Brasil: alerta de epidemias relacionadas às altas temperaturas neste verão

Brasil: alerta de epidemias relacionadas às altas temperaturas neste verão

O Brasil está em alerta porque é a primeira vez que, em um verão, circulará três tipos de vírus transmitidos pelo mosquito Aedes aegypti : dengue, febre chikungunya e zika. Embora essas doenças apresentem sintomas parecidos, não tenham tratamento específico e tragam diferentes consequências, até abril de 2015, não havia casos de zika registrados no Brasil. O alerta é ainda maior devido à relação entre as altas temperaturas provocadas pelo , e a propagação de epidemias.

A coordenadora do Comitê de Virologia Clínica da Sociedade Brasileira de Infectologia, Nancy Bellei, diz que será determinante o controle de focos do mosquito durante o verão, que começa hoje. Biologicamente, o Aedes aegypti põe ovos que podem sobreviver por até um ano, e a formação dos insetos pode ocorrer de cinco a seis dias depois de chover, fenômeno que ocorre frequentemente no verão brasileiro, além do favorecimento da temperatura entre 30º e 32º.

Um outro problema relatado pela infectologista é a dificuldade de diagnóstico, pois os sintomas entre as doenças são muitos parecidos, tais como a febre, que é comum em todos os casos, embora na dengue seja mais elevada, na chikungunya tenha duração menor e no zika seja mais baixa. A dor de cabeça também é comum aos três casos, mas na dengue ela é mais intensa. E as dores nas articulações se manifestam nas três enfermidades.

As grávidas devem tomar precauções por serem um grupo de risco, sobretudo em infecções por zika, já que o vírus tem relação com casos de microcefalia em recém-nascidos.

A infectologista defendeu a necessidade de ser desenvolvida a sorologia, que detecta o vírus por exame de sangue, para que se obtenha um diagnóstico preciso da doença e um melhor acompanhamento do quadro do paciente.

Segundo Nancy, é preciso juntar esforços na realização de uma força-tarefa para se ter o diagnóstico dessas doenças para poder enfrentá-las adequadamente.

Talvez te interesse ler também:

PERNILONGOS: POR QUE É IMPOSSÍVEL ESCAPAR DAS SUAS PICADAS?

EL NIÑO PODE AUMENTAR OS CASOS DE DENGUE

ZIKA VÍRUS PREOCUPA E AUTORIDADES TÊM QUE EVITAR UM SURTO NACIONAL

REPELENTE CASEIRO: CONHEÇA AS PLANTAS REPELENTES DE MOSQUITOS

Gostou? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on tumblr
Share on reddit
Share on pinterest

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *