados os animais, e se existe realmente a necessidade de confiná-los (por exemplo, pela preservação da espécie).

Divertir-se com a tristeza dos animais só aumenta a frieza e a indiferença no ser humano.

Talvez te interesse ler também:

QUAL É O PREÇO QUE OS ANIMAIS PAGAM PELA TUA DIVERSÃO? ZOOS, AQUÁRIOS, CIRCOS E MUITO MAIS

MACACA TENTA ESCAPAR DO ZOOLÓGICO QUEBRANDO O VIDRO COM UMA PEDRA

BEE, A PRIMEIRA ABELHA INFLUENCER, QUE TENTA SALVAR SUA ESPÉCIE FAZENDO SELFIE NO INSTAGRAM

Professora, alfabetizadora, formada em História pela Universidade Santa Cecília, tem o blog A Vida nos fala e escreve para GreenMe desde 2017.