Pomada Caseira tipo Vick: 3 receitas

  • atualizado: 
Pomada Caseira tipo Vick

A grande maioria das pessoas conhece aquela pomadinha transparente, com cheirinho de cânfora e eucalipto, usada desde o tempo de muitas mamães e vovós para descongestionar nariz entupido e aliviar os sintomas de gripes e resfriados, certo?! 

Isso mesmo, hoje vamos falar da tradicional pomadinha Vick Vaporub! Vamos saber mais sobre o que é (para quem não conhece), como usar, quando usar e quando não usar também… E o melhor: quer aprender a fazer a versão caseira dela?! Então, acompanhe este artigo e veja como é simples!

Um pouco do que é o Vick

A pomada Vick Vaporub é um descongestionante e vaporizante que surgiu em 1885 quando tinha o nome de Vick Garupa Magia. O nome comercial dado pela empresa Procter & Gamble, surgiu em 1898 sendo veiculada nas rádios e almanaques da época.

Ela é composta por mentol, cânfora e óleo de eucalipto, pois a mistura desses ingredientes ajudam a desentupir o nariz, alivia os sintomas de gripes e resfriados, acalma a tosse, descongestiona o peito, e promete eliminar as dores no corpo.

Cuidados com o uso

O próprio fabricante indica a utilização da pomada da seguinte maneira:

  • Para aliviar os sintomas da gripe: massagear uma fina camada no peito para acalmar a tosse; no pescoço para que o vapor seja inalado melhorando a respiração; e nas costas para aquecer e promover uma sensação de relaxamento e bem estar.
  • Também é possível fazer inalação colocando 2 colheres de chá de Vick Vaporub em uma vasilha com meio litro de água quente. Misture e inale os vapores.

Segundo o fabricante, o alívio para os sintomas da gripe se dá em 5 minutos.

A única contraindicação é com relação às crianças menores de 2 anos.

Recomenda-se a utilização de Vick Vaporub em crianças acima de 2 anos e em adultos, desde que em ambas as faixas não sejam apresentadas alergias aos componentes da fórmula.

Uma outra orientação do fabricante é para que se utilize apenas em massagens, conforme citado acima e na inalação, NUNCA introduzir o produto nas narinas e também não ingerir.

Por se tratar de um medicamento, seu uso deve ser feito com o consentimento de um médico. E para todo e qualquer medicamento, sempre é recomendado ler a bula antes.

Como fazer pomada tipo Vick em casa? - 3 receitas

O que já era bom, ficou ainda melhor! Sabemos que o processo de fabricação da maioria dos medicamentos envolve a utilização de alguns componentes químicos ou tóxicos que podem prejudicar nosso organismo ao longo da vida.

Por isso, buscamos sempre aprender mais sobre as opções naturais e caseiras com ingredientes simples que podem ser adquiridos tanto na natureza, quanto em lojas de produtos naturais, além de serem super fáceis de fazer!

É o caso destes 3 vídeos que separamos para aprender formas diferentes de produzir a pomada Vick em casa:

1º vídeo - “Pomada descongestionante caseira #vickvaporub”

Nesse vídeo da Rúbia Rubita, além de gripes e resfriados, ela indica o Vick caseiro para tratar dores de cabeça, dores musculares e para relaxar fazendo massagem na sola dos pés.

Além disso, ela dá uma dica valiosíssima para quem sofre com espinhas! Isso mesmo, o Vick caseiro também ajuda a secar as espinhas!

Por isso, vamos aos ingredientes da receita de Vick feita pela Rúbia:

  • ½ xícara de óleo de côco;
  • 2 colheres de sopa de cera de abelha;
  • 20 gotas de óleo essencial de hortelã;
  • 20 gotas de óleo essencial de eucalipto;
  • 10 gotas de óleo essencial de alecrim.

O modo de preparo é bem simples: em uma tigela de vidro, coloque o óleo de côco e a cera de abelha, derreta em banho maria e depois que estiver derretido, acrescente os outros ingredientes e pronto!

Coloque a mistura em um potinho de vidro e use como de costume. A validade é de até 2 anos, segundo ela.

Confira o vídeo desta receita:

2º vídeo - “Descongestionante nasal caseiro”

Este outro vídeo, do Diego Monroe, é bem curtinho, mas é bem explicado e muito mais simples, pois leva apenas 3 ingredientes:

  • 50 g de vaselina sólida em temperatura ambiente;
  • 4 g de cânfora refinada ralada;
  • 35 gotas de óleo de eucalipto puro.

Para preparar é só misturar tudo em um pote e transferir para um frasco ou potinho menor, limpo e esterilizado. Depois de preparar a pomada, Diego dá suas dicas de uso para potencializar seus efeitos tanto no uso próprio quanto na casa, como repelente e como presente de alguém que se preocupa com o bem estar do próximo!

Confira:

 

3º vídeo - “Aprenda a fazer o Vick Vaporub em casa”

Este último vídeo é do canal “Saúde no corpo” e não tem imagens, apenas os textos do passo a passo e ingredientes para preparar o Vick caseiro. Porém é interessante pois eles falam do porquê preparar o Vick caseiro, uma vez que o tradicional leva em sua composição produtos químicos como a cânfora sintética, terebentina e petróleo que são nocivos para o corpo.

Neste vídeo são utilizados o óleo essencial de eucalipto e de hortelã-pimenta, que ajudam na limpeza das vias aéreas facilitando a respiração. Além disso, o óleo essencial de eucalipto pode ser usado para tratar bronquite, asma e tuberculose, por ser benéfico aos seios da face. Já o óleo essencial de hortelã-pimenta, além de limpar as passagens de ar, também limpa os fluidos do sistema linfático e regenera o sistema imunológico.

Assim como no vídeo da Rúbia, nesse aqui também é utilizado o óleo de côco e a cera de abelha que, conforme explica o vídeo, servem para dar consistência à mistura e fazer com que ela seja melhor absorvida pela pele e por mais tempo. Segundo o canal, aplicar óleo de côco no peito ajuda a fortalecer o sistema imunológico.

Para esta receita as medidas são as seguintes:

  • 30 gotas de óleo essencial de hortelã-pimenta;
  • 2 colheres de sopa de cera de abelha;
  • 30 gotas de óleo essencial de eucalipto;
  • ⅓ de xícara e 1 colher de óleo de côco;
  • 12 gotas de óleo de vitamina (opcional).

Para preparar também é muito simples: coloque a cera de abelha e o óleo de côco em uma panela e deixe-os em fogo baixo até misturar bem. Desligue o fogo e deixe esfriar por 1 minuto. Acrescente os óleos essenciais, misture e coloque em um recipiente com tampa.

 

Recomendações

Gostaram das dicas?

A última dica na verdade é um reforço de que, mesmo as versões caseiras não devem ser utilizadas em crianças menores de 2 anos e em pessoas alérgicas a algum dos componentes.

E como sempre recomendamos, antes de utilizar qualquer produto caseiro ou medicamento, consulte o médico para ver se está tudo bem e se o seu caso for simples como uma gripe ou resfriado, com certeza não haverá problemas em utilizar estas dicas.

Liberados pelo médico, escolham suas receitas e aproveitem! Esperamos que tenham gostado e até a próxima!