Dieta e insônia: o que devemos comer para dormir melhor?

Você sofre de insônia? Tem dificuldade para se adormentar? Talvez você já tenha seguido inúmeras dicas para resolver o problema quando uma coisa simples, a sua dieta, pode ser a chave para resolver a questão.

Você já deve ter ouvido a sugestão de limitar a ingestão de cafeína à noite, de desligar os aparelhos eletrônicos antes de ir para a cama ou de para praticar alguma técnica de relaxamento simples antes de dormir. A novidade agora é que alguns pesquisadores estão verificando o papel da nutrição em relação ao sono.

Um novo estudo foi publicado no Journal of Clinical Sleep Medicine. Sendo o alimento a principal fonte de energia para o nosso corpo, também no que diz respeito ao sono, a alimentação pode desempenhar um papel importante.

O estudo demonstrou que um aumento da ingestão de fibras durante o dia corresponde a um aumento da duração da fase de sono profundo. Ao contrário, um maior consumo de gorduras saturadas e açúcar corresponde a uma fase de sono profundo mais breve e com despertares mais frequentes.

De acordo com Marie-Pierre St-Onge da Columbia University Medical Center, o estudo confirma que a qualidade da dieta afeta também a qualidade do sono. Em sua opinião, esta descoberta tem implicações importantes para a saúde e é uma abertura para novos estudos relacionados ao sono e ao desenvolvimento de doenças crônicas, como hipertensão, diabetes e doenças cardiovasculares.

Aqui então, a nova dica que fica é a de consumir uma maior quantidade de fibras durante o dia, e de diminuir o consumo de gorduras saturadas e de açúcar para tentar melhorar a melhorar a qualidade do seu sono.

O estudo nos lembra que o nosso corpo é uma máquina muito sensível, que funciona melhor se bem alimentada e com o devido descanso em dia.

Leia também:

10 COISAS A SE FAZER ANTES DE DORMIR, PARA AMAR AINDA MAIS A VIDA

A LUA CHEIA E SEU EFEITO SOBRE O SONO: O DIMINUI E FICA MAIS DIFÍCIL SE ADORMENTAR

COMO SE RECUPERAR DE UMA NOITE SEM DORMIR?

Fonte foto:Kanald