DEPILAÇÃO A LASER → Como Funciona, Custos e Contraindicações

  • atualizado: 
depilação a laser

No Brasil, as pessoas fazem mesmo depilação. Talvez por causa do calor, da exposição maior do corpo, vaidade, enfim, esteticamente, tanto mulheres quanto homens são adeptos da depilação. Mas é preciso escolher o método mais eficaz de acordo com a sua sensibilidade, com o resultado esperado e, claro, com o preço. A depilação a laser pode ser uma boa alternativa para quem deseja um método mais definitivo para eliminar os pelos do corpo.

 

O que é depilação a laser e como funciona

Depilação a laser é uma técnica de remoção progressiva dos pelos que utiliza a energia do laser. Embora o método tenha sido inventado na década de 1970, só em 1983 ele foi aperfeiçoado, visto que causava muita dor. Hoje a técnica utiliza a fototermólise seletiva, o que a tornou mais eficaz. Existem vários tipos de laser capazes de remover, de forma progressiva, os pelos.

A energia do laser, em forma de luz, atrai o pelo e capta a melanina, o pigmento encontrado na haste do fio e que dá a ele cor - como, também, à nossa pele. Essa energia retarda o crescimento do fio e elimina a sua capacidade de produzir novos fios. Os pelos vão crescendo mais lentamente e tornam-se mais finos e claros. Segundo a dermatologista Claudia Marçal, quanto mais escuro for o pelo, melhor o resultado obtido com o laser.

Depilação a laser dói?

Isso depende da sensibilidade à dor que cada um tem. Há pessoas que sentem muita dor com a depilação à cera, então, é bem provável que também sintam com o laser. Claro que existe uma certa dorzinha ou desconforto a cada disparo do laser, mas, em geral, a dor é bastante suportável.

A dor também varia de acordo com a região em que o laser é aplicado. Em áreas mais sensíveis, como a virilha, a dor tende a ser maior do que na axila, por exemplo. Isso porque quanto mais fina a pele da região, maior a sensação de dor. As áreas maiores, como a perna, também costumam ser mais doloridas devido ao tempo de exposição.

Quanto custa e quantas sessões são necessárias?

A Sociedade Brasileira de Laser sugere que o tratamento dure, em média, seis sessões, pois a cada sessão, os pelos vão sendo cada vez mais eliminados, enquanto outros vão sendo danificados. Estes ainda voltam a nascer. Por isso, são necessárias algumas sessões para eliminar esses pelos mais resistentes. Já na quarta sessão, é possível ver que restam apenas poucos pelos.

Já o preço varia de acordo com a cidade em que você mora, com a clínica de tratamento, com a região a ser depilada e com o tipo de laser a ser usado no tratamento. Atualmente, os preços já são bem mais acessíveis e podem variar de R$ 100 a R$ 1000 a sessão.

Se eu tiver poucos pelos, posso eliminá-los em uma só sessão?

Uma sessão é insuficiente para atingir o resultado desejado. Mesmo as áreas com poucos fios passam pelo processo descrito acima: alguns são removidos, enquanto outros persistem. O intervalo entre cada sessão geralmente dura, no mínimo, 30 dias, para que os pelos atinjam as duas fases.

A médica Isabel Martinez, membro da Academia Americana de Laser, orienta que sejam feitas de 3 a 4 sessões de manutenção após um ano de tratamento.

A depilação a laser é definitiva, ou seja, ela dura para sempre?

depilaçao laser 1

Cuidado para não ser enganado, pois há sites que vendem a depilação como um método definitivo. Ela é definitiva se você pensar que há uma redução quase total de pelos. O método age progressivamente e, a cada sessão, menos pelos nascem, mas sempre ficam alguns resistentes. Os pelos atingidos não voltam a nascer, mas podem ocorrer disfunções hormonais que fazem com que novos pelos nasçam.

