Os coalas estão sendo queimados vivos nos incêndios da Austrália: eles podem se extinguir em 30 anos

  • atualizado: 
colas Austrália incêndios

Os incêndios na Austrália estão matando centenas de coalas: os animais podem ser extintos em meados do século.

Uma coala fêmea foi encontrada queimada viva nas áreas de florestas australianas enquanto embalava seu filhote, milagrosamente ileso.

O animal estava sentado em uma árvore caída no interior da Costa Dourada e protegia seus filhotes das chamas que estão destruindo diferentes zonas do país. Essa foto se tornou a imagem símbolo dos incêndios na Austrália, que também estão devastando as florestas de eucalipto, onde vivem os últimos coalas.

Um incêndio se desencadeou no final de outubro, causado por um raio que atingiu uma zona particularmente seca das áreas arborizadas de Port Macquarie. Desde então, devido aos fortes ventos e ao clima seco, as chamas se espalharam de modo incontrolável por toda a floresta, destruindo mais de 2.000 hectares de terra.

Além das árvores, centenas de animais selvagens estão perdendo a vida nos incêndios, incluindo coalas, que morrem queimados vivos.

Embora as chamas também estejam atingindo as cidades e colocando em risco a população, os moradores não param de tentar salvar o maior número possível de animais, tirando-os das áreas queimadas e transportando-os para hospitais veterinários.

As instituições que cuidam dos animais, incluindo o Hospital Koala Port Macquarie, estão agora lotadas e precisam da colaboração de veterinários externos para poder resgatar todos os coalas que chegam gravemente feridos.

Os incêndios destruíram cerca de dois terços do habitat dos coalas no último mês, causando a morte de cerca de metade dos espécimes que vivem na reserva costeira de Port Macquarie. Os coalas que conseguem sobreviver trazem ferimentos graves, especialmente nas patas.

Para os coalas que ainda estão nos locais atingidos pelos incêndios, existe o problema da água. Muitos animais que sobrevivem às chamas morrem de desidratação porque lutam para encontrar água.

Por isso, o Hospital Veterinário de Port Macquarie lançou uma campanha de arrecadação para comprar e distribuir estações de rega automáticas, que ajudarão os coalas e outros animais selvagens a sobreviver.

Na Austrália, vivem entre 50 e 100 mil coalas, que habitam principalmente as florestas de eucalipto nas margens costeiras. Eles geralmente vivem durante 20 anos, carregando seus filhotes em uma bolsa e dormindo até 18 horas por dia.

Os coalas já são ameaçados pelas mudanças climáticas e pelo desmatamento que reduz seu habitat.

Esses incêndios devastadores, além de matarem diretamente centenas de espécimes, têm destruído para sempre o ambiente natural dos coalas e causarão um aumento ainda maior das temperaturas. Tudo isso levará a um perigoso declínio da população dos coalas, que podem ser extintos até a metade do século.

Talvez te interesse ler também:

VEM AÍ UM FUTURO DE INCÊNDIOS SEM CONTROLE, ADVERTEM ESPECIALISTAS

A ONÇA-PINTADA ESTÁ DESAPARECENDO POR CAUSA DO CAFÉ, DO CHOCOLATE E DE OUTROS PRODUTOS DO AGRONEGÓCIO

REVOLTANTE: VISITANTES DE ZOOLÓGICO QUE JOGAM CIGARRO PARA CHIMPANZÉS FUMAREM

siga brasile pinterest

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

siga brasile instagram

Você está no Instagram?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!