Pretos no ENEM: ajude um estudante negro que não pode pagar a taxa de inscrição para o exame

Protestos antirracistas vêm tomando conta das ruas dos Estados Unidos por causa da morte de George Floyd. Mas também em Londres e Paris manifestantes vêm dando seus gritos de Basta Racismo. A pauta do momento é a racial agora também no Brasil, com a morte do menino Miguel. Essa pauta precisa ser encarada de uma vez por todas, pois temos um problema civilizatório para resolver. E não é de hoje.

As cotas existem mas o problema do ingresso dos negros no ensino superior, e na sociedade, ainda persiste porque o racismo persiste, ademais é institucionalizado.

Contudo, alguma coisa parece estar se movimentando e todos podemos contribuir para o fim dessa crise de valores humanos.

Pretos no ENEM

Você já ouviu falar do Pretos no ENEM? Trata-se de um movimento que é uma alternativa para estudantes negros que não podem pagar a inscrição para o Exame Nacional do Ensino Médio.

O ENEM tornou-se uma das principais formas de ingresso no ensino superior. No entanto, o percurso para chegar a fazer a prova ainda é complicado para muitas pessoas. Embora seja uma prova consolidada e abrangente, ainda é necessário pagar uma taxa de inscrição para fazer o vestibular.

Atualmente, a taxa está em R$ 85,00. Por isso, além da isenção, que pode ser solicitada em alguns casos, existem iniciativas bem interessantes para auxiliar nesse processo. Uma delas é voltada especificamente para pessoas negras.

O Movimento Pretos no ENEM nasceu do desejo de facilitar esse acesso.

A ideia é viabilizar o pagamento das inscrições do ENEM para pessoas negras, de modo a servir como ponte entre pessoas que precisam e quem pode pagar.

Como participar

Para se inscrever para conseguir o pagamento da taxa, basta mandar uma mensagem via Instagram, juntamente com o boleto. Depois é só aguardar um dos voluntários fazerem esse pagamento.

quem tem interesse em ajudar, pode se inscrever no link da bio do Instagram, preencher um formulário simples e esperar.

A grande chave para o sucesso do projeto é a confiança mútua. Se você pode ajudar ou precisa de ajuda, acesse o link Pretos no ENEM.

Talvez te interesse ler também:

A pauta racial precisa ser encarada. Temos uma crise civilizatória para resolver

#Somostodosantifascistas: mas, afinal, o que é o fascismo?

O comovente abraço entre um policial e uma manifestante durante os protestos (VÍDEO)

Ingressou no curso de Ecologia pela UNESP e formou-se em Direito pela UNIMEP. É redatora-chefe e co-founder de GreenMe Brasil.