A cannabis também é eficaz contra a enxaqueca: um novo estudo

Cannabis

Cada vez mais se investiga o uso medicinal da cannabis para o tratamento de diversas doenças. A novidade vem de um estudo recém realizado por pesquisadores da Universidade do Colorado que descobriu que a cannabis pode ser eficaz na redução da frequência das crises de enxaqueca.

Os especialistas apontam, no entanto, que a cannabis não é uma panaceia para todos os males e que, além dos potenciais efeitos positivos, a cannabis também pode causar efeitos negativos.

Este estudo foi recentemente publicado na revista Pharmacotherapy. A pesquisa envolveu um grupo de 121 pacientes que sofriam destas fortes e típicas dores de cabeça. A administração da cannabis para uso terapêutico levou à 103 pessoas uma redução dos ataques mensais de enxaqueca, de 10,4 a 4,6 ataques por mês, em média.

A cannabis medicinal, assim como quaisquer outras drogas, podem causar efeitos colaterais e os especialistas enfatizam que os pacientes devem estar cientes disso. De acordo com as conclusões dos pesquisadores, a cannabis comestível previne a dor de cabeça enquanto a cannabis inalável seria capaz de prevenir as crises agudas de enxaqueca.

No cérebro, nos tecidos conjuntivos e no sistema imunitário do nosso corpo, de acordo com o estudo, existem receptores de canabinóides que seriam capazes de influenciar alguns neurotransmissores, como a serotonina e a dopamina.

Agora os pesquisadores querem descobrir os mecanismos que ligam o uso terapêutico da Cannabis indica aos efeitos positivos na redução das crises de enxaqueca. Este será o tema de estudos posteriores sobre a cannabis medicinal.

Leia também:

CANNABIS: 10 USOS NOS MAIS DIFERENTES SETORES

MACONHA VETERINÁRIA: NOS EUA, CANNABIS TAMBÉM PARA CÃES E GATOS

A CANNABIS TAMBÉM É EFICAZ CONTRA O CÂNCER NO CÉREBRO