©UtopiaSisterHua/CBS News

5000 pets encontrados mortos em empresa de transporte. Um comércio que muita gente sustenta

Coelhos, porquinhos-da-índia, cães e gatos. Pets que estavam sendo transportados de um lugar a outro, para serem entregues a pessoas que financiam o rico e cruel comércio de animais de estimação.

Em uma estação de logística para entrega de mercadorias, pelo menos 5.000 animais de estimação foram encontrados mortos na China na semana passada. Conforme informou a CBS News, os bichinhos foram encontrados em caixas de papelão, provavelmente vítimas de uma falha de comunicação da empresa.

Deixados à própria sorte por volta de uma semana, sem água e alimento, apenas com um pequeno orifício feito nas caixas para respirarem, poucos deles resistiram.

A China proíbe o transporte de animais vivos em embalagens normais, então as autoridades locais abriram investigação sobre o caso.

Mas é muito provável que os animais tenham sido comprados online. Muita gente compra pets como se fossem mercadorias, e não pensam nem na origem dos animais, nem na maneira pela qual eles chegariam aos seus “donos”.

Todo o comércio de animais, de estimação ou selvagem que sejam, envolve crueldade simplesmente porque estes seres sencientes são tratados desde sempre como mercadorias.

Pense um milhão de vezes antes de comprar qualquer animal que seja. Adotar é sempre a solução mais ética e responsável.

ATENÇÃO: o vídeo contém imagens fortes, não recomendável para pessoas sensíveis:

Talvez te interesse ler também:

Tráfico de animais, um crime perverso sustentado por você!

Ouriço-terrestre: apesar de ameaçado de extinção, cresce o interesse pela domesticação do animal

Adoção responsável: o que é importante saber antes de levar o animal

Sobre Daia Florios

Daia Florios
Ingressou no curso de Ecologia pela UNESP e formou-se em Direito pela UNIMEP. É redatora-chefe e co-founder de GreenMe Brasil.

Veja Também

Animais, pedras e conchas: da praia nada se toca e nada se leva. É crime!

Quando se vai à praia, a primeira coisa que se deve ter em mente é …