No Dia do Meio Ambiente: desmatamento no Sítio Histórico e Patrimônio Cultural Kalunga

Hoje, quando se comemora o Dia Mundial do Meio Ambiente, é preciso reforçar a luta pela preservação ambiental.

A Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad) do estado de Goiás realizou uma operação para conter o desmatamento ilegal em uma área de mais de mil hectares (equivalente a mil campos de futebol) no Sítio Histórico e Patrimônio Cultural Kalunga, na Chapada dos Veadeiros, em Cavalcante (GO).

Uma denúncia foi feita ao Semad pela comunidade quilombola kalunga. As imagens da área desmatada são chocantes.

🌱🚨 O Governo de Goiás, por meio da Semad e com apoio da Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Contra o Meio Ambiente,…

Geplaatst door Semad Goiás op Donderdag 4 juni 2020

A delegada-adjunta da Delegacia de Meio Ambiente (Dema), Lara Melo Oliveira, que acompanhou a operação, disse que os criminosos ainda não foram identificados, informa o Correio Braziliense.

“A equipe está há dois dias no local fazendo imagens e verificação da área. As ações foram realizadas para instalação de atividade agropecuária”.

A secretária de meio ambiente, Andréa Vulcanis, comentou que:

“É inacreditável que, em pleno Século 21, nas vésperas do Dia Mundial do Meio Ambiente, tenhamos que agir para deter uma destruição desta magnitude. Foi uma ação que utilizou tratores e correntões, que arrasou uma área enorme e biodiversa. Em pouco tempo, um local absolutamente preservado, virgem, que a natureza construiu durante milhões de anos, foi destruído de forma covarde”.

Local histórico

O Sítio Histórico e Patrimônio Cultural Kalunga é parte do patrimônio histórico e cultural brasileiro. Nele habita o povo quilombola Kalunga, uma comunidade de negros originalmente formada por descendentes de africanos escravizados que fugiram do cativeiro e organizaram um quilombo na Chapada dos Veadeiros, nordeste de Goiás.

Toda essa área onde eles vivem foi reconhecida oficialmente pelo governo de Goiás como Sítio Histórico e Patrimônio Cultural Kalunga. No município de Cavalcante, que abriga cerca de 60% da área total da Chapada dos Veadeiros, vivem cerca de 20 comunidades Kalungas.

Talvez te interesse ler também:

Elefanta grávida come abacaxi cheio de bombas e morre. Artistas prestam homenagens emocionantes

Pretos no ENEM: ajude um estudante negro que não pode pagar a taxa de inscrição para o exame

Extração ilegal de areia no Rio de Janeiro: um crime fácil e super lucrativo

Sobre Gisella Meneguelli

Gisella Meneguelli
É doutora em Estudos de Linguagem, já foi professora de português e espanhol, adora ler e escrever, interessa-se pela temática ambiental e, por isso, escreve para o GreenMe desde 2015.

Veja Também

Madeira ilegal e glifosato em esquema de escravidão moderna em MG

De acordo com o Ministério Público do Trabalho, conforme publicação em sua página no Instagram, …