Quer ficar em forma? Coma mais no almoço e menos no jantar

Ficar em forma coma mais no almoço

Nosso corpo precisa de todos os nutrientes necessários para o seu bom funcionamento, em particular na primeira parte do dia, quando estamos cheios de compromissos e precisamos de energia para poder fazer tudo que temos que fazer.

À noite, as exigências nutricionais são bem menores depois do jantar, especialmente se naquela hora costumamos ter um estilo de vida mais sedentário, como assistir TV ou ler um livro, para depois ir dormir.

Ou seja, torna em moda o velho ditado: "café da manhã de um rei, almoço de um príncipe e jantar de um pobre".

O segredo para manter a forma é, portanto, o seguinte: comer mais calorias na primeira parte do dia (café da manhã e almoço), reservando ao jantar apenas as "migalhas". Um discurso que, de acordo com J. B. Wange outros pesquisadores da Califórnia, valeria para todas as pessoas e serviria para não engordar.

A pesquisa, publicada no Journal of Human Nutrition and Dietetics, e conduzida com um total de 239 voluntários adultos mostra como não há necessidade de contar calorias ou submeter-se a dietas estranhas para ficar em forma. É claro que não se deve exagerar, mas o segredo seria o de simplesmente conceder-se mais comida no almoço e menos no jantar. Especificamente, pelos dados coletados pelos pesquisadores, verificou-se que quem introduz mais dos 33% das calorias diárias no jantar (ou melhor, a partir das 17:00 em diante) tem maior risco de obesidade ou excesso de peso em comparação com quem adquire mais calorias (33% ou mais) durante o almoço.

Em particular, à noite se deveria evitar pratos pesados, tais como frituras, massas e molhos gordurosos, porque neste horário o corpo tem menor capacidade de eliminar calorias, porque está se preparando descansar.