Doenças causadas por noites mal dormidas

doencas noite mal dormida

Que dormir é essencial todo mundo sabe, afinal, não há quem não durma. Mas, muito além de garantir um corpo descansado, dormir é fundamental para que todo o organismo funcione adequadamente. Uma noite mal dormida pode trazer consequências sérias para a saúde, comprometendo a mente e também o corpo. Veremos doenças que podem ser causadas por noites mal dormidas.

Por que devemos dormir?

Não há ainda uma teoria única a respeito do porquê devemos dormir, mas já se sabe que dormir é fundamental para que a mente possa se colocar em ordem e para que o corpo possa renovar as células e os músculos. Já diz o ditado: dormir é meio sustento.

Embora os motivos da existência do sono não sejam muito claros para a ciência, é sabido que as noites mal dormidas podem trazer consequências sérias para a saúde, tais como:

Doenças cardiovasculares

Em uma pesquisa realizada durante 14 anos com 657 homens entre 25 e 64 anos de idade, observou-se que todos os que apresentaram ataques cardíacos também sofriam com problemas e distúrbios no sono. Isso significa que a noite mal dormida pode desencadear casos graves de doenças cardiovasculares e aumentar as chances de ataques cardíacos.

setaLeia também: INFARTO: 20 SINTOMAS QUE NÃO DEVEMOS IGNORAR

Câncer de próstata

Em uma pesquisa recentemente publicada no periódico Cancer Epidemiology, foi mostrada uma assustadora relação entre o desenvolvimento de câncer de próstata em pessoas com problemas de sono. O estudo observou 200 homens por 3 anos e mostrou que os que não tiveram uma boa qualidade de sono aumentaram em 60 vezes as chances de desenvolver este câncer.

setaLeia também: CÂNCER DE PRÓSTATA: CAMPANHA DEIXARÁ OS SUPER-HERÓIS DA MARVEL AZUIS

Alzheimer

A falta de sono também pode trazer a progressão de Alzheimer segundo uma pesquisa publicada pela Universidade John Hopkins em 2013. Segundo os pesquisadores, o sono é essencial para se livrar de resíduos cerebrais que podem causar Alzheimer.

setaLeia também: ALZHEIMER: PEQUENOS SINTOMAS QUE PODEM INDICAR GRANDES PROBLEMAS

Diabetes e obesidade

Segundo o estudo coordenado pela Universidade de Chicago, a falta de sono gera um acúmulo de ácidos graxos que retardam o processamento do metabolismo, sendo responsável por casos de obesidade e também diabetes pela maior resistência que se terá à insulina.

setaLeia também: DIABETES: 10 SINTOMAS INICIAIS BASTANTE COMUNS

Suicídio

Um estudo da Universidade de Medicina de Stanford realizado durante 10 anos mostrou que há uma significativa relação entre a falta de sono e pensamentos suicidas em adultos. Isso foi observado inclusive em pessoas que não demonstravam sintomas de depressão.

Colite ulcerativa

Neste caso, pesquisadores da NHC descobriram que a colite ulcerativa (quadro inflamatório grave no aparelho digestivo) pode ser desencadeada tanto pela falta de sono quanto pelo sono em excesso. Pessoas que dormiam menos de 6 horas ou mais de 9 horas por dia apresentaram um expressivo aumento de risco de desenvolver colite ulcerativa.

setaLeia também: COLITE: O QUE COMER? A LISTA DE ALIMENTOS RECOMENDADOS E NÃO

Assim, de forma direta podemos dizer que a falta de sono pode acarretar os seguintes problemas:

• Doenças cardiovasculares
• Câncer de próstata
• Alzheimer
• Diabetes e obesidade
• Colite ulcerativa
• Pensamentos suicidas

sono

Quanto tempo devemos dormir por dia?

O tempo de sono depende de cada organismo. Como entendimento e exemplo, bebês recém-nascidos precisam geralmente de 14 a 17 horas de sono por dia, enquanto adultos de 26 a 64 anos precisam dormir entre 7 e 9 horas por noite.

Como melhorar a qualidade do sono?

Há quem não sinta sono de jeito nenhum e acredite piamente ter sido feito para viver durante a noite e dormir durante o dia. Embora cada organismo funcione de uma forma diferente, devemos ter ao menos o hábito de dormir sempre no mesmo horário.

Para que o sonho venha naturalmente, é importante que mantenhamos também uma boa qualidade de vida enquanto acordados. Isso significa a adoção de algumas das seguintes práticas diariamente, pois farão bem para o sono e para a saúde:

• Praticar exercícios físicos
• Beber entre 1,5 a 2 l de água por dia (a depender da recomendação médica)
• Alimentar-se de alimentos naturais e saudáveis sem adições químicas de conservantes
• Ter a cama limpa, asseada e bem cuidada
• Ter o quarto (ou ambiente para dormir) com iluminação adequadamente baixa
• Não fumar
• Não beber café ou álcool antes de se deitar para dormir

Orientações gerais sobre o sono

Caso tenha persistentes problemas de sono, é necessário buscar por orientação de um médico. Somente um profissional de saúde será capaz de orientar a respeito da melhor forma ou tratamento para melhorar a qualidade do seu sono.

Especialmente indicado para você:

setaINSÔNIA? CONHEÇA AQUI ERVAS QUE VÃO TE AJUDAR A DORMIR MELHOR

setaCOMO É POSSÍVEL MELHORAR O SONO DO TEU BEBÊ (E O TEU TAMBÉM!)

setaCOMO SE RECUPERAR DE UMA NOITE SEM DORMIR?