7 Dicas para Transformar os Sonhos em Realidade

7 Dicas para Transformar os Sonhos em Realidade

Desde que foi lançado o livro O Segredo, cerca de dez anos atrás, “atrair” tornou-se um verbo particularmente usado no sentido de trazer para si riqueza, poder, homem, mulher ou a casa dos sonhos e assim por diante. Mudar a mentalidade e obter o se que deseja é a mensagem subjacente do livro.

Não que este conceito não tenha seus “fundos de verdade” mas, na prática, mudar a nosso modo de ser não é tão simples o quanto parece e, ao mesmo tempo, o mais importante é alcançar as mudanças que de fato importam na vida, para a nossa evolução pessoal em todos os setores (objetivamente, não é sempre o que o nosso ego deseja).

É verdade porém que, de qualquer modo, para que as coisas certas aconteçam, para atrair o que se deseja, é necessário uma dose de autoconhecimento para sincronizar-se com a “frequência do receber”, para desenvolver o próprio poder criativo, através das capacidade mágicas da nossa “criança interna”.

Mas como conseguir preparar o ambiente interno adequado? Aqui vão 7 dicas extraídas do Grande Gioco Attrattivo del Nautilus (uma espécie de jogo para alcançar os próprios objetivos, criado por Elena Pirrera e descrito no livro “Attrattologia – Come attrarre ricchezza ed essere felici“).

1. Doar alegria aos outros

De acordo com a lei da reciprocidade, o que você dá (mais cedo ou mais tarde) você recebe. Os nativos norte-americanos eram bem conscientes desta regra: a cultura deles era focada no respeito por toda a vida, animal e vegetal, mas também ao reino mineral. Tudo está conectado e tudo vem da Mãe Terra. Dar e receber representam dois aspectos de um contínuo, então quando se consegue dar, incondicionalmente com amor, abre-se uma maior chance de receber o que é certo e bom para todos.

2. Honrar a beleza

O mundo realmente está cheio de beleza, dons que se realizam, sucessos que se manifestam. Tudo isso pode ser visto ao nosso redor: na natureza, nos pequenos detalhes de um objeto, nas artes… E também na vida de outras pessoas: reconhecer e deixar que a inveja vá embora, tentando usar aquele sucesso como estímulo e ensino é bom, construtivo. E também serve para enriquecer a experiência de outros.

3. Saber sincronizar-se

Não se trata de fazer coisas ao mesmo tempo que outra pessoa, mas – sim – observar o mundo de uma maneira diferente, sabendo que tudo ao nosso redor, pode nos “falar”, pode nos dizer a respeito de muita coisa. Ou seja, nada nos acontece por acaso. Se encontrarmos essa capacidade, podemos entender que um obstáculo talvez seja propício; um atraso pode nos permitir de conhecer uma pessoa; o slogan de um outdoor pode nos dar uma ideia sobre como alcançar nosso objetivo.

A este respeito, leia o artigo abaixo, muito interessante:

SERENDIPITY: QUANDO O ACASO NOS TRAZ DESCOBERTAS FELIZES

4. Seja grato

Temos dezenas e dezenas de razões para ser grato sempre. Mesmo nos momentos que percebemos como os mais escuros de todos. Treinar-se à gratidão por aquilo que temos, pelo que vemos, pelas pessoas que conhecemos, nos permite de ver, honrar e tirar o melhor proveito de tudo, e nos prepara para encontrar o melhor.

5. Compartilhar

O pensamento é como uma onda que se propaga no campo da energia; ela se expande sempre que encontra ondas semelhantes que a ressoam: começa uma dança conjunta, que fortalece, nutre, dá novas ideias e se irradia. Quando você compartilha pensamentos com generosidade e atenção, as boas possibilidades se multiplicam.

6. A potência do perdão

O perdão tem um poder verdadeiramente mágico: reduz a tristeza, diminui a dor. Exclui a raiva que rói o fígado, a vida, a alma. Portanto, sentir o perdão em nossos corações, é como fazer do estrume um material fértil que faz crescer uma nova vida. Deixar pra trás as amarras da amargura dispersas no passado e, deixá-las que se dissolvam com o tempo, será benéfico para a alma. E o espírito assim se prepara para um novo começo, construtivo, para realizações anteriormente impossíveis.

7. Abra espaço para o novo

Para que novos aspectos, objetivos, realizações, encontros, situações, oportunidades aconteçam, é preciso dar espaço para eles. Como em um armário onde se coloca de tudo e não cabe mais nada. Faça uma limpeza interna (que pode inclusive partir de uma verdadeira arrumação de gavetas) e jogue fora a raiva, o vitimismo, a amargura para entrar a doçura, a tranquilidade e a paz.

Leia também: O PODER MÁGICO DA ARRUMAÇÃO: COMO TRANSFORMAR OS ESPAÇOS E A VIDA

Talvez você se interesse em ler também:

GENTILEZA, BONDADE, COMPAIXÃO – QUALIDADES INATAS QUE PRECISAMOS TREINAR PARA NÃO ESQUECERMOS

5 SINAIS DE QUE VOCÊ NÃO ESTÁ MAIS FELIZ NO RELACIONAMENTO

COMO SE LIVRAR DA RAIVA PARA VIVER MELHOR

Gostou? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *