Como plantar gengibre e ter sempre em casa esse remédio natural

O gengibre é uma raiz tradicionalmente cultivada no Oriente como condimento e erva medicinal. Na medicina oriental tradicional, o gengibre é usado para o alívio de sintomas respiratórios, menstruais, dores musculares e articulares e até para o tratamento de queimaduras. É uma erva quente, que traz calor ao corpo, sendo eficiente como escalda pés, compressas e chás. Como condimento, é muito agradável em raspas finas, em saladas cruas, doces e biscoitos, assim como, no tempero de carnes e peixes.

Como é de sabor muito ativo, recomenda-se usar em pouca quantidade. Para o seu uso medicinal, recomenda-se cuidado na dosagem pois, a sua ingestão excessiva poderá provocar, em algumas pessoas, incômodos estomacais e, em outras, elevação da pressão arterial. Cada pessoa é diferente, cada caso é único, então, teste sua sensibilidade antes de abusar do gengibre.

O seu cultivo em casa é muito fácil e vale a pena ter sempre gengibre à mão. Confira, a seguir, no passo a passo, as dicas que facilitarão seu cultivo e manutenção.

1. O gengibre se multiplica facilmente pelo rebrote da raiz, rizoma. Escolha um rizoma saudável, nem mole, nem velho ou enrugado e, se já tiver brotos verdes, melhor. O rizoma já brotado basta você dividir, deixando um brote por vaso, acima da terra.

2. Se o seu gengibre comprado ainda não tiver brotos verdes, deixe ele de molho por uma noite em água morna. Os brotos aparecerão.

3. Num vaso grande (o gengibre cresce horizontalmente), forre o fundo com pedras para fazer a drenagem e uma mistura de terra orgânica e adubo ou composto bem curtido, com uma parte de areia de rio. O importante é que você tenha um substrato rico em matéria orgânica e bem drenado, para não acumular água e apodrecer os rizomas.

4. Os rizomas brotados devem ser colocados neste vaso com os brotos para cima, aparecendo a pontinha.

5. Regue abundantemente com água de poço (o cloro das águas tratadas não são boas então, se você só tiver água tratada, deixe em repouso, em recipiente aberto, por 24 horas).

6. Ponha seu vaso de gengibre em local sombreado, quente (vai muito bem dentro de casa, perto de uma janela mas, não ao sol direto). Mantenha o solo úmido. Regue com frequência, especialmente depois dos botões aparecerem mas, não deixe a terra do vaso ficar encharcada. Em poucas semanas você já verá as folhas surgirem e, em 3 a 4 meses, já poderá colher seus rizomas para uso, sem estragar a planta. Para isso você deve revirar, com a mão, a terra, para encontrar os rizomas maduros. Só corte a quantidade que vai precisar e cubra de novo com a terra, o que fica.

Aproveite o seu próprio gengibre com a variedade de receitas e as indicações para uso que seguem abaixo:

Leia também:

SUCO DE LIMÃO E GENGIBRE: DÁ ENERGIA, EMAGRECE E REFRESCA

GENGIBRE: TODAS AS PROPRIEDADES E VÁRIOS MODOS DE USÁ-LO

Fonte fotos: shutterstock