O chá verde realmente ajuda a perder peso?

chá verde realmente ajuda a perder peso

Nos últimos anos surgiram vários suplementos de chá verde para aqueles que querem perder peso. Quando o mercado lança produtos como estes é natural perguntarmos se eles vão funcionar ou se são a bola da vez do marketing para aumentarem as vendas. Algumas pesquisas científicas analisaram os ingredientes ativos do chá verde para entenderem se existe alguma correlação entre este com a perda de peso.

Vários estudos parecem confirmar os benefícios do chá verde para o emagrecimento e para a saúde. Em particular, vê-se como o chá verde é capaz de atuar no corpo para evitar a degradação de noradrenalina, um neurotransmissor essencial que, entre outras coisas, promove a lipólise, ou a decomposição e eliminação de gorduras.

São, especialmente as catequinas presentes na bebida popular, capazes de inibir a COMT, substância que o corpo produz para regular a produção de noradrenalina (e, por conseguinte, também para impedi-la). Graças à ação dos ingredientes ativos nas folhas de chá verde, o corpo tem mais noradrenalina disponível para a queima de gordura.

Nos suplementos de chá verde no mercado, não é de se surpreender que salientem o fato de conterem uma determinada quantidade de epigalocatequina-3-galato (EGCG), responsável pelos principais benefícios do chá verde em relação à perda de peso.

Mas vamos aos estudos que têm destacado isso. Os dois que mencionamos foram publicados no The American Journal of Clinical Nutrition. O primeiro foi realizado em 2007, em homens saudáveis divididos em dois grupos. O estudo demonstrou que o grupo que tomou suplementos de chá verde teve uma capacidade de queimar gordura 17% maior em comparação àqueles que não tomaram o suplemento. As pessoas do primeiro grupo também tiveram um melhor controle da glicose.

cha verde

Em outro estudo, os pesquisadores queriam ver se eram as catequinas do chá as responsáveis pela perda de peso ou, se este efeito pudesse ser atribuído à cafeína da bebida. A amostra de participantes foi dividida em três grupos: o primeiro recebeu um suplemento de chá verde rico em catequinas, o segundo, um integrador de cafeína e, o terceiro, um placebo. O que foi observado no final do estudo é que o grupo que tomou suplementos de chá verde teve um aumento no consumo de energia e queimou mais gordura do que os outros. Os benefícios não poderiam, portanto, ser atribuídos à cafeína.

Muitos outros estudos têm sido realizados em animais, e nem precisamos dizer que os estudos já realizados em humanos são mais que suficientes para comprovarem o efeito emagrecedor do chá. Além dos mencionados acima, existem muitos outros, se você quiser saber mais leia aqui!

Concluindo, podemos dizer que o chá verde pode realmente contribuir para a perda de peso, mas ressaltamos: contribuir! Na verdade, é muito importante associar o estilo de vida saudável, fazendo uma atividade física regular e cuidando da alimentação para que esta seja a mais equilibrada possível.

Lembre-se de que não existem produtos milagrosos!

Até que uma xícarazinha de chá, ainda mais neste friozinho, é uma delícia e só pode fazer bem! Mas sem açúcar, por favor!

Leia também:

seta

CHÁ GELADO: 5 RECEITAS PARA PREPARAR EM CASA

seta

CHÁ VERDE: O EXTRATO AGE SOBRE AS CÉLULAS CANCEROSAS, BLOQUEANDO O SEU METABOLISMO