Os Ensinamentos e a Simbologia da CORUJA

  • atualizado: 
CORUJA

Cada animal tem sua essência e nos ensina através da expressão da sua Natureza. Com a coruja podemos aprender muitas coisas, ao observá-la e refletirmos sobre o seu comportamento e forma de viver. Vamos conhecer um pouco mais sobre este lindo animal, misterioso e fantástico. A coruja é mesmo uma ave fascinante!

A coruja é uma ave noturna, que enquanto todos dormem, ela fica bem acordada, atenta aos mistérios da noite.

Podemos tomar seu exemplo como lição para nos lembrar da importância de estarmos despertos e decifrarmos o que se oculta em nossa escuridão ou nos mistérios da Vida.

Por todas as qualidades e habilidades da coruja, sua imagem é associada ao que é oculto e à alta percepção, pois, ela ao vagar pela noite, se guia pela claridade da Lua, iluminada pelo Sol e por cada movimento, que não deixa escapar à sua atenta observação.

A coruja nos ensina a ver todos os lados de uma situação, pois ela é capaz de girar com sua cabeça e ver tudo que está ao seu redor.

Se seguirmos a conduta da sábia coruja, compreenderemos a importância de ter foco, saber ouvir e enxergar com muita atenção e observação, pois, isso é o poder que a Coruja expressa, ela não é de atacar, sua força está em observar e agir!

Esta ave fascinante nos dá lição de humildade, pois, ela não voa alto, mas voa longe.

Para saber mais sobre o significado da simbologia da coruja, vamos abordar neste artigo os seguintes aspectos:

1. A coruja e seus diversos significados

  • nos sonhos;
  • no Xamanismo;
  • no Ocultismo e na Alquimia;
  • na Mitologia Grega;
  • nas diversas comunidades;
  • e no Esoterismo.

2. A representação da coruja nas diversas culturas

3. Conclusão

 coruja 2

A CORUJA E SEUS DIVERSOS SIGNIFICADOS

Em diversas Culturas e aspectos de nossas Vidas, desde a Ancestralidade até os dias de hoje, a coruja, como símbolo, possui vários significados e expressa vários ensinamentos.

A postura e o comportamento da Coruja na Natureza nos remete ao uso da Intuição, reflexão e inteligência.

Nos SONHOS

O arquétipo da coruja em sonhos, por conta dos aspectos associados à ela e já descritos anteriormente, está relacionado e significa:

  • sabedoria;
  • êxito;
  • escolhas inteligentes;
  • poder de discernimento
  • e capacidade para decifrar mistérios.

É importante salientar que o significado do sonho, pode ter distintos significados, variando de pessoa para pessoa, conforme os elementos e circunstâncias envolvidos no sonho, exigindo maior análise e reflexão por parte de quem teve o sonho.

coruja 3

No XAMANISMO

Nas tradições Xamânicas, a coruja é tida como símbolo da morte, e está relacionada à Transcendência e à Transformação.

A Coruja, como totem xamânico evoca uma série de associações:

  • percepção;
  • mistério;
  • inteligência;
  • perspicácia;
  • observação;
  • poderes transcendentais;
  • revelação, entre outros.

Na prática do Xamanismo utilizar imagens mentais ou fotos de coruja, nos ajuda a desenvolver qualidades atribuídas à essa ave e que temos em nós, mas, estão adormecidas ou enfraquecidas. 

No OCULTISMO e na ALQUIMIA

Os ocultistas da Antiguidade e Alquimistas Medievais associavam a Coruja como símbolo das ciências ocultas e práticas de magia.

Na MITOLOGIA GREGA

Atena, a deusa da sabedoria e da guerra, segundo a mitologia Grega, era uma grande admiradora dessa ave e por isso possuía uma Coruja de estimação que lhe acompanhava, sempre em seu ombro, revelando-lhe mistérios e verdades ocultas.

Nas diversas COMUNIDADES

A coruja é usada como símbolo e utilizada como ícone para representar diversas comunidades: a dos escoteiros; e a dos cursos universitários de Filosofia, Pedagogia e Letras.

No ESOTERISMO

A coruja, desde a antiguidade, é utilizada como arquétipo e simbolo esotérico em várias Ordens Esotéricas: Maçonaria, Cabala, Gnosticismo, entre outras. 

coruja 4

A representação da Coruja nas diversas CULTURAS

Brasil: Na tradição guarani, o espírito Nhamandu, o criador, manifestou-se na forma de coruja para criar a sabedoria.

Austrália: os aborígenes acreditam que a coruja representa o espírito da mulher.

China: a coruja está associada ao relâmpago. Usar imagens de coruja em casa protege contra os raios.

Estados Unidos: a tradição dos índios norte-americanos, diz que a coruja mora no Leste, lugar de iluminação. Assim como a humanidade teme a escuridão, a coruja enxerga o breu da noite. Para eles, a coruja percebe com clareza, o que os humanos não enxergam, por isso, para os índios norte-americanos, a coruja tinha muito poder.

França: a coruja é o símbolo de Dijon, cidade francesa. Há uma escultura de coruja na Catedral de Notre Dame, e existe uma tradição que diz, que quem passa a mão esquerda nela ganha sabedoria e felicidade.

Grécia: os gregos consideravam a noite o momento propício para o pensamento filosófico. Por sua característica noturna, a coruja era vista pelos gregos como símbolo da busca pelo conhecimento. Elas faziam seus ninhos na Acrópole, e os gregos achavam que sua visão noturna vinha de uma luz mágica. As antigas moedas gregas (dracmas) tinham uma coruja cunhada no verso.

Inglaterra: a coruja branca servia para que os ingleses pudessem prever o tempo. Quando a ouviam guinchar, significava que iria esfriar, ou que uma tempestade, estava vindo.

Roma Antiga: no Império romano, ela era tida como símbolo da morte. Ouvir o seu pio era presságio de morte iminente. Para os romanos, as mortes de Júlio César, Augusto, Aurélio e Agripa, foram anunciadas por uma coruja.

CONCLUSÃO

Podemos dizer, através de todos aspectos abordados neste conteúdo, que a Coruja, merecidamente e comprovadamente, faz jus à ser considerada símbolo de Sabedoria, Espiritualidade e Consciência e, não é à toa, que nossa amiga coruja, desde a antiguidade, é utilizada como ícone da Filosofia, das Ciências Ocultas e do Conhecimento Universal!