Dermatite atópica tem cura? Sim! Os remédios eficazes

dermatite-atópica

A dermatite atópica é um problema crescente, especialmente entre as crianças. É uma doença inflamatória crônica da pele que cria muitos problemas e inconvenientes. Mas quais são exatamente os sintomas e as causas da dermatite atópica? Existem remédios eficazes e naturais para lidar com isso?

Existem outros tipos de dermatite, mas o que é chamado de "atópico" pode aparecer em diferentes áreas da pele e muitas vezes não são de diagnóstico simples, mas acima de tudo, podem ser difíceis de tratar, principalmente em crianças.

Sintomas de dermatite atópica

Os sintomas típicos de dermatite atópica são o aparecimento de pontinhos, vermelhidão, pequenas bolhas e erupções cutâneas na face, braços, pernas ou costas. A pele sofrendo tende a se secar lentamente e a se descamar criando uma forte sensação de coceira. Além disso, esta situação pode se tornar um excelente terreno para o crescimento bacteriano e, portanto, agravar o problema criando uma infecção.

Se a situação não for vista e curada em tempo, a dermatite atópica pode afetar também as membranas mucosas e causar mais sintomas como conjuntivite, rinite ou asma.

Muitas vezes, sofrem de dermatite atópica lactentes e crianças que ainda não possuem um sistema imune completamente formado. No entanto, com o passar dos anos o problema tende a desaparecer por si só na maioria dos casos. Se isso não acontecer, a situação tende a piorar e tornar-se crônica, espalhando-se para outras partes do corpo ainda não afectadas pela dermatite.

dermatite atopica 2

Os sintomas da dermatite atópica muitas vezes são de altos e baixos, ou sejam que melhoram e pioram, dependendo do período em que a pessoa está vivendo ou durante a mudança das estações.

Causas da dermatite atópica

Acredita-se que a dermatite atópica tenha como causa uma série de fatores concomitantes: ambiental, genético mas também psicológico. Quando se fala em fatores ambientais, refere-se à presença de substâncias alergênicas com as quais se entra em contato diretamente através da pele (detergentes, produtos de limpeza, roupas coloridas, etc) dos alimentos ou do ar que se respira.

O problema da poluição nos últimos anos parece estar afetando o aparecimento deste tipo de dermatite, particularmente em crianças. Tem-se notado que os problemas de pele são mais frequentes nas cidades mais afetadas pela poluição.

Não é por acaso que, de acordo com especialistas, à dermatite atópica tem-se visto um crescimento exponencial nos últimos 30 anos, período em que a poluição e as condições ambientais têm-se deteriorado especialmente nos países industrializados.

Mas quando se trata de doenças da pele, muitas vezes há também um componente psicológico que possa fazer com que o problema apareça ou se agrave. Sobretudo o estresse piorar a dermatite atópica.

Remédios naturais para dermatite atópica

 

Alimentação saudável

No caso da dermatite atópica (como em muitos outros distúrbios) uma dieta saudável é a base da melhora dos sintomas. Recomenda-se uma dieta rica em frutas e legumes, fibras e cereais, acompanhada de óleos vegetais de boa qualidade e água. Bebidas açucaradas e alimentos refinados devem ser bastante limitados.

Probióticos

 
kefir copiar

Ter um intestino em plena saúde pode impedir ou aliviar os sintomas da dermatite atópica. É por isso que frequentemente recomendada-se a ingestão de probióticos, capazes de melhorar o equilíbrio da flora bacteriana. De acordo com estudos recentes, os melhores resultados com efeito a longo prazo se obtém com o Lactobacillus rhamnosus.

Sol, mar ou águas termais

Geralmente, os sintomas da dermatite atópica pioram no inverno e melhoram no verão. O sol pode ser um remédio natural muito eficaz para várias doenças da pele. Claro que a exposição deve ter lugar com certos critérios, evitando as horas mais quentes do dia e durante um período limitado de tempo. Mesmo a água salgada do mar pode melhorar muito uma dermatite e outros problemas de pele, assim como alguns tratamentos em águas termais.

Ômegas 3-6

Os ácidos graxos ômegas 3 e 6 podem servir de auxílio à dermatite atópica. Portanto consuma óleos vegetais que contenham essas essas substâncias e no equilíbrio certo, como o óleo de linhaça, por exemplo.

Leia também: ÔMEGA 3 NÃO TEM SÓ NOS PEIXES - CONHEÇA 6 FONTES VEGETAIS DE ÔMEGA 3

Manter a pele hidratada

A pele avermelhada e a coceira requerem uma boa hidratação não só internamente, através de uma ingestão adequada de água, mas também externamente com o uso de cremes ou melhor, de óleos vegetais com grande poder hidratante, calmante e anti-inflamatório, como o óleo de jojoba, amêndoa doce, argan, borragem ou de prímula, além da manteiga de karité.

Leia também: 

15 ÓLEOS VEGETAIS PRECIOSOS PARA SAÚDE E BELEZA

MANCHAS NA PELE: 10 TRUQUES E REMÉDIOS NATURAIS

ERISIPELA: CONHEÇA 6 OS TRATAMENTOS CASEIROS CONTRA A DOENÇA