E quando o seu bebê tem prisão de ventre, o que fazer?

bebe-prisao-de-ventre

Os bebês também podem ter prisão de ventre, e é muito chato. Um incômodo que o pequeno ser não sabe como resolver e, muitas vezes, nem nós, as mães. Mas, não é difícil. Veja aqui algumas dicas que eu aprendi criando meus filhos e minha neta.

Um bebê de peito que tem prisão de ventre pode sofrer com cólicas e com a dificuldade de evacuar, ou não. Evacuar, no bebê, é um ato reflexo que se segue ao ato de mamar, no peito, é claro. Mas, se o bebê não evacua durante a mamada, ou logo após esta, há duas razões em que você deve pensar:

círculo verde  Se o bebê está tranquilo, mama com fartura, dorme em seguida e não manifesta nenhum incômodo então, não há problema. É só que, tudo o que ele está ingerindo através do seu leite, está sendo diretamente aproveitado na constituição do seu organismo - isso acontece, frequentemente, com bebês que nascem pequenos porém saudáveis e que, nos 2 ou 3 primeiros meses, resolvem tirar o atraso do seu crescimento físico. Mamam com grande frequência e evacuam pouco. Aproveitam tudo. Não há excessos. Neste caso, não se preocupe mas, vigie o aumento de peso do seu pequeno e seu estado físico geral: cor da pele, preguinhas na barriga, grau de hidratação, contentamento, etc.

círculo verde  Mas, se o seu bebê mama, e depois quer evacuar, faz força e não consegue, é muito provável que você, mãe que amamenta, também esteja sofrendo de prisão de ventre. No caso, comece já por ingerir mais líquidos. Tome água enquanto amamenta, antes e depois também. Altere sua alimentação buscando ingerir coisas que facilitem seu próprio trânsito intestinal (mais fibras naturais como aveia, mais frutas frescas, menos farinha industrializada, menos feijão, mais verduras de folha verde escura, e assim vai).

Porém, se o seu bebê já não mama no peito e toma leite em pó e sofre de prisão de ventre, então está aí o problema, no leite. Se não puder mudar o tipo de leite você fará bem em aumentar a quantidade de água que lhe dá para ingerir entre as mamadas. Pois, a dificuldade de evacuar está diretamente resultante com o ressecamento dos intestinos que é causado pelo leite em pó, que não contêm fibras e, para além do mais, é um alimento altamente higroscópico, ou seja, chupador de água.

Por outro lado, se o seu bebê já se alimenta com papinhas e outras coisas assim, e tem prisão de ventre, a meu ver o problema também pode estar no alimento mais do que em qualquer outro fator. Verifique se não está engrossando as papinhas com alguma farinha industrializada altamente higroscópica. Prefira dar comidas caseiras e não industrializadas. Faça purê de batata, mandioquinha, inhame, misturado com cenoura e uma folha verde, por exemplo. Dê papinha de pera, maçã, banana cozida. Dê suco de lima, limão, laranja. E fuja de toda comida e bebida enlatada ou que outro fez, numa indústria qualquer. Dê comida viva ao seu bebê, vai ser bem melhor para ele.

Leia mais: setaCOMO FAZER PAPINHAS DELICIOSAS PARA O BEBÊ

Todo o problema da prisão de ventre, seja nos bebês ou em nós mesmos, fora as causas fisiológicas que requerem intervenção clínica, é falta de água e falta de fibras. Mas, o intestino da gente tem seus horários preferenciais e estes devem ser respeitados.

Se a gente acorda com o sol raiando, lá pelas 6 da manhã, o nosso intestino vai começar a trabalhar logo, antes das 7 h. E o organismo do seu bebê também é assim. Pode ter certeza disso.

Leia mais: setaO RELÓGIO BIOLÓGICO NA MEDICINA TRADICIONAL CHINESA

Mas, você também poderá ajudar o seu bebê que toma leite em mamadeira, a driblar possíveis incômodos do tipo da prisão de ventre, colocando uma colherada de azeite de oliva acrescentada ao leite (prefira, sempre, azeite extra-virgem de primeira prensagem - é mais caro mas conserva toda a qualidade medicinal do azeite).

Ah! Não se esqueça que os movimentos das perninhas dos bebês também são fundamentais para a ativação do seu intestino. Então, se ele estiver com prisão de ventre e incomodado, faça “bicicletinha” com as perninhas dele. Massageie sua “barriguinha”, com a palma da mão, no sentido horário. Dê um pouco de água morna para ele beber logo que acordar (não adoce, nem com mel, nem com açúcar). O mel é inadequado para crianças menores de 2 anos pelo risco de contaminação botulínica para a qual os pequenos ainda não têm defesas e o açúcar também causa prisão de ventre.

Leia também:

seta5 RECEITAS VEGETARIANAS PARA AS CRIANÇAS COMEREM VERDURAS COM GOSTO

setaREMÉDIOS CASEIROS PARA ELIMINAR GASES ESTOMACAIS E INTESTINAIS

setaCONHEÇA 10 FORMAS DE FAZER O SEU INTESTINO FUNCIONAR MELHOR

Fonte foto: Brasil Baby Center