Queijo Vegetal Existe! Conheça Várias Opções Veganas para o Queijo

  • atualizado: 

O queijo é uma alimento muito apreciado pelas pessoas mas, enquanto elas se satisfazem com seu sabor, as vacas, seus bezerros e outros animais explorados pela indústria leiteira, como cabras e ovelhas, sofrem pela separação, forçada, da mãe e seu filhote.

O leite produzido por esses animais, para a amamentação de seus filhotes, é tirado deles, antes do tempo natural de desmamarem para a produção do queijo de origem animal.

Felizmente, muitas pessoas estão acordando para a realidade dos impactos prejudiciais que o consumo do leite, carne, ovos e seus derivados, trazem para os animais, agredindo a natureza deles.

Quem adere à uma alimentação vegana tem como objetivo primordial não colaborar com essa engrenagem industrial e comercial que lucra com a exploração e a morte dos animais.

A satisfação de não mais contribuir para o sofrimento dos animais é ainda multiplicada, pois, a alimentação passa a ser mais saudável.

Praticando o Veganismo, aprendemos a transformar os alimentos, de forma criativa e diversificada, uma verdadeira alquimia culinária!

Este é o caso do queijo vegetal.

Neste conteúdo, vamos conhecer os diversos tipos de queijos vegetais que podemos fazer em casa.

Para quem não tem muito tempo de cozinhar, já existem diversos queijos industrializados, e será apresentada uma lista deles.

Através de vídeos, serão ensinadas três receitas de queijo: queijo fresco de castanha, queijo de batata (mussarela) e queijo parmesão vegano.

Quem segue alimentação vegana ou tem intolerância à lactose, com a versão vegetal, pode comer queijo, sem problemas!

Não precisamo mais viver sem queijo!

Aqui veremos várias opções de queijo a fim de deixar os bezerros e, também, os cabritinhos, cordeirinhos e outros filhotes, vítimas da indústria leiteira, na santa paz deles!

Uma das coisas mais cruéis da pecuária é a separação da mãe de seu filhote para produção do leite e seus derivados (manteiga, queijo, iogurte, etc), apenas para saciar o paladar do ser humano.

Existem muitas alternativas de queijo vegetal, e para se chegar a melhor opção, de acordo com o gosto e o estilo de vida de cada pessoa, está matéria vem apresentar várias opções deste alimento, para que cada um possa encontrar o que mais aprecie e se adeque ao seu dia a dia.

O que iremos ver neste conteúdo:

1. Lista de matérias-primas para queijos vegetais
2. Opções de ingredientes para fazer Queijo Veganos fresco ou ricota
3. Receita de queijo fresco vegano, em vídeo
4. Receita de Queijo de batata (mussarela), em vídeo
5. Queijo Parmesão Vegano: principais ingredientes utilizados
6. Receita, em vídeo, de queijo parmesão vegano
7. O que é levedura nutricional
8. Lista de queijos vegetais industrializados - nível mundial
9. Principais marcas brasileiras de queijos veganos
10. A criatividade para produzir queijos veganos, cada vez mais, está aumentando

bezerro

1. Lista de matérias-primas para queijos vegetais

soja;
amêndoas;
amendoim;
castanha;
batata;.
mandioquinha;
mandioca;
Inhame;
batata-doce;
girassol;
tremoço;
gergelim;
levedura de cerveja;
arroz, entre outros.

2. Opções de ingredientes para fazer Queijo Vegano fresco - "ricota"

Pode se fazer queijo vegano tipo ricota ou fresco, pode-se utilizar os seguintes ingredientes:

tofu;
amendoim;
girassol;
castanha;
amêndoa;
gergelim, entre outros.

A vantagem destes alimentos, que são ingredientes para a produção dos leites vegetais é que os resíduos deles pode, ser aproveitados para a confecção dos queijos vegetais.

Para isso, basicamente, é só bater em liquidificador ou processador, peneirar ou coar, de preferência em coador de voal, espremendo bem, para extrair a "ricota".

Quanto mais tempo levar o escoamento para tirar o líquido dos resíduos, mais consistente ficará, passando da textura de "ricota" para "queijo tipo minas".

Em seguida colocar um recipiente hermético e conservar sob refrigeração.

Essa receita pode ser temperada a gosto e consumida de diversas formas, em:

sanduíches;
torradas;
pizzas;
tortas;
esfihas;
panquecas;
coxinhas, entre outras.

Veja receita a seguir:

3. Receita de Queijo Fresco Vegano

Esta receita é do Canal Made by Choice, que ensina uma receita de "queijo" fresco feito de castanha-de-caju. 

 

4. Receita de Queijo Vegano de Batata ( mussarela)

Para fazer o queijo de batata são necessários poucos ingredientes. É só fazer um purê de batata e temperá-lo com limão a gosto e uma pitada de sal. Acrescentar uma colher de óleo e duas colheres de sopa de polvilho azedo e misturar todos os ingredientes.

O ponto certo é o de uma polenta em consistência firme.

Coloca-se a mistura em um recipiente redondo, conservando na geladeira.

Para consumi-lo, pode colocar temperos (orégano, salsinha, páprica, alho, cebola ou outros) e esquentá-lo em frigideira ou assá-lo no forno.

Vejam o vídeo do Canal Fazenda Urbana ensinando esta receita.

