Será que você come muito açúcar? Descubra observando alguns sinais

  • atualizado: 
açúcar

Há muitos problemas relacionados ao excesso no consumo de açúcar, como diabetes, doenças cardiovasculares e demência. Ele está presente em grande parte dos alimentos, como frutas, legumes, cereais e derivados de leite. Mas o grande vilão é o açúcar refinado, que consumimos muitas vezes sem perceber, devido à sua presença nos produtos processados, como pães e molhos.

O corpo, no fim das contas, acaba acusando o excesso e nos dá alguns sinais. São as amargas consequências de uma vida cheia de doce. Os principais deles são:

1. Acne e alterações na pele

O aumento das espinhas indesejadas pode ser um sinal de que você anda consumindo muito açúcar, que aumenta a produção de hormônios relacionados à erupção de acnes.

2. Falta de energia

A ingestão de alimentos processados e ultraprocessados, ricos em açúcar branco, provoca picos de glicose no sangue e um consequente aumento da energia. No entanto, por serem estes alimentos pobres em fibra, proteína ou gordura, esse ciclo energético não se sustenta e, consequentemente, a queda dos níveis de glicose é também rápida e acentuada, o que provoca a instabilidade no nível de energia.

3. Dor nas articulações

O consumo excessivo de açúcar provoca inflamações no corpo, é o que dizem vários estudos.

4. Distúrbios intestinais

Um intestino saudável significa equilíbrio entre bactérias boas e ruins no trato digestivo. O açúcar desequilibra essa relação, pois, servindo de alimento para as bactérias ruins, estimula a proliferação das mesmas.

5. Obesidade

Há um consenso no que se refere à relação entre consumo de açúcar e excesso de peso. No entando a indústria alimentícia tem muitos artifícios. As bebidas açúcaradas, por exemplo, muitas vezes são vendidas sob rótulos que induzem o consumidor a acreditar que estão consumindo grandes quantidades de fruta, o que não condiz com a realidade. E essas mesmas bebidas têm o potencial de influenciar no aumento da gordura abdominal, que é diretamente associada à diabetes e doenças cardíacas.

6. Pressão alta

As gerações dos nossos pais já haviam entendido os perigos do sal para a pressão arterial. Mas ainda é preciso esclarecer que o açúcar é tão nocivo quanto, e se relaciona com o surgimento de quadros clínicos de hipertensão e doenças cardíacas.

7. Depressão

A qualidade da alimentação tem o poder de influenciar, inclusive, na saúde mental. Neste quesito, o açúcar também é um inimigo: a já mencionada flutuação acentuada nos níveis de glicose, bem como o processo inflamatório das células provocado por ele, aliado à desregulação dos neurotransmissores resultam em quadros clínicos de depressão.

A indústria alimentícia, poderosa e com grande capacidade de fazer lobbies e pressionar governos, é alvo de muitas críticas no Brasil e no mundo. Nem sempre é fácil ler os rótulos dos fabricantes, mas vale a pena fazer esse esforço e, ainda, contar com a ajuda de profissionais especializados, como nutricionistas e nutrólogos. Sua saúde agradece.

Talvez te interesse ler também:

TIPOS DE AÇÚCAR - REFINADO, MASCAVO, DEMERARA E CRISTAL. BENEFÍCIOS E MALEFÍCIOS

AÇÚCAR DESINFETA, CURA FERIDAS E FAVORECE A CICATRIZAÇÃO. O ESTUDO QUE SURPREENDEU A CIÊNCIA

5 ALIMENTOS QUE AJUDAM A REDUZIR O AÇÚCAR NO SANGUE

siga brasile pinterest

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

siga brasile instagram

Você está no Instagram?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!