Quais são os impactos do desmatamento no Brasil?

  • atualizado: 
desmatamento

Muita gente “tá nem aí” para questões ambientais, como o desmatamento por exemplo. Acreditam que o problema é dos índios, do povo do Amazonas, de Rondônia, do Acre, enfim, meio longe “da gente” do sudeste do Brasil.

Mas a redução das florestas causada pelo desmatamento é um problema sim, que afeta a todos sim! Seus impactos vão muito além da região onde as florestas estão e atingem não somente o Brasil como um todo, mas o planeta inteiro.

Veja 10 impactos que o desmatamento causa:

1. Violência

Por estranho que possa parecer, o desmatamento fomenta a violência no campo dado que, no Brasil, o uso produtivo de terras dá direito à sua posse, à sua propriedade. Portanto, se desmata para produzir e garantir terras mas, isso tudo, infelizmente, de maneira nada pacífica por conta dos conflitos de interesses entre os povos da floresta, os posseiros e os grileiros. Estudos indicam que as cidades onde há mais desmatamento, há mais homicídios também.

2. Escassez de chuva e seca

Você acha que a falta d’água vem de onde? A Amazônia influencia o regime de chuvas no Brasil. “A floresta amazônica atrai a umidade evaporada pelo oceano e cria correntes de ar que transportam essa umidade em direção ao Centro-Oeste, Sudeste e Sul do Brasil”, explica Fábio Olmos membro da Rede de Especialistas em Conservação da Natureza, com base em estudos que demonstram que somos totalmente dependentes da Amazônia na questão segurança hídrica nacional.

3. Menos trabalho

Não apenas à natureza o desmatamento causa danos. O seu impacto se dá também nos níveis sociais e econômicos da sociedade. Basta pensar nas atividades associadas à preservação ambiental que geram emprego e renda aos povos que vivem perto das florestas.

4. Calor

À cada verão, a sensação é a de que o mundo está pegando fogo. E tá mesmo!

A temperatura média do planeta está aumentando e batendo recorde atrás de recorde: está cada vez mais quente em relação ao período antes da era industrial. O desmatamento é uma das causas do aumento de emissão de dióxido de carbono, o CO2, na atmosfera (também batendo recorde) que por sua vez causa o efeito estufa e aumenta o aquecimento global. Imagina sem áreas verdes como isso ficaria…

5. E o desmatamento só aumenta

Apesar da sensação térmica infernal que até os políticos sentem, o Brasil não está reduzindo o desmatamento apesar de há 10 anos termos conseguido reduzir a derrubada de árvores na Amazônia em até 83%. A boa estrada tomou outro rumo em 2016 quando as taxas de desmatamento voltaram a subir. Uma das causas seriam as mudanças do Código Florestal Brasileiro que estão anistiando os desmatadores.

6. Desmatamento Zero

O Brasil prometeu zerar em até 2030 o desmatamento ilegal na Amazônia durante a Cop21, o Acordo de Paris, mas, como acabamos de ver acima, nosso país não está cumprindo o acordo e não está colaborando para a contenção do aumento da temperatura sob o teto de 1,5° - 2 °C acordado.

7. Doenças

Febre amarela e desmatamento? Tudo a ver! A floresta também regula, além do regime de chuvas, clima, etc, a proteção das espécies nela contida. Surtos de doenças como a febre amarela por exemplo, têm a ver com o desmatamento que provoca desequilíbrio neste habitat.

8. Mais carne na mesa...

Seria um impacto bom se não fosse prejudicial. A pecuária é o maior motivo de desmatamento em nossa floresta amazônica. Veja só, dados da FAO, a Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura, afirmam que 80% do desmatamento está ligado à pecuária, ou seja, à conversão de terras saudáveis em lugares para o gado pastar! Sem falar que além disso, o próprio gado emite gases de efeito estufa, piorando ainda mais a situação.

Mais carne na mesa = menos natureza!

9. A política do agronegócio

Esta vem se dando sempre bem no toma-lá-dá-cá que caracteriza nosso sistema político. Quem prioriza o agronegócios não pode priorizar a conservação da natureza por uma simples questão basilar divergente. Nossos políticos não estão nem aí, barganham a natureza de todos em detrimento de poucos. Basta ver as últimas propostas do governo em reduzir a dimensão ou até mesmo em excluir áreas previamente protegidas através de Medidas Provisórias insconstitucionais.

10. Mais desmatamento = menos beleza

E por último vamos falar de um impacto que parece, mas não é menos importante: mesmo que o desmatamento não causasse mal à nossa saúde com doenças, calor, seca, escassez de alimentos, etc, o desmatamento interfere também na questão beleza deste país tropical que, dizem, é abençoado por Deus.

O desmatamento causa a perda da nossa linda e rica biodiversidade, dos nossos tons de verde, azul e amarelo, faz de nós um país árido, pobre, violento e feio!

amazonia sos

Os dados contidos neste post foram gentilmente fornecidos por Carlos Nobre, Carlos Eduardo Young, Fábio Olmos e Marcelo Dantas que fazem parte da Rede de Especialistas de Conservação da Natureza, constituída em 2014 por iniciativa da Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza.