Milho-verde: Como utilizar? Benefícios e Receitas

  • atualizado: 
milho-verde

O milho é o alimento que desde tempos remotos supre a alimentação humana e animal. Em épocas em que a sociedade foi ficando cada vez mais mais desigual, o milho se tornou o alimento mais acessível à mesa do pobre. Na atualidade, é ingrediente essencial em vários alimentos e dele derivam tantos outros que consumimos no dia a dia, como a farinha, o óleo de cozinha, o amido, o fubá, o farelo, a pipoca e a canjica. Conheçam melhor esse alimento que nos oferece muita diversidade de opções alimentares!

 

1. O MILHO E SUA ORIGEM

O milho (Zea mays) é um cereal muito cultivado, utilizado e consumido, seja como alimento humano que animal, devido aos seus diversos nutrientes.

Dadas algumas evidências científicas, o milho teria origem no México. Seu cultivo agrícola começou por volta de 7.500 a 12.000 anos atrás na região central mexicana.

A mais antiga espiga de milho é datada de pelo menos 7.000 a.C. e foi encontrada por arqueólogos no Vale do Tehuacán, localizado no centro do México e na Guatemala. A origem do milho se deu através de uma gramínea chamada teosinto.

Os povos pré-colombianos maias, astecas, incas e olmecas tinham no milho a base de sua subsistência.

O nome do cereal, em sua origem, significa “o sustento da vida, razão pela qual era reverenciado pelos ameríndios em rituais artísticos e religiosos.

No Brasil, antes da vinda dos portugueses, o milho já era plantado pelos indígenas. Em 1493, quando Cristóvão Colombo chegou à América, conheceu diferentes variedades de sementes de milho e as levou para Europa. No fim do século XVI, o milho já estava em todos continentes. Após a colonização do Brasil, o consumo de milho aumentou bastante.

Os escravos africanos tinham no milho e na mandioca a base de sua dieta.

Na Europa, o milho era fonte alimentar de populações mais pobres e dos animais, motivo pelo qual foi discriminado e rechaçado pela elite durante muitos anos.

milho verde

2. CURIOSIDADES SOBRE O MILHO

Por que a pipoca estoura?

A pipoca estoura porque é uma das variedades de milho que contém mais água e tem uma casca mais resistente que as demais.

Quando a semente é exposta ao calor, a água que está dentro vira vapor, se expande e, devido à pressão, a casca se rompe.

Milho transgênico:

O milho é o grão que possui mais eventos transgênicos aprovados no Brasil. Atualmente, dos 40 eventos de milho geneticamente modificado no Brasil, 30 são Bt, ou seja, resistentes a insetos.

Subprodutos do milho servem para a fabricação de Etanol, adesivos e talco:

Os subprodutos do milho têm vários usos além da indústria alimentícia.

Com o grão, é possível produzir etanol. No Mato Grosso se fabrica biocombustível, tanto a partir da cana quanto do milho.

O amido e outros compostos derivados do grão estão presentes em complexos vitamínicos, medicamentos (antibióticos como a penicilina), talco infantil, cosméticos, adesivos, rótulos, tecidos engomados, graxas, resinas, formulação de produtos de limpeza, filmes fotográficos, plásticos, pneus, tintas, papéis.

Existem subprodutos do milho usados no beneficiamento de minérios, na extração de petróleo, na fundição de peças de metal, baterias elétricas e cabeças de fósforo.

3. TIPOS DE MILHO

Atualmente, são conhecidas cerca de 150 espécies de milho com variedade de formato de grãos e cores. No Brasil, existem 28 variedades para plantação, classificados em seis tipos: pipoca, dentado, doce, mole, branco e duro.

MILHO DE PIPOCA

Grão duro, miúdo, em forma de gota e com cor laranja amarelada. Em geral consumido somente após preparo, utilizado como pipoca salgada ou doce.

MILHO DENTADO

Grão firme com as bordas duras com forma de dente. Apresenta-se na cor amarela ou alaranjada. É o mais produzido no mundo. Serve como alimento para gado e usado para elaborar féculas, xaropes e álcool.

MILHO DOCE

Grão adocicado, de cor amarela, macio, arredondado e chato e de fácil digestão. Consumido em doces, cremes, bolos, sucos, tortas, pães, broas, salgadinhos, cuscuz, flocos de milho, farinha de milho, fubá, pamonhas e espiga cozida.

MILHO MOLE

Grão arredondado e macio, de cor branca ou amarela e de sabor adocicado e suave. É utilizado como canjica prato típico de festas juninas.

MILHO BRANCO

Grãos brancos, profundos, pesados e de textura média, que são colhidos em fase imatura. Servem para o preparo de canjica, receitas salgadas, como a canjicada.

MILHO DURO

Grão ovalado liso, de cor amarelo-alaranjado. O mais duro de todos milhos, é usado como farinha de milho e quirera de milho e é ideal para o preparo do canjicão, canjiquinha, fubá italiano, grits de milho, farinha de milho pré-gel, xerém de milho, semolina entre outros.

4. Qual é a diferença entre milho-verde e milho-seco

MILHO-VERDE

O milho-verde provém da espiga de milho colhida antes de amadurecer, por volta de 70 à 80 dias a partir do seu plantio. Por isso os grão são mais macios e a coloração é amarela pálida. Por essas características, é ideal para ser consumido in-natura e em receitas culinárias que utilizam grãos de milho-verde na composição de ingredientes, como pamonha, curau, bolo de milho, cuscuz, entre outros.

MILHO-SECO

O milho-seco é oriundo da espiga de milho amadurecida e colhida por volta de 120 dias, a partir do seu plantio. Os grão do milho verde são mais duros e de uma coloração amarela escura. Por esses aspectos, serve como matéria-prima para fabricação de fubá, farinha de milho e como ingrediente para a formulação de ração animal.

5. BENEFÍCIOS DO MILHO COMO ALIMENTO

O milho por sua composição nutricional constituída de fibras, proteínas, vitamina A, vitaminas do complexo B, vitamina E, ácido fólico, potássio e fósforo ferro, cálcio e celulose, oferece muios benefícios para nossa saúde. Conheça alguns deles:

  • Contém antioxidantes, como a zeaxantina e luteína que auxiliam na proteção de doenças degenerativas oculares, como a catarata e degeneração macular, associados à idade
  • Fonte de energia por ser rico em carboidrato
  • Rico em fibras que ajudam na regulação do colesterol e do intestino e que proporcionam saciedade
  • Por possuir vitamina B1, magnésio e potássio, auxilia na condução dos impulsos nervosos
  • Devido em ácido fólico e vitamina B6, previne a depressão e fortalece o sistema imunológico
  • Graças conter magnésio, fósforo e minerais essenciais, o milho contribui para a saúde óssea e cardiovascular
 

6. POR QUE SE DEVE CONSUMIR MILHO COM MODERAÇÃO?

O consumo de milho, de forma exagerada, pode casuar a formação de depósitos de gordura no organismo. Por essa razão, não se recomenda ingestão de milho que ultrapasse a quantidade de calorias médias que um indivíduo deve ingerir em um período de 24 horas.

O ideal é que a pessoa consuma abaixo de 450 gramas de milho por dia.

7. UTILIZAÇÕES DO MILHO NA ALIMENTAÇÃO

O milho é muito utilizado na culinária em receitas, como:

  • polenta
  • cuscuz
  • pamonha
  • curau
  • pipoca
  • creme de milho
  • bolo de milho
  • mingau de milho
  • broa de milho
  • pão de milho

8. RECEITAS VEGANAS COM MILHO E SEUS DERIVADOS

CURAU DE MILHO

Bela Gil em seu canal ensina neste vídeo como fazer curau de milho, a partir da espiga. Bom demais, não é não?

