Camomila: propriedades, usos e contraindicações

camomila-propriedades

Entre as plantas mais conhecidas e utilizadas está, sem dúvida, a camomila. Com suas flores semelhantes às margaridas, a reconhecemos imediatamente pelo seu perfume e a apreciamos pelas suas propriedades calmante e sedativa.

A camomila está em todos os lares daqueles que apreciam um remédio natural, uma vez que além de infalível para diversos males, a planta é adequada também às crianças.

Quando se fala em camomila, na verdade se refere a um número de plantas da família Asteraceae. As duas espécies mais comumente utilizadas são a camomila-vulgar (Marticaria recutita) e a camomila-romana (Chamaemelum nobile). Ambas são conhecidas desde os tempos antigos pelas suas propriedades calmante e anti-inflamatória, mas é pela primeira propriedade que a camomila é geralmente usada.

Existem relatos sobre o uso da camomila desde o tempo dos antigos egípcios, que a usavam como sedativo, mas também para aliviar dores de cabeça, reumatismo e febre. A popularidade desta planta também era grande na civilizações grega e romana e, em seguida, na Idade Média, quando a sua utilização como remédio natural para uso popular, tornou-se ainda mais frequente.

PROPRIEDADES

camomila-propriedades-2

Geralmente acredita-se que a camomila tenha qualidades sedativas, mas na verdade, não é tanto esta a qualidade que faz com que a planta seja relaxante. São suas qualidades antiespasmódicas que produzem relaxamento muscular e, conseqüentemente, ajudam a dormir melhor promovendo uma sensação geral de bem-estar e tranquilidade.

Graças também à presença de mucilagem, a camomila é uma planta com propriedades anti-inflamatórias muito úteis quando há problemas estomacais, nos intestinos ou em outras membranas mucosas do corpo. A camomila também age positivamente para problemas de excesso de gases intestinais.

Outras propriedades reconhecidas da camomila são: antipirética (isto é, ser capaz de baixar a febre), antibacteriana, antifúngica e analgésica. Na antiguidade a planta também era aplicada em feridas para evitar infecções.

A camomila é rica em flavonóides, tem, por conseguinte, qualidades também antioxidantes e contém um óleo essencial muito delicado que pode ser utilizado em difusão em caso de insônia, agitação e nervosismo ou diluído em qualquer outro óleo vegetal, para massagens em peles seca ou avermelhada.

USOS

camomila-usos

A forma mais comum em que é usada a camomila é em chá de ervas ou em infusão com as flores secas para beber ou para fazer compressas e lavagens.

Para uso interno, a camomila é útil para aliviar a tensão, ajuda a digestão, reduz a inflamação, promove a mobilidade normal do intestino, trata gastrite, esofagite, cólica em crianças e reduz as cólicas da síndrome pré-menstrual.

Já as compressas podem ajudar a aliviar problemas reumáticos, erupções cutâneas, hemorróidas, pequenas feridas, ardores e vermelhidão nos olhos.

Existe ainda a possibilidade de utilizar os benefícios dos vapores da camomila fazendo inalação. Tenha cuidado para não se queimar, a técnica é a seguinte: faça um chá forte com as flores secas de camomila e leve a panela, ou bule, ainda fervendo, para uma pia (do banheiro ou da cozinha) para respirar o vapor do chá. Use uma toalha em torno à cabeça para que os vapores não se dispersem. No chá também se pode colocar uma colherinha de bicarbonato de sódio em casos de resfriado, nariz tampado, sinusite, tosse ou asma.

A infusão de camomila, tendo em conta as suas qualidades anti-inflamatórias e calmantes, também pode ser usada para fazer gargarejos no caso de inflamações da boca, gengiva ou garganta e em banhos de acento para inflamações nas partes íntimas.

Por fim, a infusão de camomila também ajuda a manter os reflexos naturais dos cabelos, deixando-os brilhantes e dourados.

CONTRAINDICAÇÕES

camomila-contraindicaçoes

O único real inconveniente de camomila é em caso de hipersensibilidade ou alergia à planta. Alguns médicos desaconselham o seu uso durante a gravidez, pois pode causar contrações prematuras. A dose adquirida porém para chegar a este efeito, deve ser muito alta, portanto, mesmo as grávidas que optam por utilizar o chá de camomila esporadicamente, devem ficar atentas para não exagerarem na dose.

O uso em crianças deve respeitar as doses recomendadas pelo pediatra, porque além de um certo limiar, a camomila pode conseguir exatamente um efeito oposto e fazer com que a criança fique nervosa e tenha dificuldades para adormecer.

Uma dica pessoal

Eu sofro de dores de cabeça e de enxaquecas com frequência e, para evitar de sempre tomar remédios fortes (é! quem tem enxaqueca sabe!) eu tento a camomila antes e, muitas vezes consigo evitar o uso dos medicamentos prescritos. É realmente potente para a dor de cabeça. Também uso nas raras vezes que tenho má-digestão com resultados imediatos. Na minha casa nunca falta camomila :)

Leia também:

setaCAMOMILA: 10 BENEFÍCIOS COMPROVADOS CIENTIFICAMENTE

seta

DOR NAS PERNAS: COMO ALIVIAR COM REMÉDIOS NATURAIS

setaBANHOS DE ERVAS: TERAPÊUTICOS E PRÁTICOS PARA O DIA A DIA