Deficiência de ferro: quais são os riscos? O que você pode fazer?

deficiência-de-ferro

A deficiência de ferro pode significar um grande risco para nossa saúde. A falta deste mineral é o suficiente para que o organismo seja incapaz de produzir hemoglobina, que é a proteína responsável pelo transporte de oxigênio por todo o corpo.

A deficiência de ferro então será caracterizada como anemia em casos graves, uma condição de risco que deve ser tratada com urgência, principalmente no caso das gestantes e crianças. Vejamos quais são os riscos e o que você pode fazer em caso de deficiência de ferro.

Os riscos da deficiência de ferro

A deficiência de ferro pode trazer inúmeros riscos à nossa saúde. Aqui é importante notar o que esta deficiência causa, para que seus riscos possam ser compreendidos. Em termos gerais, como já citado acima, o ferro será responsável pelo transporte do oxigênio por todo o corpo. Quando há deficiência de ferro em nosso organismo, o batimento cardíaco acaba muitas vezes se tornando irregular. Isso acontece porque é necessário que haja mais batimentos cardíacos para que o oxigênio seja transportado.

Quando o batimento cardíaco está desregulado, devido à falta, de ferro, e bate em ritmos inadequados para o organismo, existe um desgaste prematuro do órgão. Este desgaste, em casos graves de deficiência de ferro, pode fazer com que o coração aumente, tomando proporções perigosas para as necessidades do corpo. Crianças com deficiência de ferro poderão enfrentar problemas no crescimento de desenvolvimento caso não façam tratamento adequado de complementação de ferro.

Em caso de gravidez, a deficiência de ferro pode ser ainda mais perigosa. Se houver a deficiência de ferro não tratada durante a gravidez, há grandes chances de parto prematuro da criança ou nascimento de bebês com peso abaixo do ideal. Por isso é muito comum que os médicos recomendem suplementos de ferro para as gestantes.

O que você pode fazer em caso de deficiência de ferro

Além de visitar um médico ou profissional de saúde a fim de obter um tratamento adequado, há algumas formas de tratar a deficiência de ferro em casa. O tratamento mais comum se baseia na ingestão de suplementos de ferro por alguns meses para reequilibrar o organismo. Além disso, é possível também repor o ferro com a alimentação.

Uma dieta rica em ferro é o prato tipicamente brasileiro de arroz com feijão ou lentilhas. Crianças que consomem este tipo de cardápio diariamente dificilmente enfrentarão casos de anemia ou deficiência de ferro no organismo. Além disso, a ingestão de vitamina C também será de grande ajuda, pois ela facilitará a absorção do ferro. Como recomendação geral, aconselha-se a ingestão dos alimentos ricos em ferro como a carne vermelha, frutas secas, cereais enriquecidos, vegetais verdes e etc.

Considerações finais a respeito da deficiência de ferro ou anemia

Antigamente era muito comum, ao menos em lugares mais interioranos ou remotos, observar o estranho fato da ingestão de terra por parte de algumas crianças. Embora já se saiba que este hábito pode estar associado a fatores psicológicos, é de comum acordo na medicina que isso também pode significar falta de ferro no organismo da criança. Mesmo que seja um mero exemplo da percepção clara da falta de ferro, é importante que tenhamos em mente todos os sinais desta deficiência no organismo, uma vez que os riscos são consideráveis.

Procure um médico ou profissional de saúde caso você desconfie haver deficiência de ferro. Cada caso é um caso e somente um médico ou um nutricionista pode indicar o tratamento adequado para o seu caso em particular.

Especialmente indicado para você:

setaANEMIA: 10 REMÉDIOS NATURAIS PARA SUPRIR A CARÊNCIA DE FERRO

setaSAÚDE: 5 INDICADORES DO NOSSO CORPO

setaDOENÇA CELÍACA: TUDO O QUE VOCÊ PRECISA SABER