 

5. Queijo Parmesão Vegano: principais ingredientes utilizados 

Para produzir o queijo parmesão vegetal, que pode ser utilizado para gratinar tortas, como acompanhamento de macarronadas, sopas e muito mais, podemos usar ingredientes como:

amêndoas;
castanhas-do-pará;
castanhas-de-caju
gergelim;
levedura nutricional;
sal

O ideal é misturar todos estes ingredientes para dar a textura, o sabor, aparência e a consistência do queijo parmesão. É necessário adicionar à estes ingredientes a levedura nutricional, que a seguir explicaremos mais sobre esse produto.

Para acentuar o gosto de queijo de parmesão se acrescenta sal, a gosto

Para exemplificar melhor, segue um vídeo do Canal Viverdequê, ensinando como se faz o queijo parmesão vegetal. 

6. Receita do Queijo Parmesão Vegano

Confiram como é fácil e rapidinha esta receita de queijo parmesão vegano!

7. O que é Levedura Nutricional

levedura granulada

Diferenças entre Levedo de Cerveja e Levedura Nutricional:

O levedo da cerveja é um conhecido agente de fermentação, usado também como suplemento nutricional encontrado em pó ou em capsulas pois rico é em vitaminas do complexo B.

Já o que chamamos de levedura nutricional (também denominada levedura alimentar ou levedura em flocos), embora seja geralmente feita da mesma levedura do pão ou da cerveja, o fungo Saccharomyces cerevisiae, ela sofre um procedimento para a retirada do seu agente de fermentação, um processo de secagem natural que torna inativo o seu crescimento.

Portanto, a levedura nutricional não serve para a panificação, pois não faz a massa crescer, e pode ser consumida como substituto do queijo, por causa do seu sabor e características adequadas para este fim.

a levedura nutricional se apresenta na forma de flocos; 
é mais saborosa;
seu gosto é ácido;
o sabor amargo e adstringente, característico do levedo de cerveja usado na panificação, nela, é diminuído.
e o seu sabor é similar ao do queijo.

Devido a todos estes aspectos, a levedura nutricional é um ingrediente indispensável para fazer o queijo parmesão vegano. 

Benefícios da Levedura Nutricional

Possui nutrientes como: potássio, fósforo, magnésio, proteínas, fibras, vitaminas (sobretudo a B12).

Faz bem para a pele, cabelo, estimula o apetite, melhora a digestão, aumenta o bom humor, combate o estresse e tem muitos outros benefícios.

Emprego da Levedura Nutricional

Esta levedura em flocos pode ser utilizada pura ou como ingrediente para fazer o queijo parmesão.

Tanto a levedura pura como o queijo parmesão vegetal, feito com a levedura, podem ser adicionados nos seguintes alimentos:

purê;
pastas;
molhos;
macarronada;
panqueca;
tortas salgadas;
gratinados;
assados;
e sopas.

Onde comprar

supermercados;
ervanários;
lojas de produtos nutricionais, dietéticos e/ou naturais ;
e pela Internet.

8. Lista de Queijos Vegetais Industrializados - nível mundial

A equipe da Vegan Society experimentou e listou 33 tipos de queijos veganos produzidos ao redor do mundo.

Foi feita uma pontuação e avaliação, para cada marca, de acordo com os seguintes critérios: gosto, textura, derretimento, semelhança com o queijo convencional, facilidade de uso, preço e disponibilidade no mercado.

Dessa análise, tiveram destaque, as seguintes marcas :

1. Marca Vegusto / Queijo delicioso 

Recebeu pontuação 10 pelo gosto saboroso.
E um queijo tipo suíço de castanha de caju.
Os contras deste queijo é que é caro e não derrete bem.
É encontrado nos seguintes países: Austrália, Suíça, Itália, Suécia, Reino Unido, França e Alemanha.

2. Marca V Bites / Produto: Cheezly / versão cheddar 

Se destacou no quesito melhor custo / benefício.
Apresenta bom derretimento é boa pedida para lanches.
Disponível na Austrália, Reino Unido, França, Espanha, Alemanha e Suécia.

3. Marca Follow your Heart / Produto: Vegan Gourmet Shreds / Mussarela ralada (em pedaços)

Teve boa pontuação por ser encontrado com facilidade nos EUA.
Boa alternativa para quem viaja muito para este país.
Pode ser encontrado no México e em países europeus, como Alemanha e Reino Unido.

4. Marca Bute Island / Produto: Sheese Melty Smoke Cheddar Style / Queijo defumado estilo Cheddar

Este queijo vegano escocês imita o provolone.
Ganhou na categoria derretimento, bom para pizzas e lanches.
É encontrado nos seguintes países: Reino Unido, Austrália, Áustria, Canadá, Irlanda, França, Alemanha, Hong Kong, Itália, Japão, Holanda, Nova Zelândia, Portugal, Eslovênia, África do Sul, Espanha e EUA.

5. Marca Violife / Produto: Creamy original / Tipo requeijão 

Foi bem classificado como cream cheese (creme de queijo).
A Violife apresenta, também, várias opções de mussarela.
Esta é a única marca que pode ser encontrada no Brasil, comercializando diversos tipos de queijos veganos.

6. Marca Wilmersburger / Produto: Pizza Shreds / Queijo para Pizzas

Teve destaque como queijo vegano para pizzas.
Está disponível na Europa e é livre de soja e de transgênicos.

9. Principais marcas brasileiras de queijos veganos

Violife (é internacional, mas é vendida no Brasil)
Superbom
Nomoo
Vida Veg
Goshen
Tofutti

10. A criatividade para produzir queijos veganos está aumentando, cada vez mais

Deu para perceber que existe muita variedade de queijos veganos. Agora que tal experimentá-las, para saber qual agrada mais?

Descobrimos novos sabores, texturas, aromas e contribuímos para que os animais vivam, de acordo com sua Natureza.