Ingredientes

  • 4 espigas de milho verde
  • 3 xícaras de leite de coco
  • 1 colher óleo de coco
  • 1 pitada de sal
  • Canela em pó para polvilhar

CREME DE MILHO

Paula Lumi, do canal Presunto Vegetariano, ensina neste vídeo a fazer creme de milho utilizando milho verde.

Ingredientes:

  • 1 e 1/2 xícara (de chá) de água filtrada
  • 1/2 xícara (de chá) de aveia em flocos
  • 2 dentes de alho picados
  • 1/2 xícara (de chá) de cebola picada
  • 1/4 de xícara (de chá) de pimentão amarelo picado – opcional
  • 1 e 1/2 xícaras (de chá) de milho (Cerca de 2 espigas grandes)
  • 1/2 xícara (de chá) de salsinha picada
  • 1 colher (de sopa) de leite de coco ou creme de soja– opcional
  • Sal a gosto
  • Pimenta do reino a gosto

NACHOS CROCANTES

Este vídeo mostra, de forma rápida e objetiva, como fazer nachos crocantes com fubá de milho.

Ingredientes:

  • 1 xícara fubá
  • 1 xícara farinha de trigo
  • 1 pitada de sal
  • 1 colher de sopa óleo vegetal
  • ¾ xícara água fervente

BOLO DE MILHO

Este vídeo mostra a receita de bolo de milho feito com grãos de milho verde e flocão de milho.

Ingredientes

  • 200 g de milho (ou 1 lata)
  • 200 ml de leite de coco (ou um vidrinho)
  • 1 xícara de flocão de milho
  • 3/4 xícara de açúcar demerara
  • 1/4 xícara de óleo de coco ou de milho
  • 1 pitada de sal
  • 2 colheres (sopa) de coco ralado (ou mais, se você gostar muito)
  • 1 colher (sopa) de fermento

Instruções para assar o bolo:

  • Óleo e fubá para untar
  • Forma pequena de 18cm
  • Forno pré aquecido a 180º
  • Asse em forno médio

CUSCUZ PAULISTA

Este outro vídeo, ensina a fazer Cuscuz Paulista com farinha e grãos de milho.

Ingredientes

  • 2 tomates médios maduros
  • 1/2 xícara (de chá) de água
  • 4 colheres (de sopa) de óleo vegetal
  • 3 dentes de alho grandes picados
  • 1 cebola grande picada
  • 1/2 xícara (de chá) de pimentões verdes picados
  • 1 e 1/2 xícara (de chá) de cenoura ralada
  • 1/2 lata de milho em conserva (pode usar milho cru também)
  • cerca de 300 g de palmito picado ( ou 1 vidro )
  • 1 xícara (de chá) de azeitona picada
  • 1/2 lata de ervilha em conserva (pode usar a fresca)
  • 1 xícara (de chá) de cheiro verde
  • 1/2 xícara (de chá) de farinha de mandioca torrada
  • 1 e 1/2 xícaras (de chá) de farinha de milho grossa
  • 1 tomates fatiado para decorarSal a gosto

9. MILHO, O ALIMENTO DE TODOS!

Não é a toa que Cora Coralina (1889-1985), famosa poetisa nascida em Goiás, dedicou um poema ao milho! Fiquem com um trecho desse poema, que é muito significativo e expressa a importância desse alimento, ao longo de nossa história, principalmente para as camadas desprivilegiadas da sociedade.

"Eu era apenas o bró nativo das tabas ameríndias.
Fui o angu pesado e constante do escravo na exaustão do eito.
Sou a broa grosseira e modesta do pequeno sitiante.
Sou a farinha econômica do proletário.
Sou a polenta do imigrante e a miga dos que começam a vida em terra estranha."

 

Realmente, o milho é um dos alimentos mais acessíveis e abundantes que existe, e por isso está sempre, de uma forma ou de outra, em nossa mesa!

Talvez te interesse ler também:

PIPOCA: O LANCHE IDEAL

TRANSGÊNICOS ATÉ NA CERVEJA!

siga brasile pinterest

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

siga brasile instagram

Você está no Instagram?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!