Novo estudo confirma: beber chá verde regularmente protege o coração e prolonga a vida

Consumir chá pelo menos três vezes por semana, especialmente o chá verde, garante uma vida mais longa e saudável. O consumo habitual dessa bebida estaria de fato associado a um menor risco de doença cardiovascular e a uma saúde do ferro.

A confirmação veio dos resultados, relatados no European Journal of Preventive Cardiology, de um estudo realizado com 100.902 adultos chineses (pertencentes a 15 províncias da China) que não tinham histórico prévio de ataque cardíaco, derrame ou câncer.

O estudo

As informações sobre o consumo de chá foram coletadas por meio de questionários padronizados, cujos participantes foram classificados em dois grupos: dos bebedores regulares de chá, que consumiam a bebida três ou mais vezes por semana, e bebedores não habituais de chá, que o bebiam menos de três vezes por semana. A pesquisa durou 22 anos.

Os pesquisadores descobriram que os consumidores habituais de chá verde tinham um risco 20% menor de sofrer doenças cardíacas e derrames do que aqueles que nunca tomavam chá ou o bebiam com pouca frequência. Além disso, aqueles que bebiam chá regularmente tinham 1,41 anos a mais de ausência de doenças cardiovasculares ateroscleróticas e sua expectativa de vida era de 1,26 anos mais, comparando com a idade índice de 50 anos.

Entre os bebedores regulares de chá, 49% bebiam chá verde, 43% preferiam chás perfumados ou outros chás e 8% optaram pelo chá preto. Todos mostraram que o consumo de chá pode estar associado a um risco reduzido de doenças cardiovasculares ateroscleróticas e mortalidade por todas as causas, mas o consumo de chá verde, em comparação com o chá preto, está associado a riscos ainda menores, de cerca de 25% para doenças cardíacas, derrame e morte em geral, dizem os estudiosos.

O motivo? Segundo os pesquisadores, tudo pode depender dos polifenóis presentes no chá, substâncias químicas com propriedades antioxidantes.

O que acontece se consumimos chá verde 3 vezes por semana?

Segundo o estudo, a ingestão regular de chá já ajudaria a levar uma vida mais saudável, mas o principal fator está na presença de polifenóis, dos quais o chá verde é particularmente rico. Tratam-se de compostos bioativos que protegem precisamente contra doenças e fatores cardiovasculares de risco, incluindo hipertensão e dislipidemia. No caso do chá preto, no entanto, como não é completamente fermentado, os polifenóis acabam oxidando os pigmentos e perdendo os efeitos antioxidantes.

O que você está esperando? Coloque a chaleira para funcionar!

Talvez te interesse ler também:

Chá gelado: 5 receitas para preparar em casa

Como preparar CHÁ VERDE – Dicas e Receitas passo a passo

O que é Desinchá? Funciona? Como fazer em casa?

Sobre Daia Florios

Daia Florios
Ingressou no curso de Ecologia pela UNESP e formou-se em Direito pela UNIMEP. É redatora-chefe e co-founder de GreenMe Brasil.

Veja Também

Reumatismo: os primeiros sintomas e como prevenir

O reumatismo é uma doença que atinge as cartilagens e as articulações provocando muita dor, …