Shigeaki Hinohara, o médico japonês que trabalhou e viveu até os 105 anos, e seus princípios para se ter saúde e longevidade

  • atualizado: 
Shigeaki Hinohara

Shigeaki Hinohara se tornou um dos médicos e educadores centenários do mundo. Em 1941 atuou como médico no Hospital Internacional St. Luke's, em Tóquio, e lecionou na Faculdade de Enfermagem St. Luke's. Após a Segunda Guerra Mundial, mesmo com Tóquio em ruínas, ele idealizou um hospital e uma faculdade de nível internacional e com seu espírito visionário e empreendedorismo, ele concretizou seu objetivo.

Foi, então, criada a instituição médica e escola de enfermagem, que ele idealizou para seu país. Shigeaki passou a atuar como presidente do conselho de administração de ambas as organizações.

Sempre inovando e empreendendo, com 75 anos, ele se tornou autor de aproximadamente 150 livros.

Seu livro “Living Long, Living Good” (Vivendo por muito tempo, vivendo bem) vendeu mais de 1,2 milhões de cópias.

Shigeaki Hinohara instituiu o check-up anual, valorizando a importância da medicina preventiva. Ele também atuou como fundador do Novo Movimento dos Idosos.

Mesmo diante de momentos de doença ou crise, esse médico tirou sabedoria das experiências e compartilhou através de sua prática médica, seus livros e suas palestras. Seguem alguns de seus princípios, que foram descritos anteriormente em uma matéria de 2009, no Japan Times.

Aqui, neste conteúdo foi feito um apanhado geral dos ensinamentos deste sábio médico, mas, que se praticados por nós, podem ser muito úteis.

E, mais adiante, ainda aqui nesta matéria, será mostrado um vídeo com Ana Shudo, do canal Tô feliz da Vida, falando sobre os ensinamentos que Shigeaki Hinohara passou em seu livro Vivendo por muito tempo, vivendo bem.

Agora, conheçam os princípios de Shigeaki Hinohara para viver bem:

1. A energia vem, principalmente, de se sentir bem, não de se alimentar muito ou de dormir bastante.

Segundo ele, quando éramos crianças nos divertíamos, até esquecendo de comer ou não querendo dormir, para ficar brincando. Para ele viver uma vida mais descontraída e divertida, como quando éramos criança, contribui para nos mantermos jovens.

2. O excesso de peso em nosso corpo, prejudica nosso bem-estar e saúde.

Shigeaki Hinohara tinha o hábito de tomar suco de laranja com uma colher de sopa de azeite, no café da manhã.
O azeite tem propriedades benéficas para as artérias. O suco de limão devido à vitamina C tem propriedade antioxidante. A mistura desses dois alimentos contribui também para a limpeza do fígado.

Para Shigeaki Hinohara, o importante é se alimentar de forma equilibrada e correta, sem exageros e extremos.

3. Planeje e organize o que precisa fazer.

A rotina do Dr. Shigeaki Hinohara era toda planejada e agendada, por isso, conseguia se dedicar à tantas atividades e ter bom desempenho. Tinha sua agenda com atendimentos, palestras e atividades no hospital e conseguia arrumar tempo para realizar outras atividades.

4. Manter-se na ativa contribui para a saúde do corpo.

Mesmo que a pessoa se aposente, dedicar-se a um trabalho que ame, faz bem para o corpo e à mente.

5. Compartilhe seu dom e o que sabe.

O Dr. Shigeaki Hinohara ministrava 150 palestras por ano, algumas para 100 alunos do ensino fundamental, outras para 4.500 empresários e, dividindo o que aprendeu com suas experiências, multiplicou seu conhecimento passando para milhares de pessoas.

6. Se um médico lhe indicar uma cirurgia, questione a ele se ele indicaria para mulher ou filhos passar por esse mesmo procedimento.

Para o Dr. Shigeaki Hinohara, nem tudo pode ser curado pelo médico ou com uma cirurgia. A música e a convivência com animais podem contribuir muito para a cura de uma pessoa, pois, geralmente a doença começa na alma.

7. Não evite subir escada e carregar suas coisas, pois isso contribui para exercitar os músculos.

O médico Shigeaki Hinohara fazia isso na prática, vivia subindo escadas para movimentar e fortalecer os músculos de suas pernas.

8. A melhor forma de lidar com a dor é fazer algo divertido para esquecer dela.

Uma criança quando está com dor e se começa a jogar um jogo divertido ou brincar com ela, a dor é esquecida. No hospital St. Luke's, o Dr. Shigeaki Hinohara utilizava terapias musicais, permitia a presença de animais e aulas de arte, tudo para melhorar o estado de ânimo do paciente, curando, também, as emoções dele.

9. Não viva para acumular coisas materiais.

Não sabemos até quando iremos viver e quando partiremos. Quando morrermos, não levaremos nada do que acumulamos.

10. A ciência é abrangente, mas a doença é individual.

Cada pessoa é única e tem suas peculiaridades. A doença está atrelada ao coração (sentimentos) e ao estado emocional.
A arte é um caminho para ajudar na cura das pessoas.

11. A vida tem imprevistos e incidentes, precisamos observar a experiência que nos traz, em vez de nos desesperar.

Em 31 de março de 1970, quando Shigeaki Hinohara tinha 59 anos, sofreu um grave incidente em um voo de Tóquio para Fukuoka. O avião foi sequestrado pela Liga Comunista Japonesa - a Facção do Exército Vermelho. Ele passou quatro dias algemado em um lugar com um calor de 40 graus. 

Através de sua experiência de médico, olhou para tudo aquilo como um experimento e conseguiu acalmar seu corpo diante da adversidade, que estava vivendo.

12. Encontre alguém que lhe inspire e que realizou coisas que você tem vontade de fazer.

O pai do Dr. Shigeaki Hinohara foi um exemplo e inspiração para ele. Em 1900, seu pai foi para os Estados Unidos, estudar na Duke University, na Carolina do Norte. Ele foi um pioneiro e um herói para Shigeaki Hinohara.

Shigeaki Hinohara, ao longo de sua vida, teve outros modelos e pessoas que foram como guias, para ele. Em momentos em que se sentia indeciso, diante de um problema, ele se perguntava o que essa pessoa, que era um modelo de vida para ele, faria diante da mesma situação?

13. Mesmo diante da velhice não devemos nos acomodar.

A partir dos 65 anos, Shigeaki Hinohara passou a fazer serviço voluntário, trabalhando 18 horas e sete dias, por semana, e com entusiasmo. O que intensifica a velhice é a inatividade.

E não para por aqui, para saber mais sobre os princípios de vida do Dr. Shigeaki Hinohara, assistam este vídeo interessante, do canal Tô feliz da Vida, publicado em 2017, ano do falecimento desse sábio médico, aos 105 anos:

Através desses princípios, que o médico japonês Shigeaki Hinohara nos deixou, dá para compreender porque ele trabalhou e viveu até os 105 anos e, por isso, se tornou exemplo inspirador de saúde física e mental.

Outro aspecto que vale destacar é o que a experiência de Hinohara nos deixou, na área médica e serve como exemplo para a medicina: a importância de se investir na prevenção, qualidade de vida e bem-estar dos pacientes.

O Dr. Shigeaki Hinohara foi pioneiro no tratamento mais individualizado, adaptando os cuidados e tratamento de saúde à individualidade e realidade pessoal de cada paciente.

Shigeaki Hinohara permanece vivo nos exemplos e lições que deixou para nós, por isso vale a pena compartilhar e colocar em prática o que contribui para nossa qualidade de vida.