Depressão de fim de ano: o que para muitos é festa, para outros é tristeza

  • atualizado: 
Depressão de final de ano

As festas de fim de ano, como o natal e o réveillon, para muitas pessoas não são sinônimo de alegria. Pelo contrário, há quem se sinta bastante triste com esses eventos.

O que fazer se você se sentir assim ou conhecer alguém que se sente triste nesta época do ano?

Muitas vezes, tais datas trazem lembranças tristes para uma pessoa, ou, simplesmente, ela não vê razão alguma para comemorá-las. Quando alguém sofre uma perda, seja de um ente querido, uma separação, um emprego, é natural que fique triste, chateada e desmotivada.

O que não é natural é a depressão patológica, que persiste por muito tempo e afeta a rotina da pessoa. A depressão é uma doença e precisa receber cuidados médicos e psicológicos para ser tratada.

Depressão em festas de fim de ano

O fim do ano é um momento em que fazemos uma revisão da nossa vida e projetos para o ano que vem. Para muita gente, esse balanço é bastante doloroso. Sobretudo, se a pessoa já sofre com a depressão.

O Natal costuma ser a época do ano que mais afeta os doentes de depressão. Estima-se que há um aumento de 40% de casos de depressão nessa data. Tal período é conhecido como depressão sazonal, que tem causas multifatoriais, tais como memórias negativas, perdas, feridas patológicas, lembranças de infância, solidão, sentimento de culpa, arrependimentos, etc.

Como superar a depressão de fim de ano?

O Uol traz algumas dicas que podem ajudar você, que está com essa sensação pesada neste fim de ano ou que tem um amigo ou parente nessa condição.

* Movimentar-se é uma boa dica para espantar a tristeza. Vale caminhar, correr, nadar, fazer um passeio, andar de bicicleta, pois exercitar-se dá disposição física e mental para o resto do dia.

* Evitar o isolamento nesta época do ano também ajuda bastante. Fechar-se em si mesmo e não receber telefonemas, não responder mensagens, não sair de casa só piora o quadro. Por isso, cerque-se de pessoas em quem você confia e com as quais você tem relações de afeto. Evite passar as comemorações de fim de ano só. Se você conhece alguém que tem depressão, convide-o/a para festejar com você.

Sempre existirão motivos para comemorar

Todos nós cometemos erros durante toda a nossa vida. Aprender com eles pode ser uma experiência motivadora e de aprendizado, ao invés de serem usados para nos ferir e nos sentir culpados por tê-los cometido.

A vida e as coisas boas que, certamente, fazem parte dela, devem ser celebradas sempre.

Leia mais: 10 MOTIVOS PARA NÃO RECLAMAR DA VIDA

Especialmente indicado para você:

DESAFIOS PARA 2017: O QUE PODEMOS MELHORAR NESTE ANO NOVO

5 ATITUDES QUE PODEM TE AJUDAR A DAR UM JEITO NA DEPRESSÃO

ANTIDEPRESSIVOS NATURAIS: 10 ATITUDES QUE VÃO FAZER A TUA VIDA MAIS FELIZ