Sem falar que a técnica é eficaz em pelos escuros e grossos. Quem tem o pelo claro ou já branco não vai ter o mesmo resultado. Cada pessoa também reage de uma forma diferente ao tratamento. Há uma drástica redução dos pelos, mas dizer que a remoção é para sempre não é verdade.

Esteja atento também ao que você vai comprar, pois existe a técnica da fotodepilação, que utiliza luz pulsada. O resultado é o enfraquecimento do pelo, e não a sua eliminação.

Por que fazer?

Muitas pessoas se incomodam com os pelos, têm pelos demais, não querem se submeter semanalmente ou quinzenalmente a outros tipos de depilação e preferem algo menos trabalhoso. Outras pessoas sentem alergia à cera e ficam com a pele irritada com a lâmina de barbear.

É preciso avaliar tudo isso, além dos gastos com as diferentes técnicas. Uma sessão de laser pode ser mais econômica do que algumas sessões com cera, já que a remoção dos pelos é mais eficaz.

Por que não fazer?

Embora a técnica a laser seja simples, ela é bem delicada, podendo ocasionar manchas e até queimaduras na pele. O dermatologista Agnaldo Mirandez esclarece que a energia que atinge a raiz do pelo é atraída pela melanina contida nele. Por causa disso, as pessoas com a pele morena e negra têm mais chances de terem queimaduras e manchas e, por isso, precisam de um cuidado especial. A explicação é porque, de acordo com a esteticista Juliana Castro: “Nesses casos, a melanina da pele se confunde com a do pelo e isso pode provocar manchas escurecidas. Mas isso é facilmente controlado com a potência da emissão de luz, que deve ser mais baixa, o que pode aumentar o número de sessões durante um tratamento”.

A queimadura pode provocar manchas, bolhas e vermelhidão. Por isso, é importante fazer a técnica com um bom profissional, para que as chances de que isso ocorra sejam mínimas.

Além desse risco, sempre existe o risco de infecção nas partes íntimas. A Academia Espanhola de Dermatologia em Barcelona e a Health Center da Western Washington University realizaram pesquisas que demonstraram que a depilação íntima, quando total, implica em um sério risco de contrair doenças, principalmente fungos, herpes, o vírus do papiloma humano (HPV), verrugas genitais e sífilis.

Contraindicações

Pessoas que têm infecções ou alergias nas áreas a serem depiladas não devem realizar o procedimento. Se também ocorrer o crescimento rápido dos pelos nas regiões depiladas, deve-se investigar a razão disso, de acordo com o Minha Vida.

Quais partes do corpo podem ser depiladas?

Praticamente todas. Mas a área mais buscada pelas mulheres são as axilas. A técnica pode ser usada na virilha, pernas, barriga, buço, peito, rosto e, por isso, muito homens, também, se renderam ao laser.

depilaçao laser 2

Dicas para quem quer fazer depilação a laser

Primeiramente, consulte antes um dermatologista e avalie a necessidade e a conveniência do procedimento. Procure uma clínica recomendada por alguém conhecido que já tenha realizado o procedimento lá. Não é qualquer profissional que está capacitado para realizar o procedimento, por isso procure uma clínica idônea, confiável e com referências.

Não ao modismo

Há bem pouco tempo usava-se fazer a sobrancelha até que ela ficasse bem fininha. Hoje essa moda se foi e existem clínicas que pintam sobrancelhas nas pessoas que as perderam por modismo (com algumas exceções, claro). Isso mostra o quanto a gente vai atrás da moda. Às vezes, o método pode não ser bom nem adequado para nós.

Mas se a questão estiver resolvida, por que não? Realmente, o resultado, para quem está certo de que não quer mais ter pelos, é muito satisfatório.

Especialmente indicado para você:

setaPOUCA QUANTIDADE DE PELOS PUBIANOS PODE CAUSAR INFECÇÕES

setaFOLICULITE: SINTOMAS, CAUSAS E REMÉDIOS NATURAIS

setaDEPILAÇÃO ÍNTIMA TOTAL PODE CAUSAR INFECÇÕES GRAVES