Ácido fólico: os alimentos que mais contêm

  • atualizado: 
Ácido fólico gravidez

O ácido fólico, também conhecido como folacina, ácido pteroil-L-glutâmico ou vitamina B9, é uma vitamina hidrossolúvel e uma substância essencial para a nossa saúde, especialmente em idade fértil, para a gravidez e para o desenvolvimento do feto.

Por que o ácido fólico é tão importante? Quais são as suas fontes alimentares?

Alimentos que contêm ácido fólico

* fígado e vísceras têm um elevado teor de ácido fólico, cerca de 500 µg por 100 g de alimento.

* verduras como aspargos, brócolis, alcachofras, couve-de-bruxelas, couve-flor e cereais para o café da manhã contêm de 300 a 100 µg / 100g.

* frutas cítricas (laranjas, clementinas, tangerinas), abacate, acelga. Feijão, grão-de-bico, lentilhas, ervilhas, kiwi, endívia. Nozes, amêndoas, avelãs. Pães integrais e massas, rúcula, tomate-cereja, espinafre, contêm de 99 a 30 µg / 100g.

* Ovos (50 µg / 100g). O consumo máximo recomendado de ovos é de 2 a 3 vezes por semana.

Lembrete

O cozimento dos alimentos destrói cerca de 90% das suas vitaminas. Por isso, muitas vezes é necessário o uso de suplementos de ácido fólico e de alimentos enriquecidos, especialmente durante a gravidez.

A importância do ácido fólico

O ácido fólico é necessário tanto para crianças como para adultos, para a produção das células vermelhas do sangue e impedir certos tipos de anemia. A ingestão de ácido fólico na gravidez é considerada essencial para evitar malformações fetais, com particular referência para o sistema nervoso central e anomalias do tubo neural, além de malformações cardíacas e do crânio.

As doses diárias recomendadas de ácido fólico são entre 50 e 200 µg, de acordo com a idade e aumentam durante a gravidez. O ácido fólico é essencial para o funcionamento do sistema nervoso e para a medula óssea. Contribui para a transformação das proteínas em energia e é ativada pela vitamina B12. É fundamental que o embrião tem disponível uma ingestão adequada destes compostos, a partir dos primeiros dias de vida, período em que se inicia a formação de órgãos.

Alimentos enriquecidos

Existe uma lei no Brasil que determina que a farinha de trigo deve ser enriquecida com ferro e ácido fólico. Mas existem outros produtos alimentícios (cereais, bolachas, biscoitos e sucos) enriquecidos com ácido fólico sintético. 1 ou 2 porções destes alimentos por dia, podem contribuir para o aumento da ingestão do ácido fólico.

acido folico casal

Suplementos de ácido fólico

A ingestão de suplementos de ácido fólico pode ser recomendada pelo médico durante a gravidez, para proteger a saúde da mãe e da criança, bem como em outras fases da vida. A dose diária recomendada durante a gravidez - e por alguns especialistas também durante toda a idade fértil - é de 400 µg por dia. Em caso de deficiências, pode ser prescrito um suplemento mais adequado. A ingestão adequada de ácido fólico durante a gravidez ajuda a prevenir defeitos de nascimento, prematuridade, autismo, lábio leporino e atraso na linguagem.

Opiniões de especialistas

Os especialistas em obstetrícia e ginecologia assinalam a importância de tomar ácido fólico para evitar os problemas acima delineados.

"Seria o suficiente tomar 400 µg ácido fólico por um período maior do que apenas os primeiros meses de gravidez para combater os defeitos do tubo neural no feto. Seria interessante fomentar a assunção desta vitamina no período em que a mulher começa a ser sexualmente ativa e promover campanhas de informação, mesmo em cursos de educação sexual nas escolas", diz Maria Pia Pisoni especialista em Obstetrícia e Ginecologia com alta especialidade em patologias e defeitos do tubo neural materno-fetal.

Existem muitos casos de disfunção do tubo neural cuja prevenção é simples, basta prescrever a dose acima recomendada às mulheres em período fértil para reduzir em 72% o risco de defeitos do tubo neural. Outras malformações como doenças cardíacas e lábio leporino também poderiam ser evitadas. Alguns estudos também sugerem uma redução no risco de prematuridade, baixo peso ao nascer, autismo e atraso do linguagem, assinala Pierpaolo Mastroiacovo, pediatra, epidemiologista e diretor do Centro Colaborativo da OMS-ICBD (Collaborating Centre on the control of birth defects).

Leia também:

10 SUPER ALIMENTOS PARA A GRAVIDEZ

OS 10 NUTRIENTES FUNDAMENTAIS QUE TODA MULHER PRECISA

CRUS OU COZIDOS? UM MINIGUIA PARA CONSUMIR MELHOR VÁRIOS TIPOS DE VEGETAIS

siga brasile pinterest

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

siga brasile instagram

Você está no Instagram?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!