Babosa, ruibarbo e álcool: encontrados no coração de Nova York, o centenário elixir da vida longa

Babosa, ruibarbo e álcool elixir da vida longa

Em Manhattan, no coração de Nova York, se escondia o elixir da vida longa. Durante algumas escavações, arqueólogos encontraram uma série de garrafas que datam do século 19 e que continham um remédio milagroso contra várias doenças. O Elixir da Vida Longa, como foi apelidado, intrigou tanto os arqueólogos, que decidiram por recriá-lo. Trata-se de uma mistura de álcool e ervas medicinais.

Os pequenos frascos, que têm mais de 150 anos, foram encontrados na famosa Bowery Street, entre Chinatown e Little Italy. Segundo os arqueólogos, quem os usava estava convencido de que poderia enganar a morte.

Alyssa Loorya, presidente da Chrysalis Archaeology, a empresa que foi encarregada de supervisionar a escavação, recrutou alguns profissionais da Alemanha para ajudarem a rastrear a receita médica do século 19. Depois de traduzir o texto, a equipe descobriu que o elixir continha ingredientes ainda utilizados pelos herbalistas: babosa, que é famosa por seus efeitos anti-inflamatórios, e a raiz genciana que ajuda na digestão. Mas, o líquido era composto principalmente de álcool.

"Esses tipos de cuidados eram onipresentes no século 19 e sempre disponíveis", disse Loorya. "Os ingredientes são usados ainda hoje, em coquetéis e infusões, mas não se sabe o se era a grande quantidade de álcool ou as ervas que faziam as pessoas se sentirem melhor".

Esta é a receita para o elixir da vida:

Babosa - (13 gramas)

Ruibarbo - (2,3 gramas)

Genciana - (2,3 gramas)

Zedoária, também conhecida como a cúrcuma branca - (2,3 gramas)

Açafrão espanhol - (2,3 gramas)

Água - (114 mL)

Álcool de cereais - (240 ml)

Preparação

Esprema o líquido da babosa. Amasse o ruibarbo, a genciana e o açafrão em conjunto e, em seguida, misture com o líquido da babosa. Deixe a mistura repousar durante três dias juntamente com os outros ingredientes e agite ocasionalmente. Antes de servir, filtre.

A mistura poderia ser perigosa? De forma alguma, diria a DNAinfo, que publicou esta receita.

Para a herbalista Lata Kennedy, proprietária da Flower Power Herbs and Roots, há 19 anos em Nova Iorque, muitos destes ingredientes são ainda utilizados para o tratamento natural de distúrbios do sistema digestivo: "Estes ingredientes são um tônico para o fígado, acalmam o estômago e ajudam na prisão de ventre." Resumindo, o elixir não garante a imortalidade, mas ajuda a viver melhor, usando apenas ingredientes naturais.