Insônia: 10 coisas que acontecem ao corpo quando NÃO se dorme o suficiente

  • atualizado: 
Insônia

Para acordar repousado pela manhã, dizem, é preciso dormir pelo menos entre 7 e 9 horas, o que pode ser um milagre para algumas pessoas que sofrem de insônia. E isso é um problema de verdade que, a longo prazo, pode trazer sérias consequências para a saúde.

Ninguém deve se esquecer que o sono é fisiologicamente essencial para o bem-estar de todo o corpo e, não bastam apenas 4 ou 5 horas para descansar corpo e mente.

Um neurocientista da University of California di Berkeley, Matthew Walker, tentou explicar algumas das formas surpreendentemente dramáticas que a falta de sono pode causar em nosso corpo. Para muitas pessoas - para os que sofrem de insônia crônica, para os pais de bebês ou para aqueles que devem se levantar cedo para ir ao trabalho - aquelas 8 horas em média recomendadas praticamente não existem. E é aí que as pessoas mergulham de cabeça no café, têm megas bolsas debaixo dos olhos e um humor irascível.

Mas, de acordo com Walker, autor do livro "Why We Sleep", o impacto deletério da insônia vai muito além do sentir-se cansado e mal-humorado durante o dia.

Aqui vão então as consequências que a insônia pode ter em nossa saúde:

1. A falta de sono impede o cérebro de poder criar novas memórias. Na fase de sono Rem, o cérebro ainda é hiperativo, por isso é capaz de re-elaborar experiências vividas, memorizar os conceitos aprendidos e ativar vários processos cognitivos. Coisas que acontecem menos em casos de insônia.

2. Pouco sono leva a um impulso no desenvolvimento de uma proteína tóxica no cérebro, chamada beta amilóide, que está associada à doença de Alzheimer

3. Dormir por apenas cinco ou seis horas por noite afeta o sistema reprodutivo dos homens, levando-os a ter um nível de testosterona dez anos mais velho.

4. A privação do sono tem um impacto no sistema imunológico anunciando um risco de desenvolver várias formas de câncer.

5. A falta de sono causa um verdadeiro caos no sistema cardiovascular. Em pessoas que sofrem de insônia, na verdade, ocorrem de menos um abrandamento essencial da atividade cardíaca e uma redução natural da pressão arterial.

6. Após uma atividade cerebral contínua de 19 ou 20 horas, a capacidade mental fica tão comprometida que se torna tão deficiente quanto o cérebro de uma pessoa embriagada.

Além disso:

7. Se você não dormir bem ou o suficiente, pode até chegar à depressão. A falta de sono desequilibra a produção de serotonina, um neurotransmissor que regula o humor. De acordo com alguns estudos, uma alteração no equilíbrio sono-vigília, provoca nervosismo, estresse, tensão e antecipa a aparecimento da depressão.

8. A falta de sono também pode ser sinônimo de diminuição da produção de Tsh, o hormônio que estimula a atividade da tireoide, resultando no início do hipotireoidismo.

9. Aqueles que dormem mal ou dormem pouco, são mais propensos a acumular quilos extras. Em casos de insônia, aumentam-se a produção do hormônio grelina, que sinaliza a fome, enquanto a de leptina, que indica a saciedade, diminui.

10. Finalmente, com a insônia, até a saúde ocular também pode ficar comprometida. Durante o sono, o tônus ​​muscular se reduz para permitir que os músculos sejam eficientes e regenerados, isso também serve para os músculos dos olhos.

Com todas essas informações, talvez te interesse ler também:

NO DIA MUNDIAL DO SONO, 7 CONSELHOS PARA DORMIR BEM

INSÔNIA? CONHEÇA AQUI ERVAS QUE VÃO TE AJUDAR A DORMIR MELHOR

É VERDADE! AS MULHERES PRECISAM DORMIR MAIS QUE OS HOMENS

INSÔNIA PODE SER UMA MERA QUESTÃO DE ALIMENTAÇÃO

siga brasile pinterest

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

siga brasile instagram

Você está no Instagram?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!